A novela Nazaré está atualmente sendo transmitida na TV Band, mas nem sempre conseguimos esperar até o dia seguinte para saber o que vai acontecer, tamanha a ansiedade de ver o restante da história, não é mesmo? Se vocês também estão ansiosos para ver mais dos próximos capítulos, nós trouxemos para vocês um resumo completo de tudo o que vai acontecer nos capítulos desta semana, entre os dias 29 de novembro e 03 de dezembro. 

Esse resumo foi divulgado oficialmente pela TV Band, então pode confiar que tudo o que está previsto deve realmente acontecer nos próximos episódios.

Confira o resumo completo dos próximos episódios da novela Nazaré!

Capítulo 140, segunda, 29 de novembro

Duarte chega com Prata a casa de Nazaré e diz a Toni e Nazaré que fez queixa para os proteger. Prata pede-lhes que o acompanhem para formalizar a queixa. Ermelinda está na sala de pessoal quando encontra os cartões de cidadão falsos de Ivana e do bebé. Ivana apanha-a em flagrante e ameaça-a dizendo que o bebé vai ter com o pai e que ela vai manter o bico calado e não vai contar nada a ninguém. Em casa dos Soares, Luís tenta convencer Dolores a ir com ele ao Festival do Queijo, mas Dolores recusa-se pois tem medo que ninguém goste dos queijos e que passe uma vergonha. Érica conta que o corpo de Félix não estava no caixão. Dolores acha que não se pode ausentar agora com a quantidade de desgraças que têm acontecido ultimamente, o desaparecimento do corpo de Félix, a tentativa de Nuno matar Nazaré e Toni. Bárbara fica em choque com o que ouve e percebe que Duarte, mais uma vez, lhe esconde todos os assuntos que estão relacionados com a Nazaré. No Hotel, o quarto de Nuno está revirado quando Prata pede a Laura que dê o mandato a Nuno, quando este chegar e diz-lhe que as provas que encontraram são suficientes.

Duarte vai até à casa Félix quando Verónica lhe diz que o corpo do tio não estava no caixão. Duarte aproveita a oportunidade para a desafiar e deixar insegura em relação à possibilidade de Félix estar vivo. Verónica, aterrorizada, expulsa Duarte de casa e liga a Nuno a pedir que vá ter com ela.Nuno está de saída da Atlântida, para ir ter com Verónica, quando é abordado por Prata que o informa que está detido por suspeita de homicídio. Nuno ainda tenta negar, mas Prata avisa-o que não vale o esforço pois revistaram o seu quarto e encontraram provas. Verónica, estranhando a demora de Nuno, vai até ao Hotel à sua procura. Laura conta a Verónica que Nuno só está ali para vingar a morte da mulher e do filho, que morreram nos incêndios. Verónica está em choque e Laura ainda acrescenta que Nuno apenas se aproximou dela porque Duarte lhe contou que Verónica esteve envolvida nos incêndios e com o objetivo de a por na prisão.

Verónica volta para casa completamente perturbada pelo que acabou de saber. Expulsa Paula e fecha-se no quarto. Bernardo vem ter com a mãe e diz-lhe que tem um plano para apanharem Félix. Verónica liga a Félix e pede um encontro. Bernardo, ao perceber o estado da mãe, diz-lhe que fica a fazer-lhe companhia essa noite. Na Quinta, Duarte tenta explicar-se a Bárbara, mas esta nem o quer ouvir e diz que a culpa só pode ser dela por deixar que a Nazaré interfira tanto na vida deles. Matilde queixa-se à filha das atitudes de João quando Nazaré começa a chorar pois descobre que Bárbara e Duarte estão a tentar ter filhos. Toni chega e Nazaré tenta disfarçar dizendo que está preocupada com a detenção de Nuno. Toni não acredita que aquela tristeza toda seja apenas porque ela acha que Nuno é boa pessoa e está apenas perturbado pela dor. Glória está a fechar o restaurante quando Ismael entra a cantar deixando Glória embevecida. Glória manda-o calar porque fica enfeitiçada quando o ouve. Ismael pede uma oportunidade e beija a mão de Glória que perde as forças.

