Após ter seu cancelamento decretado pela Netflix, One Day at a Time foi, para nossa sorte, salvo pelo canal PopTV e sua tão aguardada quarta temporada estreou no dia 24/03.

One Day at a Time é baseada em outra sitcom de mesmo nome, que foi feita de 1975 a 1984. Mostra o dia a dia de uma família com raízes cubanas que vive nos Estados Unidos. Acompanhamos Penélope (Justina Machado), uma ex-militar, sua mãe, Lydia (Rita Moreno), e os filhos, Elena (Isabella Gomez) e Alex (Marcel Ruiz). Eles passam por muitas coisas, ao lado do dono prédio e amigo da família, Schneider (Todd Grinnell), e do chefe de Penélope, Dr. Berkowitz (Stephen Tobolowsky).

Infelizmente, o canal PopTV não está disponível no Brasil, mas para quem pretende procurar e continuar acompanhando a série e quer relembrar os acontecimentos anteriores, este resumo te contará os momentos mais importantes da segunda temporada. O resumo da primeira temporada está neste link.

Preconceito

A família Álvarez e Schneider vão assistir ao jogo de Alex, mas o jeito muito animado deles o deixa enqvergonhado e ele pede para pararem. A adolescência do garoto está lhe causando muitas mudanças, o que deixa Penélope preocupada, com medo de perder o filho porque ele está crescendo. Alex bate em um menino, no passeio da escola, porque ele o discriminou por sua origem latina. Penélope, então, descobre que o filho já vem sofrendo esse tipo de preconceito há um tempo. Entra em discussão a questão do racismo, da xenofobia e da discriminação sofrida pelos latinos nos Estados Unidos. Elena pede a Lydia que lhe ensine espanhol e ela fica muito feliz. Todos vão tomar sorvete e começam a cantar para Elena, mas um homem os discrimina. Penélope e Lydia o enfrentam e discutem com ele.

Estudos

Penélope tem muita dificuldade para conciliar os estudos, o trabalho e a família, está muito atarefada e extremamente cansada. Ela se sente muito pressionada e suas notas na faculdade não estão boas. A pressão só aumenta quando Berkowitz conta que alugou outra sala para expandir o consultório e Penélope levar mais pacientes. Ela chega em casa e Lydia está dando sua aula de balé na sala, que está cheia de crianças. Como a casa está uma bagunça, Penélope vai estudar no apartamento de Schneider, mas acaba praticando spinning com ele e não estuda. A AGH (Aliança Gay-Hetero), proposta de Elena, na escola, é aceita. Ela desabafa com a mãe que não superou a rejeição do pai e ainda se sente muito mal. Penélope tira uma nota baixa na prova e pensa em desistir. Os Álvarez resolvem dar apoio a ela e começam a dividir melhor as tarefas, para que ela possa continuar a estudar.

Relacionamentos

Elena leva seus novos amigos para casa e avisa que eles vão protestar contra um jogo de videogame novo. Penélope reencontra um antigo companheiro do exército, Max, e ele a convida para um encontro. A princípio, ela diz que não tem tempo e não aceita, mas depois volta atrás e os dois transam. Elena está interessada em uma amiga e recebe conselhos de paquera de Lydia e Alex. Penélope se arrepende da noite com Max, porque acha que tudo foi muito rápido, e vai pedir conselhos a Schneider. Elena quer chamar Dani para sair, mas acha que ela pode ser heterossexual e tem medo de ser rejeitada. Lydia encoraja a neta a falar com a garota. Penélope se declara para Max e eles começam a namorar, mas ela esconde de todos. Quando Elena vai se declarar para Dani, descobre que ela tem namorada. Syd e Elena começam a sair.

