Eleanor & Park, escrito por Rainbow Rowell, é um livro Young Adult (YA) originalmente publicado em 2012. No Brasil a obra chegou pela Editora Novo Século dois anos mais tarde e agora, em 2020, é relançado pela Editora Seguinte com nova tradução. A edição lida para esta resenha é a primeira.

Resenha | Livro Eleanor & Park (2012)

Ficha Técnica

Título: Eleanor & Park
Título original: Eleanor & Park
Autora: Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Páginas: 328
Ano de lançamento: 2014

Enredo

Ambientado nos anos 80, Eleanor acaba de se mudar para um novo bairro para morar com a mãe e o padastro. No ônibus escolar rumo a escola conhece Park, um garoto nerd que não é exatamente popular, mas que também não é intimidado pelos colegas bagunceiros. Eles sentam juntos todos os dias, mas nunca conversam e até mesmo pensam se odiar, até que Park empresta seus gibis para ela.

O começo dessa amizade romântica é uma das melhores coisas que já aconteceu a Eleanor, mas ela terá de lutar contra desaprovação da família e o medo/vergonha de expor sua vida desajustada a Park e o seu mundinho aparentemente perfeito.

O clichê haters to lovers entra com tudo nesse Young Adult bestseller do New York Times.

Personagens

Eleanor já teve uma vida boa e feliz ao lado da mãe, mas o novo padastro é abusivo e até botou a menina para fora de casa durante um ano. Hoje ela vive fingindo ser invisível com medo de que ele volte a incomodá-la. Em um quarto pequeno que divide com os quatro irmãos, poucas roupas e sequer uma escova de dentes, a menina tenta sobreviver a vida na nova escola, onde sofre bullying por ser gorda.

Park inicialmente a odeia por achá-la esquisita, mas aos poucos percebe que a garota é muito interessante e pode se tornar uma grande amiga (ou até algo mais). Ele é filho de mãe coreana com pai americano, e sofre dentro da própria casa por não satisfazer as expectativas de sua família aparentemente perfeita. Sua válvula de escape são os gibis e a música alta que toda em seu fone de ouvido.

Até aqui tudo bem.

Escrita da Autora

O grande problema de Eleanor & Park é escrita da da autora: é um texto fluído e de leitura facilmente compreensível por jovens, característica dos YAs, mas recheado de comentários racistas, gordofóbicos e de outros níveis de mau gosto, envolvendo piadinhas com estupro e até mesmo prostituição, difícil de passarem despercebidos em tempos de politicamente correto, principalmente.

Rainbow Rowell parece ter tido pouca ou nenhuma pesquisa sobre identidade coreana e coreana-americana para escrever a obra, usando de estereótipos desagradáveis que fez o livro ser muito criticado por asian-americans, com inúmeros artigos em inglês sobre as abordagens indevidamente tomadas pela autora.

Se não fosse por esse grande erro que acomete a obra, Eleanor & Park seria um livro muito interessante por abordar diversos outros assuntos como relacionamentos abusivos, primeiras impressões e amadurecimento, mas um livro sobre preconceito que cai em estereótipos preconceituosos é de fato lastimável.

E você, já leu Eleanor & Park? O que achou do livro? Conta pra gente nos comentários!


Inscreva-se no nosso canal
 
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.