Foi lançado recentemente o filme Pets Unidos!, nova animação chinesa/alemã/britânica que foi lançada em 2019 nos cinemas da China e, agora, desde 11 de setembro de 2020, tem seu lançamento mundial por meio da Netflix.

Confira o trailer logo abaixo:

Sobre o Enredo

O prefeito de Robôcity enlouqueceu e está planejando deixar a cidade ser dominada por robôs, expulsando todos os humanos. No desespero para deixar a cidade alguns animais de estimação são deixados para trás e Roger, um cão de rua, os liderará numa aventura pela sobrevivência.

O filme tem uma mensagem bonita sobre deixar os preconceitos de lado e proteger a natureza, mas seu desenvolvimento é pouco trabalhado. A previsibilidade nem é o maior problema, já que estamos falando de uma produção mais desconstruída, mas o humor não funciona muito bem, sendo poucas as cenas que realmente tiram uma risadinha e os diálogos muito teatrais.

Veja Também!  Resenha | Doentes de Amor (2017)

Além disso, Pets Unidos! chega a não ser tão envolvente, com alguns eventos muito rápidos, quase soltos na narrativa, por mais que incluíssem algumas passagens que deveriam ter mais importância para a trama. Falta um elo mais forte entre as partes.

Elenco e Personagens

Os personagens são bem caricatos, divididos entre as funções de serem cômicos, esnobes ou heroicos, quase nunca fugindo desse padrão. Mesmo assim conseguem se desenvolver de certa forma quando os domesticados se veem na mesma posição que os de rua, abandonados à mercê de sua própria coragem para sobreviverem a essa grande crise.

Resenha | Pets Unidos! (Original Netflix)

Bob, o robozinho emotivo, lembra em muito uma versão genérica do BayMax, tanto pela sua forma quanto por sua personalidade carinhosa, mas a quem a gente quer enganar? Ele também é muito fofo e provavelmente um dos pontos mais altos de Pets Unidos!

Na versão em inglês a voz mais conhecida é de Natalie Dormer, atriz conhecida pela saga Jogos Vorazes e que dubla agora a gatinha Belle. No Brasil a voz é de Carol Crespo, conhecida por dublar a Lady Gaga em Nasce Uma Estrela, dentre inúmeros outros projetos. As vozes combinam bem, num geral, mas nada memorável.

Veja Também!  Resenha | Lady Bird - A Hora de Voar (2017)

Direção e Técnicas de Animação

Talvez a principal falha do filme, mais que seu enredo, esteja na parte visual. Estamos muito acostumados com produções animadas ao nível Disney, Pixar e DreamWorks, ou mesmo o Illumination, que deu vidas ao semelhante Pets: A Vida Secreta dos Bichos (2016), então fica difícil não comparar a qualidade entre as obras.

O traço dos personagens é bonito, mas animação de Pets Unidos! é um tanto grosseira, como se tivesse passado por alguns problemas durante sua conclusão, a movimentação dos personagens não é sútil. As cenas escuras são as mais tristes, com um sombreamento estranho que não ficou agradável aos olhos.

Cenografia

A cenografia é bem construída, com uma ambientação muito interessante para essa cidade tecnológica, o que torna a exploração do filme bastante interessante. Entretanto, há alguns erros de falta de atenção como objetos que somem entre os cortes de cena ou mesmo espelhos que não refletem ao contrário — repare na pinta de Belle não mudando de lado quando ela se vê no espelho. Atenção aos detalhes é importante.

Veja Também!  Ficha Técnica | The Playbook: Estratégias para Vencer - 1ª Temporada (Original Netflix)

E aí, já viu ou vai ver Pets Unidos!? Conta pra gente nos comentários o que você achou dessa nova animação disponível na Netflix.

 


Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  
 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.