Finalmente os fãs puderam ter uma ideia real de como será a Batwoman da CW. Ruby Rose interpretará a heroína Kate Kane, que terá a própria série em 2019.

Isso acontecerá após uma “introdução” da personagem durante o crossover “Elseworlds” do Arrowverse. Nesse episódio teremos o The Flash, Arrow Supergirl se unindo e combatendo crimes em Gotham City.

A revelação do visual de Kate Kane coincide com a produção do crossover, que começa hoje em Vancouver. Esse traje novo, a propósito, foi criado pelo premiado figurinista Colleen Atwood.

Aqui, um símbolo de morcego vermelho está servindo como uma espécie de decote, que combina bem com o cabelo vermelho da Batwoman. O tom também é refletido no fundo de sua capa e em detalhes em torno de suas botas. Confira:

Veja Também!  Friends | Confira séries parecidas com o famoso sitcom

 

Ruby Rose foi atacada em suas redes sociais por haters depois de ser escalada como Batwoman, a primeira super-heroína LGBTQ+ da CW

Ruby Rose excluiu sua conta do Twitter, assim como bloqueou os comentários no Instagram. Isso aconteceu em agosto, depois de receber várias reações negativas quando foi escalada para o papel de Batwoman.

A atriz, que se identifica como Gender Fluid (Gênero Fluído – seu gênero pode fluir do masculino para o feminino), viu as redes sociais divididas após o anúncio da CW. Algumas pessoas ficaram emocionadas com Ruby como a personagem lésbica da DC, enquanto outras – especialmente alguns membros da comunidade LGBTQ – não aprovaram essa escolha do elenco.

Veja Também!  Disney+ | Confira as estreias da plataforma de streaming

Antes de excluir sua conta, Rose se defendeu. Disse também que estaria dando uma pausa no Twitter para se concentrar no trabalho.

“Que merda é essa de ‘Ruby não é lésbica, portanto ela não pode ser Batwoman’? Isso foi a coisa mais engraçada e ridícula eu já li. Eu saí do armário quando tinha 12 anos. E nesses últimos 5 anos tive que ouvir ‘ela é muito lésbica’. Como se muda dessa forma? Eu não mudei. Eu adoraria que as pessoas apoiassem umas às outras e às suas jornadas.”

“Quando mulheres e minorias se unem são incontroláveis, mas quando se derrubam é muito mais doloroso do que qualquer outro coisa. Só que eu gosto de um desafio. Eu só gostaria que mulheres e os LGBT’s se apoiassem mais. Eu adoraria que todos fossem mais gentis e solidários uns com os outros. Envio a todos minha gratidão e meu amor. Tem sido uma montanha-russa ano, mas especialmente este mês”, disse Ruby Rose, em agosto, antes de excluir sua conta.

Veja Também!  Onde Assistir | Série Last Week Tonight with John Oliver Online
 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.