Finalmente os fãs puderam ter uma ideia real de como será a Batwoman da CW. Ruby Rose interpretará a heroína Kate Kane, que terá a própria série em 2019.

Isso acontecerá após uma “introdução” da personagem durante o crossover “Elseworlds” do Arrowverse. Nesse episódio teremos o The Flash, Arrow Supergirl se unindo e combatendo crimes em Gotham City.

A revelação do visual de Kate Kane coincide com a produção do crossover, que começa hoje em Vancouver. Esse traje novo, a propósito, foi criado pelo premiado figurinista Colleen Atwood.

Aqui, um símbolo de morcego vermelho está servindo como uma espécie de decote, que combina bem com o cabelo vermelho da Batwoman. O tom também é refletido no fundo de sua capa e em detalhes em torno de suas botas. Confira:

Veja Também!  Confira toda a ordem cronológica das séries da DC - Arrowverse

 

Ruby Rose foi atacada em suas redes sociais por haters depois de ser escalada como Batwoman, a primeira super-heroína LGBTQ+ da CW

Ruby Rose excluiu sua conta do Twitter, assim como bloqueou os comentários no Instagram. Isso aconteceu em agosto, depois de receber várias reações negativas quando foi escalada para o papel de Batwoman.

A atriz, que se identifica como Gender Fluid (Gênero Fluído – seu gênero pode fluir do masculino para o feminino), viu as redes sociais divididas após o anúncio da CW. Algumas pessoas ficaram emocionadas com Ruby como a personagem lésbica da DC, enquanto outras – especialmente alguns membros da comunidade LGBTQ – não aprovaram essa escolha do elenco.

Veja Também!  Ficha Técnica | O Código Bill Gates- 1ª Temporada (Original Netflix)

Antes de excluir sua conta, Rose se defendeu. Disse também que estaria dando uma pausa no Twitter para se concentrar no trabalho.

“Que merda é essa de ‘Ruby não é lésbica, portanto ela não pode ser Batwoman’? Isso foi a coisa mais engraçada e ridícula eu já li. Eu saí do armário quando tinha 12 anos. E nesses últimos 5 anos tive que ouvir ‘ela é muito lésbica’. Como se muda dessa forma? Eu não mudei. Eu adoraria que as pessoas apoiassem umas às outras e às suas jornadas.”

“Quando mulheres e minorias se unem são incontroláveis, mas quando se derrubam é muito mais doloroso do que qualquer outro coisa. Só que eu gosto de um desafio. Eu só gostaria que mulheres e os LGBT’s se apoiassem mais. Eu adoraria que todos fossem mais gentis e solidários uns com os outros. Envio a todos minha gratidão e meu amor. Tem sido uma montanha-russa ano, mas especialmente este mês”, disse Ruby Rose, em agosto, antes de excluir sua conta.

Veja Também!  SBT exibe 'Arrow' neste sábado (21/09)
 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.