O original Netflix, Extremely Wicked, Shockingly Evil, and Vile, que ainda não tem data de estria aqui no Brasil, conta um pouco da vida do serial killer Ted Bundy. Estrelando Zac Efron como o estuprador que atacou mais de 30 mulheres nos Estados Unidos, o filme ainda deixa alguns pontos em aberto, um deles é o que teria acontecido com a ex-mulher e a filha do criminoso após sua execução.

Interpretada no filme por Kaya Scodelario, Carole Ann Boone foi uma das pessoas que mais acreditou na inocência de Bundy. A mulher acabou se apaixonando por ele e casou-se com o criminoso enquanto ele estava na Flórida. Por fim, tiveram um filha em 1981 chamada Rose.

Veja Também!  Cinema | Estreias da Semana (19/09)

 

Extremely Wicked chega até a mencionar o fato de Carole teve sua filha quando Bundy estava a ponto de ser executado. Porém, depois disso, não é mencionado o que aconteceu as duas. O que se sabe é que a mulher se divorciou de de Ted em 1986 e se mudou da Flórida. A partir daí, nada mais se sabe sobre as duas, afinal, é compreensível que queiram se esconder.

Possivelmente, Carole e Rose mudaram legalmente seus nomes e devem viver uma vida totalmente diferente. A equipe do filme preferiu deixar as coisas assim, desconhecidas. Ansioso para o filme?

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
Veja Também!  Resenha | Gantz: O (2016)
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.