La Casa de Papel com certeza é a série mais comentada do momento. Se você ainda não assistiu, corre, porque não faltam motivos para você assistir!  Mas mesmo para quem já assistiu, listamos 10 curiosidades sobre a série. Confira!!

Sinopse: Oito habilidosos ladrões se trancam na Casa da Moeda da Espanha com o ambicioso plano de realizar o maior roubo da história e levar com eles mais de 2 bilhões de euros. Para isso, a gangue precisa lidar com as dezenas de pessoas que manteve como refém, além dos agentes da força de elite da polícia, que farão de tudo para que a investida dos criminosos fracasse.

Confira os verdadeiros nomes dos assaltantes!

1. Berlín e Professor são irmãos

A sugestão dessa relação veio dos próprios atores. O que Álvaro Morte (El Profesor) revelou é que Berlim era seu irmão mais velho, filho de uma mãe diferente. Também contou que seu personagem só sabia um pouco de russo, porque levou seu irmão Berlín a Rússia, para tentar fazer um tratamento experimental para a sua doença.

3. Cubos de açúcar na troca de tiros do primeiro capítulo

No primeiro capítulo, quando os assaltantes saem da Casa da Moeda e acabam trocando tiros com a polícia, quando vemos o​ vidro​s​ d​e um d​os carros caindo, na verdade são ​cubos de açúcar​, simulando estilhaços.

4. Primeira série espanhola que gira em torno de um assalto

​Apesar de não ser um tema “original” e nunca visto antes, foi a primeira vez que fez parte de uma série de ficção espanhola.

6. Nomes de cidades em todo lugar

É claro que os fãs perceberam que todos os criminosos que invadiram a Casa da Moeda possuem o nome de uma cidade como alcunha: Rio, Berlim, Moscou, Nairóbi, Tóquio, Denver, Helsinque e Oslo. Mas não fica só isso. Os planos dos assaltantes também levam nomes de cidades, como Valencia, Camarões (que neste caso é um país) e Chernobil. E até o bar que vemos em cena se chama Bar Hanói.

7. Visual Clássico de 1994

O visual de Tóquio (Ursula Corberó) foi inspirado em Mathilda, personagem de Natalie Portman no clássico filme de Luc Besson, O Profissional, de 1994

8. Objetos Vermelhos

Não é só o macacão dos personagens: desde a primeira cena da série, a cor aparece em diversos momentos, como em outras peças de roupa, placas e objetos ( o telefone usado pelos assaltantes, por exemplo). De acordo com o diretor de fotografia do programa, Migue Amoedo, o vermelho traz força e intensidade, algo que o criador, Álex Pina, queria passar para o espectador.

9. A doença de Berlín não existe na vida real

Na trama, Berlín (Pedro Alonso) sofre de uma doença chamada miopatia de Helmer. Uma enfermidade com esse nome não existe na vida real — mas, de acordo com o que foi mostrado até aqui, o personagem parece ter miopatia mitocondrial, um distúrbio genético que causa perda progressiva da força muscular. O nome vem da origem do problema: um mau funcionamento das mitocôndrias, responsáveis por fornecer energia para as células do corpo.

Veja Também!  The Walking Dead | Somente metade das pessoas que assistiram a estreia da temporada 8 continuam a assistir os novos episódios

10. A série fez mais sucesso fora da Espanha do que lá dentro

Graças ao streaming, La Casa de Papel atravessou as fronteiras espanholas e se tornou um sucesso no resto do mundo. Por lá, a audiência foi boa (mais de 1,1 milhão de pessoas acompanharam o final da trama) e a série chegou a ser indicada para alguns prêmios. Mas o êxito em países como França, Argentina e, claro, Brasil fez com que ela permanecesse por cinco semanas como a série mais maratonada no ranking do aplicativo TV Time.

Gostou da série? Deixa nos comentários!

 
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.