Capítulo 141, terça, 30 de novembro

Verónica recebe sms de Félix a combinar o encontro. Bernardo quer ir com a mãe, mas Verónica não lhe permite e diz que vai avisar a polícia. Pede ao filho que vá para a Quinta e, quando Bernardo sai, liga a Heitor a dizer que precisa dele. Bernardo, quando chega à Quinta, conta a Érica e a Duarte que Verónica vai encontrar-se com Félix e que já delinearam um plano para o apanhar. Duarte fica ainda mais ansioso quando Bernardo lhe conta que Verónica vai ligar à polícia e sai apressado. Laura fica surpreendida ao ver Nuno. Este pergunta-lhe porque é que deixou a polícia entrar no seu quarto e Laura explica que tinham um mandado. Nuno vai ficar com termo de identidade e residência. Verónica já está no armazém abandonado a aguardar que Félix chegue. Heitor está em posição e de espingarda em punho. Félix entra mas ainda não se revela. No exterior do armazém, vemos Duarte a chegar no seu carro. “Félix” permanece atrás de um pilar enquanto Verónica lhe pede que avance. Quando “Félix” se revela, Heitor começa a fazer pontaria mas Duarte bate-lhe com um ferro na cabeça fazendo disparar a arma que quase atinge Verónica. “Félix” começa a fugir, Verónica corre atrás dele mas, quando chega ao exterior, apenas vê a nuvem de pó que o carro deixou para trás, sem chegar a perceber que carro era.

Já dentro do carro, Duarte olha “Félix” que ficamos agora a saber quem é. No Mercado, Toni entrega o dinheiro das vendas a Mike, que o conta ali desconfiado. Do outro lado, Dolores está ansiosa porque não consegue falar com Luís, acha que perderam o concurso e que o filho não sabe como lhe dar a notícia. Bernardo e Érica vão ao encontro de Laura, no Hotel, e dizem-lhe que Félix não morreu e que Verónica está a ir ao encontro dele. Os irmãos pedem ajuda a Laura para saber se Verónica pediu o apoio da polícia. Prata diz a Laura que não sabe de nada e que a Verónica não pediu o apoio da polícia. Bernardo diz que só há uma razão pela qual Verónica não ligou à polícia e, quando Laura lhe pergunta qual a razão, Érica diz ao irmão que não fale mais. Na casa Félix, Verónica, nervosa, repreende Bernardo por ter falado com Laura. Érica defende o irmão e diz que Bernardo estava apenas preocupado. Bernardo tenta explicar à mãe que agora que a polícia está informada, e como tem mais meios que eles, vai investigar e encontrar Félix.

De volta à Atlântida, Verónica encontra Nuno à sua espera. Nuno pede desculpa por não ter ido ter com ela. Verónica olha Nuno com raiva e diz-lhe que já sabe do pacto que este fez com Duarte e manda-o sair dizendo que nunca mais o quer ver. Nuno explica que tinha muitas dúvidas em relação a ela, no início, mas quando se começaram a conhecer tudo isso se alterou e começou a pensar que talvez Duarte não estivesse a dizer a verdade. Verónica não confia mais em Nuno. No Lar, os amigos aproveitam o dia de folga de Ivana para traçar um plano que salve o bebé das mãos da auxiliar. Desconfiam que por estar de folga, será essa noite que Ivana tentará levar o bebé e estão todos determinados a impedir que tal aconteça. Toni vai ter a casa de Nazaré e entrega-lhe um ramo de flores e uma caixa dos seus chocolates preferidos. Em tom de brincadeira, oferece-lhe também umas algemas e diz que é para que ela faça dele seu prisioneiro. Nazaré está muito nervosa com o julgamento, Toni tenta acalmá-la e diz que vai tudo correr bem.