O cinema e as eleições

Alex pede dinheiro para ir ao cinema e Penélope lhe dá 10 dólares. Ele diz que precisa de mais e ela decide levá-lo pessoalmente ao cinema, para mostrá-lo que pode se divertir e gastar pouco. Elena descobre que Lydia não vota nas eleições e fica indignada. Penélope leva Alex ao cinema e o ensina como se faz para economizar: levar comida de casa. O problema é que não pode e eles precisam comer escondido. Elena conversa sobre eleições com Lydia e tenta convence-la a votar nos plebiscitos. No dia da votação, todos pensam que ela vai, mas Lydia os engana e tenta fugir. É quando ela confessa que não pode votar porque não é cidadã. Penélope descobre, então, que ela mentiu e nunca fez a prova para tirar sua cidadania. Alex e Penélope vão, novamente, ao cinema, são pegos por um funcionário e expulsos da sala. Elena insiste que Lydia faça a prova, mas ela nega, porque acha que teria que renunciar à cidadania cubana. Depois de muita insistência, ela, finalmente, aceita fazer a prova.

Veja Também!  American Gods | Data de estreia da 3ª temporada é divulgada

Quarentena

Todos da casa, menos Penélope, vão sair. Ela, então, aproveita para levar Max para lá, escondido. Mas os planos dão errado quando a polícia manda todos voltarem e ficarem de quarentena, por causa de um suspeito perigoso que está a solta pelo bairro. Penélope fica desesperada e esconde Max no quarto de Lydia, enquanto tenta uma maneira de tirá-lo de casa sem que ninguém veja. Ela conta tudo a Schneider e pede ajuda a ele para tirar Max de lá. Elena fica muito nervosa perto de Syd e não consegue falar direito com a garota. Quando Penélope e Schneider estão levando Max para fora, Lydia e Berkowitz os flagram e eles são obrigados a mentir. Todos jantam juntos, enquanto Max e Penélope mandam indiretas um para o outro. Syd fica triste por pensar que Elena não gosta dela e as duas conversam. Elena diz que gosta muito dela e a beija. Penélope descobre que Lydia guarda uma arma em casa e as duas discutem sobre o perigo de ter uma arma em casa e ela concorda em entregar o objeto para a polícia. Alex diz a mãe que sabe que ela também guarda uma arma em casa e Penélope diz que vai se livrar dela.

Trabalhando nas férias

Penélope insiste que os filhos trabalhem nas férias. Elena decide, então, fazer um canal de games, enquanto Alex é obrigado a trabalhar no consultório com a mãe. Lydia vai até o trabalho de Penélope apenas para perfumar Alex e levar comida para ele. Ele acha o trabalho da mãe muito chato e ela tenta convence-lo do contrário. Berkowitz tenta arrancar informações de Alex sobre Lydia, para tentar conquista-la. Um paciente aparece no consultório e é muito grosso com Penélope e a deixa irritada. Elena joga e grava o dia inteiro, sem fazer mais nada, e está ficando muito estressada. Há uma queda de energia e ela perde o progresso do jogo. Isso a faz perceber que não está feliz e decide parar. Berkowitz leva para Penélope uma cesta de presentes que ela ganhou de uma paciente e ela descobre que a mulher nomeou a filha com o seu nome. Schneider contrata Elena como “pau pra toda obra” (zeladora) do prédio.

O mistério do “P”

Lydia fica indignada ao descobrir que Berkowitz foi à ópera sem ela e resolve ir atrás dele, com a ajuda de Schneider, para saber com quem ele foi. Elena está muito empenhada em saber quem é o contato de nome “P” no telefone de Alex, pois ela tem certeza de que é uma namorada secreta. Penélope fica preocupada com o fato de que Max possa estar saindo com outra pessoa e resolve perguntar a ele. Lydia vai à ópera e descobre que Berkowitz realmente foi com outra mulher e fica enciumada. Max revela a Penélope que não está com mais ninguém, apenas com ela. Elena pede ajuda de Syd para descobrir a “namorada secreta” de Alex e ele resolve mentir e inventar uma garota, para não revelar a verdade. Na ópera, Lydia segue a amiga de Berkowitz até o banheiro e as duas discutem. Penélope e Max começam a namorar e ela o apresenta à família como seu namorado. Berkowitz se declara, novamente, para Lydia, mas ela diz que eles só podem ser amigos. Elena segue Alex até a pizzaria e descobre que sua tal “amiga” secreta é Victor, seu pai, com quem Alex está se encontrando escondido.

