Quem é que não gosta de uma boa série? Na era dos serviços de streaming e da popularização de plataformas como Netflix, as séries fazem parte do nosso cotidiano e são um dos maiores símbolos da cultura pop contemporânea, não só mostrando tendências sociais, culturais e comportamentais, mas também ajudando a transformá-las.

Nós separamos cinco séries com temáticas adolescentes/juvenis que são ótimas para sua maratona de fim de semana – e uma ótima desculpa para não sair da cama por nada.

Ah, e de bônus, separamos uma dica imperdível para melhorar sua experiência de espectador – especialmente se você assiste às séries no seu computador. Spoiler alert: a dica é o uso de VPN no seu navegador Chrome – saiba mais abaixo. Faça um teste de velocidade para garantir que a Internet seja rápida ou suficiente.

Antes de ler, aqui vai um aviso: o texto pode conter spoilers.

1The Innocents (Os Inocentes)

Nossa lista começa com tudo: The Innocents. Criado por Simon Duric e Hania Elkington, a série retrata a vida dos protagonistas Harry (Percelle Ascott) e June (Sorcha Groundsell), dois estudantes que precisam encarar várias responsabilidades e desafios em famílias desestruturadas, com parentes que exigem cuidados especiais, e muitas outras atribuições que não parecem nada fáceis aos dois jovens. Diante de todo esse peso social, eles tomam a decisão de fugir.

A série é uma ótima pedida para quem se interessa por conflitos adolescentes (ou, claro, para quem esteja passando por eles), conseguindo mixar muito bem os dramas reais típicos dessa fase com uma boa dose de ficção.

23%

Nosso segundo item da lista é a obra de Pedro Aguilera, “3%”. Produção brasileira, a série mostra uma distopia futurista na qual apenas 3% da população é escolhida para viver numa espécie de “sociedade ideal” e paradisíaca, enquanto os outros 97% vivem na marginalização, excluídos.

No seriado, você vai acompanhar a luta de um grupo de pessoas que se esforçam para ser parte desses 3%, enfrentando vários dilemas morais, questionamentos, dúvidas e imensos desafios. Vale a pena arriscar tudo e se esforçar ao máximo para fazer parte de um grupo escolhido? Vale a pena tentar fazer parte dessa sociedade “perfeita” e abandonar seus valores em nome disso, ou o melhor é confrontá-la? A série é uma ótima pedida se essas questões instigam.

3Skins

De autoria de Jamie Brittain e Bryan Elsley, a série Skins, já consagrada no universo teen depois de sete temporadas, chega na nova geração mostrando os típicos dramas adolescentes: festas, drogas, dramas, depressão, bullying, alegrias, tristezas, sexo e sexualidade, gravidez precoce, conflitos familiares, expectativas e pressões sociais, etc.

O seriado mostra um cenário mais “realista” do que é a juventude em seus altos e baixos, seu lado bom e ruim. Os dramas retratados são parte de praticamente todas as gerações e, provavelmente, continuarão sendo – o que faz de Skins uma ótima janela para visualizar os adolescentes modernos.

4Atypical

De Robia Rashid, Atypical retrata a história do protagonista Sam (Keir Gilchrist), um garoto autista de 18 anos. Agora na segunda temporada, a sitcom consegue mostrar, com bom humor e autenticidade, os desafios de um adolescente que, além de todos os dramas típicos dessa fase, precisa encarar os desafios do autismo.

Com uma boa pitada de comédia, Atypical mostra os dramas familiares e o modo como um adolescente precisa lidar com eles, exibindo temáticas sérias e tabus de modo leve e surpreendentemente divertido.

5The End of the F***ing World

Nosso último item da lista é nada menos que The End of the F***ing World. Enquanto você espera pela segunda temporada, pode aproveitar os oito episódios disponíveis, nos quais é contada a história de James (Alex Lawther), um garoto de 17 anos que acredita ser um psicopata, e de Alyssa (Jessica Barden), uma jovem também de 17 anos que, pasmem, acaba por se interessar por James, quem para instigar ainda mais a trama, tem planos de matá-la em algum momento da trajetória deles.

Mas, aqui vem um ótimo spoiler: os dois fogem juntos, enfrentam muitos desafios e, entre os dramas adolescentes, acabam se apaixonando. The End of the F***ing World é a combinação perfeita entre drama, aventura e, por que não, uma boa dose de humor.

Uma dica importantíssima para amantes de séries

Se você chegou até o final desta lista de séries que vão te fazer amar ainda mais seu serviço de streaming, vale a pena conferir essa dica: use um provedor VPN. Mas, o que é um provedor VPN? De um modo bem simples, um provedor VPN (Virtual Private Network – “Rede Virtual Privada”) é um mecanismo que garante a criptografia dos fluxos de dados da sua rede, garante mais segurança para sua conexão e permite alterar seu endereço IP.

Além desses benefícios, temos o bônus para os amantes de séries: esses mecanismos impedem que seu provedor de internet diminua sua velocidade de conexão. Sim! Muitos provedores diminuem intencionalmente a velocidade da sua internet para “desafogar” a rede.

Com um bom provedor VPN (que é ótimo para acelerar a navegação em navegadores como o Chrome – https://nordvpn.com/pt-br/download/chrome-extension/), aquelas travadas insuportáveis não vão ter novas temporadas – só suas séries favoritas. Mas, tome cuidado: evite provedores VPN “gratuitos”. Em sua maioria, eles usam seus dados sem que você saiba, comercializando-os sem seu consentimento, o que acaba por produzir o efeito contrário do desejado, podendo tornar seu dispositivo mais vulnerável em vez de protegê-lo. Fiquem atentos.

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Os Livros Mais Vendidos de Hoje: https://amzn.to/3nfT3tC
Roupas com Estampas Geek: https://amzn.to/38ykhrx
Quadros e Placas Decorativas Geek: https://amzn.to/3kjL8JR
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.