Deadpool não é um filme para ouvidos e olhos sensíveis. Isso é fato. Muitos palavrões, cenas e gestos obscenos estão presentes no filme, o que o faz ser indicado apenas para maiores de 18. Porém, foi lançada uma versão censurada. Era uma Vez um Deadpool vem em forma de conto de Natal e pode ser assistido por um público mais jovem.

Isso levou os fãs e os críticos a se questionarem se o anti-herói ainda funcionaria sem todos esses elementos tão característicos do filme. A resposta, de acordo com Brianna Hildebrand, que interpreta a mutante Negasonic Teenage Warhead, é sim.

“Eu falei com tantos pais que estão sempre trazendo seus filhos à minha mesa em convenções e falam, ‘Ah, você sabe, eles amam você nessa parte, é a única parte que eu deixo eles verem’. Deadpdool está muito ciente de que não está vivendo no ideal do super-herói”, disse Hildebrand.

“Há muita representatividade acontecendo ao longo de Deadpdool, o que eu acho que boa parte do público jovem está bem apaixonada, e eles querem ver isso. E Deadpool faz isso de um jeito legal, engraçado”, completou a atriz.

Era Uma Vez Um Deadpool chega ao cinemas brasileiros em 27 de dezembro deste ano.



Experimente o Telecine por 30 dias grátis! Clique e confira!
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.