Em uma temporada morna e com episódios em que a violência excessiva se torna uma das ferramentas narrativas para chocar o público (Crocodile e Metalhead), temos Hang The Dj, o episódio que consegue de maneira mais harmoniosa conectar as questões tecnológicas à narrativa, pelo menos dessa temporada.

O episódio já acerta desde o início ao apresentar o casal principal de maneira orgânica e com uma química extraordinária, permitindo que o público torça para que o casal se reencontre, mostrando o desconforto e as dificuldades de continuar seguindo o que lhe é dito sendo que no fundo eles sabiam que já haviam encontrado seu par ideal, e com isso expondo a fé “cega” que as pessoas possuem no sistema, que consegue controlar com quem elas ficam e por quanto tempo, sem nenhum questionamento.

Veja Também!  Grey's Anatomy | 10 séries médicas para quem é fã

Com isso, o episódio consegue criar a melhor metáfora para amor verdadeiro, que seria a pessoa com quem você iria contra o sistema, a pessoa por quem vale a pena quebrar as regras e ignorar o que lhe é dito, tornando o fim do episódio um dos poucos finais felizes da série.

Portanto, Hang The Dj se consagra como um dos melhores episódio da série, majoritariamente pelo sucesso que teve em fazer o público se importar e torcer pelos personagens desde os primeiros minutos do episódio.

Gostou do episódio? Deixa nos comentários!

Resenha por Cinéfilo Carioca

 
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
Veja Também!  Record exibe episódio da série 'CSI: Las Vegas' (16/06)
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.