Capítulo 142, quarta, 01 de dezembro

O advogado Leonardo vai ter à Quinta com Duarte e diz-lhe que o julgamento de Nazaré está agendado para daí a 2 dias. Duarte fica ansioso e pressionado com o pouco tempo que tem, diz não ser suficiente para reunir as provas necessárias. Bárbara assiste à reação de Duarte desagradada. Heitor diz a Verónica que agora que soube que a polícia está envolvida, não quer ter mais nada a ver com a situação. Prata chega e Verónica recebe-o insistindo em desvalorizar toda a situação e aconselhando o inspetor a ocupar-se a investigar Nazaré. Nazaré está a fazer limpezas quando recebe uma chamada não identificada de alguém que lhe diz, com a voz distorcida, que Duarte teve um acidente e que está muito mal no Mercado. Nazaré está muito tensa com a chamada enquanto vemos que Bárbara, que lhe ligou, se ri gloriosa por ter conseguido enganar a rival. Nazaré liga para Matilde, sem sucesso. A jovem tenta tirar a pulseira, mas não consegue, está muito ansiosa e sem saber o que fazer. Nazaré sai de casa a correr, com a pulseira posta. No Mercado, Dolores vê Nazaré a entrar disparada e manda-a regressar a casa imediatamente. Nazaré, firme, diz que não vai a lado nenhum até saber se Duarte está bem.

Na Quinta, Laura, Duarte e Toni falam sobre a possibilidade de Félix estar vivo. Laura liga para Prata e fica a saber que o alarme da pulseira de Nazaré disparou. De volta ao Mercado, Dolores e Matias tentam acalmar Nazaré dizendo que se tivesse acontecido alguma coisa já se sabia. No meio desta confusão, chega a PSP. Enquanto isto, Duarte e Toni seguem ao encontro de Nazaré quando Toni é mandado parar pela polícia por seguir em excesso de velocidade. Duarte prontifica-se a pagar a multa, para que possam seguir caminho, quando se apercebe que Toni tem outra multa que remete ao dia do acidente de Félix e Cláudia e no mesmo local onde se deu o acidente. Duarte fica confuso. Nazaré esconde-se atrás de uma banca e consegue, depois, escapar para o restaurante. Prata certifica-se que o sinal da pulseira vem do Mercado e ordena que se reviste tudo. Matias e Glória ajudam Nazaré a tentar escapar. Quando estão prestes a sair, Prata apanha a jovem. Nazaré tenta justificar-se dizendo que recebeu um telefonema a dizer que Duarte tinha tido um acidente, mas de nada serve.

Nas traseiras do Mercado, Duarte está a observar a carrinha de Toni quando repara numa amolgadela que tem restos de tinta. Duarte tira um pouco de tinta para enviar para análise. Em casa dos Soares, Joaquim expressa a sua preocupação com a filha a Dolores enquanto Bárbara permanece indiferente em relação ao assunto. Luís chega com a boa nova de que ganharam o concurso de queijos. No Hotel, Gonçalo está a fazer a caixa enquanto desabafa com a família que se a situação continua assim não sabe o que vão fazer. Ana comenta que já sabe que Pipo se despediu e pergunta aos pais se lhe contaram alguma coisa sobre o que lhe aconteceu. Ambos negam, mas aconselham a filha a falar com o namorado. Ana vai ter com Pipo e este tenta arranjar uma desculpa para justificar o seu despedimento. A jovem percebe que o namorado já sabe o que se passou e confronta-o. Pipo explica-lhe que gostava que tivesse sido ela a contar-lhe, mas que também não sabe como lidar com a situação. Bernardo está na Quinta quando se depara com Olívia, que veio ao seu encontro, disfarçada de distribuidor de pizzas. A jovem diz a Bernardo que soube do que aconteceu com Félix e que veio ver como ele estava.

