Que o final de Game of Thrones não satisfez os fãs todo mundo sabe, mas certas coisas realmente precisam ser analisadas. Com um final como aquele, que ninguém esperava que acontecesse e mesmo que ele tivesse sido planejado desde o início daquela forma, algumas coisas ainda mereciam mais espaço e mais explicação. E, como muitas não obtiveram, pontas soltas permaneceram jogadas ao ar em torno da conclusão da série.

A sensação que o show transmitiu ao trazer tal vazio de informações importantes foi de uma conclusão apressada. Não atar as pontas soltas e introduzir novos dramas sem espaço para desenvolvimento foi o grande erro dos produtores. Partindo desse ponto de vista, aqui estão algumas das coisas que simplesmente não fizeram sentido após o fim da série:

5A grande mudança de conduta de Daenerys

Falando em final apressado e falta de desenvolvimento de certos dramas, temos aqui a tal da mudança “repentina” de conduta de Daenerys. A rainha passou de quebradora de correntes a uma total tirana na última temporada. E há quem defenda que isso foi premeditado em muitos outros episódios. Realmente, era possível ver que a jovem estava sendo modificada pelo poder, mas a forma como isso foi apresentado no fim da série que foi o problema.

Veja Também!  Malévola: Dona do Mal | O que o filme pode abordar?

Como o desenvolvimento estava lento demais e de repente teve uma conclusão repentina, a mudança de Daenerys pareceu não ter muita explicação e estar ali apenas para conduzir a série a um final inesperado. Um famigerado plot twist, mas muito vago e mal desenvolvido.

4As cartas de Lord Varys sobre Jon Snow no fim de Game of Thrones

Lord Varys sempre foi conhecido por sua incrível incapacidade de guardar um segredo e isso lhe custou sua vida. Quando descobriu que Jon Snow era o verdadeiro herdeiro do Trono de Ferro, o conselheiro da Rainha Daenerys não pensou duas vezes antes de traí-la. Ele sentiu a ameaça vindo da garota e quis apelar para a ajuda de outras famílias nobres da região.

Então, vendo Jon, o herdeiro, como uma escapatória para a governança imprudente e tirana de Daenerys, ele resolveu enviar cartas contando sobre o segredo do Stark. Mas existe um problema, apesar de muitas dessas cartas terem sido enviadas, nada foi dito sobre isso após a morte da jovem Targaryen. Elas nem sequer fizeram diferença na decisão final sobre quem deveria sentar no trono.

Veja Também!  Sulli | Todos os filmes e dramas com a estrela do K-POP

Confira também a matéria em que contei para quem foram enviadas as cartas de Varys.

3Jon Snow ser o verdadeiro herdeiro do Trono de Ferro

Outra coisa que não fez sentido algum e foi completamente inútil foi a informação de que Jon Snow seria o verdadeiro herdeiro do Trono de Ferro. Isso porque ela apenas serviu para causar uma certa discórdia entre os personagens principais mas, no final, não fez diferença alguma no enredo. E isso foi realmente muito ruim para a construção conturbada do fim da série.

1O Rei da Noite, o suposto grande vilão de Game of Thrones

Finalmente, um dos assuntos mais rodeados de pontas soltas foi o Rei da Noite. Em minha opinião, ele deveria sim ter sido o grande vilão da série, ter mudado isso foi um dos maiores erros de produção. Porém não é só isso. Ele também teve um desenvolvimento muito raso. Qual foi o sentido de ter mostrado como ele foi criado se não explicaram quem foi ele? Qual o sentido de ter mostrado que ele não queima, assim como os Targaryan, se isso não fez diferença alguma no final?

Enfim, a sensação que o fim de Game of Thrones passou foi de que, para que o show não terminasse de uma forma previsível, tudo foi aprontado daquela forma sem explicação nenhuma. Mas é isso, apesar de uma conclusão ruim, é uma série que não deixa dúvidas com relação à sua qualidade.

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.