Passado e presente

Este é um episódio nostálgico, no qual Penélope se lembra do nascimento de Elena e do momento em que ela chega ao seu atual apartamento, com Lydia, Berto, Victor e a bebê. Mostra o primeiro encontro com Berkowitz e Schneider e a rotina familiar dos Álvarez nessa época. Ao mesmo tempo, vemos os momentos atuais da família e o contraste entre o passado e o presente deles, principalmente a relação de Elena com Victor. Nesse episódio, também, eles fazem menção ao 11 de setembro, quando Penélope e Victor se realistam no exército para ajudar. Elena está furiosa e muito magoada com Alex, por descobrir que ele anda se encontrando com Victor. Ao descobrirem, Penélope e Lydia ficam chateadas por conta da mentira de Alex. Penélope vai atrás de Victor e eles discutem. Elena aparece pouco depois, conversa com o pai, ele pede perdão e a abraça. Em casa, Alex encontra a “mantilla” (manta) roubada na gaveta e Lydia a esconde. Penélope e Elena descobrem que Alex defendeu a irmã para o pai e o abraçam.

Veja Também!  Resenha | O Gambito da Rainha - 1ª Temporada (Original Netflix)

Depressão e ansiedade

Penélope leva Max para comer em casa com os Álvarez. Ele vê um lembrete de remédio no celular de Penélope e ela diz que é para Lydia, porque ela não quer que ele descubra sobre os antidepressivos. Ela vai conhecer os pais de Max e pede ajuda de Lydia para decidir o que vestir. Penélope decide não ir mais à terapia, para de tomar os remédios e começa a se sentir ansiosa e a agir estranho. Schneider diz que ela não está bem e ela o trata mal. No dia seguinte, Penélope não acorda na hora e decide não trabalhar, porque não se sente bem. Lydia vai ao seu quarto com comida e com o vestido que a filha comprou para o jantar com Max, mas ela não quer nada. Lydia vai à igreja se confessar e fala sobre a filha. Em casa, Penélope grava sua voz no celular, contando seus sentimentos, como aconselharam na terapia. Depois, vai ao apartamento de Schneider para ouvir a gravação com ele. Eles conversam e ela percebe que não pode ficar sem os medicamentos, mesmo que não queira tomá-los. Apesar de não acreditar nos remédios, Lydia a apoia. Max vai até a casa de Penélope e ela conta sobre sua depressão, os medicamentos que tem que tomar e o porquê de ter sumido nós últimos dias.

Coisas e consertos

Elena está trabalhando de “pau pra toda obra” no prédio, sob os ensinamentos de Schneider. Penélope descobre que tem direito a uma vaga na garagem e que Lydia já sabia e nunca havia contado porque usa o lugar para guardar inúmeras caixas com coisas suas. Penélope tenta tira-las para poder colocar seu carro e a mãe, a princípio, não deixa, mas depois diz que Alex vai ajudá-la a se livrar de algumas coisas. Schneider leva Elena para arrumar o banheiro de um apartamento do prédio, no qual moram dois idosos. A garota faz o serviço e vai embora, mas descobre que eles ficaram insatisfeitos, porque ela não lhes deu atenção, como faz Schneider. Ele, então, a ensina que mais do que consertar coisas quebradas, deve consertar almas. Ele diz que os ajuda e faz várias coisas com eles, como comer, ver televisão e conversar. Lydia e Alex arrumam as caixas e as colocam no canto da garagem, mas isso não deixa o carro entrar completamente. Depois, eles se livram de mais coisas e Lydia leva tudo para o seu quarto, que fica lotado. Penélope leva as revistas antigas da mãe para um brechó e ela diz que guardou títulos de poupança em uma delas. Penélope e Alex vão atrás das revistas e as encontram em uma caçamba de lixo. Ao chegarem em casa, descobrem que Lydia mentiu e que não há títulos. Ela inventou isso para recuperar as revistas. Elas discutem e Penélope diz que ela é acumuladora e Lydia conta sobre os valores sentimentais que algumas daquelas coisas têm para ela. Então, Elena monta prateleiras, na garagem, e resolve todo o problema. No fim, Schneider conta que há outra garagem.