Capítulo 143, quinta, 02 de dezembro

Na casa Félix, Nuno declara-se a Verónica e diz-lhe que sabe que ela não seria capaz de fazer mal a ninguém e que não vai desistir dela. Verónica fica rendida. Em casa de Nazaré, o advogado Leonardo diz que Nazaré vai ter de aguardar julgamento na cadeia, uma vez que infringiu a prisão domiciliária saindo de casa. Todos acham que quem fez a chamada anónima foi Verónica. Duarte vai ter com Laura ao Hotel e entrega-lhe provas que acredita que podem ajudar no caso do acidente e morte de Félix. Laura pergunta de onde surgiram as provas, mas Duarte prefere não dizer nada até que se prove que são fidedignas.

No Lar, o grupo de amigos está pronto para apanhar Ivana. Na sala de pessoal, quando Ivana pensa que conseguiu agarrar o bebé para fugir, percebe que agarrou num boneco e, no segundo seguinte, começa a ser bombardeada com frutas e legumes enquanto Floriano lhe diz que vai chamar a polícia. Na Quinta, Bárbara mostra-se sonsa com Duarte em relação à situação de Nazaré. A jovem sonda Duarte e descansa quando este lhe diz que acha que foi Verónica. Bárbara quer fazer amor, mas Duarte diz-lhe que não é boa altura. Heitor manipula a filha e diz a Sofia que tem medo de voltar para casa porque há uns dias lhe assaltaram o apartamento e a zona é muito má. Sofia percebe exatamente qual é o jogo do marido, mas Carol chora e suplica à mãe que deixe o pai ficar com eles. Prata vai ter com Laura e confirma que as amostras de tinta que Duarte lhe entregou correspondem à tinta do carro de Félix. Laura avisa Duarte que vai ter de dizer de quem é o carro de onde tirou a tinta.

No Mercado, Luís está orgulhoso a contar a Toni que ganharam o concurso de queijos. Toni dá-lhe os parabéns quando é surpreendido pelo inspetor Prata que lhe anuncia que está detido por ser suspeito na morte de Félix e Cláudia. No Mercado, Toni tenta justificar-se dizendo a Laura e a Prata que não fez nada. Laura diz-lhe que há provas que o incriminam e ele pede para se justificar. Prata leva-o algemado enquanto Toni pede a Luís que avise a mãe do que se está a passar. Em casa dos Carvalho, Matias toca à campainha e quem abre é Heitor. Há um momento de tensão entre os dois e Heitor manda Matias embora e diz que Sofia não pode ir à porta. Sofia pergunta quem era e Heitor disfarça. Sofia não o quer ali em casa e pede-lhe que se vá embora, mas Heitor recusa-se e diz que a casa também é dele, por isso, tem o direito de ficar. No Restaurante, Glória comenta com Dolores e Matilde que acredita na inocência de Toni, mas as amigas não mostram ter assim tantas certezas. Matias tem medo que o irmão tenha cometido uma loucura apenas com o intuito de ajudar Nazaré.

Capítulo 144, sexta, 03 de dezembro

Verónica pede a Nuno que deixe o Hotel e se mude lá para casa alegando que se sentiria mais segura. Nuno deixa-lhe um revólver, para o caso de ser necessário e diz-lhe que já esteve a pensar num plano para localizarem Félix. Nuno mostra a Verónica o sistema para poderem aceder à localização do telemóvel de Félix. A única coisa que precisa agora é que este ligue o telemóvel e contacte Verónica. Matilde visita Nazaré na prisão e mostra-se indignada com o silêncio de Toni. Nazaré diz à mãe que também está presa e é inocente e que se Toni efetivamente fez alguma coisa foi para a ajudar. Ermelinda e Floriano falam ao telemóvel com João que garante que o bebé está seguro e não sai da sua vista. Ivana aproxima-se do casal e diz-lhes que não queria fazer mal ao bebé, queria apenas levá-lo de volta para o pai. O casal manda a auxiliar “passear” e diz-lhe que não vai levar o bebé a lado nenhum. Ivana vai voltar para a Rússia. No Mercado, Ana cruza-se com Mike, segue-o até à banca de Matias e consegue identificá-lo através da tatuagem. Mike apercebe-se da presença de Ana e desata a correr. Matias segue atrás dele.