O baile

Penélope planeja viajar com Max, mas descobre que precisa cumprir horas do voluntariado familiar e trabalhar no baile da escola dos filhos. Elena não pensa em ir ao baile, mas o convite de Syd a deixa impressionada e ela aceita. Alex vai com uma menina mais velha. Elena mente para Syd que tem muitos amigos na escola e a apresenta a alunos aleatórios no baile, e ela acredita. Penélope leva Max ao baile da escola e conta a ele sobre a época que estudou ali. Ela é obrigada a usar uma beca preta por cima do vestido vermelho, pois apenas roupas pretas eram permitidas aos voluntários. Lydia e Berkowitz também vão ao baile, para ajudar Penélope a completar as horas. Elena destrata a professora para que Syd não descubra que elas são amigas. Penélope e Max se declaram e dão mais um passo no relacionamento. Schneider pensa que Nikki quer algo sério com ele e a pede em casamento, mas ela recusa. Syd pensa que Elena não a apresentou aos amigos por ter vergonha dela e Elena conta a verdade, inclusive que não queria ir ao baile. Ela pede desculpas à professora e a apresenta a Syd como sua amiga. Berkowitz confessa a Lydia que terminou com Esme e se declara, novamente, a ela, mas eles continuam só amigos. Alex descobre que sua acompanhante o usou para fazer ciúmes em outro garoto. Max revela a Penélope que quer ser pai.

Veja Também!  Resenha | Um Rapaz Adequado - 1ª Temporada (Original Netflix)

A prova e o bebê

Lydia e Schneider se preparam para fazer a prova de cidadania. Syd manda uma mensagem com emojis para Elena e ela pede ajuda a Alex para entender. Penélope vive o dilema de ter um bebê ou não com Max e desabafa na terapia em grupo. Lydia e Schneider vão fazer a prova e Elena e Alex os acompanham. Penélope comete erros bobos no trabalho, porque não consegue parar de pensar em Max e no bebê. Ela conta a Berkowitz e ele pensa que ela o quer como doador. Lydia vai bem em sua prova, enquanto Schneider está muito nervoso e não vai tão bem. O resultado de Lydia atrasa e todos pensam que ela pode ser reportada. Mas ambos passam na prova. Schneider está cuidado do neto de dois dos seus inquilinos e Penélope fica encantada pelo bebê. Ela, então, percebe que não quer ser mãe, novamente. Penélope e Max conversam sobre o assunto e ela diz que não quer ter filhos. Ele diz que pode abrir mão disso para continuar o relacionamento, mas ela não aceita, pois não quer priva-lo de ser pai. Eles terminam. Lydia não aceita o término e diz que Penélope não pode se cuidar sozinha. Ela diz que é um erro e as duas discutem. No dia seguinte, Penélope a encontra caída no chão do quarto.

Quase lá

Todos vão ao hospital para visitar Lydia após a cirurgia. Alex pinta suas unhas e conversa com a avó, enquanto ela está desacordada. O enfermeiro de Lydia diz que o horário de visitas está acabando, mas Penélope não aceita ir embora. Enquanto ela e os filhos vão comer, Berkowitz fica com Lydia no quarto. Ele bota uma música, enquanto conversa com ela e desabafa sobre o relacionamento dos dois. Penélope e Elena voltam e ficam desesperadas quando notam que Lydia está sem brincos. Elena conversa com a avó e chora. O enfermeiro, que estava no quarto sem ela saber, também chora. Schneider aparece com várias enfeites e luzes para colocar no quarto. Enquanto ele arruma, conversa com ela e se lembra de muitos momentos em que estiveram juntos. Penélope leva um padre para rezar por Lydia. Depois, ela conversa com a mãe e desabafa sobre as coisas ruins que já ouviu dela e dos momentos em que Lydia não a apoiou. Em seguida, ela começa a chorar e implora para que a mãe acorde. Em sonho, Lydia observa Penélope no quarto e Berto aparece. Os dois dançam, enquanto conversam. Ela pensa em partir, mas diz a ele que não está na hora e acorda. Já recuperada, ela, a família e Schneider vão à cerimônia de cidadania.

 

E você? O que achou da segunda temporada? Deixe seu comentário!

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.