Joaquim visita Toni na prisão que lhe conta que é verdade que bateu no carro de Félix, mas que não o matou. Toni confessa-lhe ainda que, quando soube do acidente mortal, achou melhor ficar calado. Já na Quinta, Joaquim diz a Duarte que Toni não sabe da pen com as imagens da morte de António e que não é o caminho certo para conseguirem ajudar a Nazaré. Joaquim fala a Duarte de uma ideia que teve utilizando o “falso Félix” que será a derradeira tentativa de levar Verónica a confessar todos os crimes que cometeu. Nuno entra no gabinete de Verónica e diz-lhe que Félix ligou o telemóvel. Verónica já sabe e conta a Nuno que recebeu uma sms. Nuno pede-lhe que mantenha o telemóvel ligado o máximo de tempo possível para que consigam localizá-lo. Por sua vez, Joaquim e Duarte estão na Quinta a discutir o plano quando Bernardo chega do pomar e acaba por contar a Duarte que Verónica e Nuno estão a tentar localizar o telemóvel de Félix. Quando estão prestes a conseguir a localização, Duarte corre e desliga o telemóvel mesmo no último segundo não sabendo, porém, se conseguiu impedir que o localizassem. De seguida, Duarte liga a Joaquim a contar o sucedido. Bárbara mede a temperatura e calcula o nível de ovulação. De seguida sorri e, diz a si mesma, que Duarte hoje não lhe escapa. De seguida vai ao encontro do marido e, sedutora, senta-se ao seu colo. Duarte diz a Bárbara que não é oportuno pois tem de trabalhar, mas ela garante-lhe que o vai fazer esquecer todos os seus problemas.

Verónica e Nuno comentam o facto de não terem conseguido rastrear o telemóvel de Félix quando Nuno recebe uma chamada e informa Verónica que tem de ir substituir um dos seguranças da sua equipa. Verónica fica ansiosa. Na casa Félix, Joaquim entra e dá um sedativo a Paula, que desmaia. Verónica entra em casa, chama por Paula, mas só ouve a voz do falso Félix dizendo-lhe que está sozinha. Verónica, em pânico, corre até ao quarto e pede que “Félix” não lhe faça mal. “Félix” diz-lhe para irem à polícia para ela confessar todos os seus crimes, ou seja, Verónica ou fala ou morre. Todos aguardam na sala de audiências para assistir ao julgamento de Nazaré. Joaquim chega atrasado e com uma echarpe ao pescoço. Duarte vai ter com ele e pergunta-lhe se conseguiu alguma coisa. Joaquim conta-lhe que estava prestes a conseguir que Verónica confessasse quando ela sacou de uma arma e disparou. Joaquim diz que o tiro só lhe passou de raspão e conseguiu sair a correr, mas que não obteve confissão nenhuma. Duarte olha-a num misto de tristeza e ansiedade. Nuno está em casa de Verónica enquanto esta lhe conta o que se passou. Nuno acha que ela devia contar tudo à polícia, mas Verónica diz que prefere resolver as coisas sozinha.

*As informações sobre o resumo dos capítulos da novela são de responsabilidade da emissora. 

Quer ver mais resumos de novelas? Confira aqui. 

Confira também: 10 Novelas Famosas para assistir no Globoplay!

Esse foi o resumo dos próximos capítulos da novela Nazaré, gostou? Deixe seu comentário!



Experimente o Telecine por 30 dias grátis! Clique e confira!
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.