Steve McQueen nos entrega uma história e temática totalmente diferente de dois anos antes com Shame. Em 12 Anos de Escravidão o que vemos é a história de um crime cometido contra um homem que não pôde se defender.

O drama traz Chiwetel Ejiofor no papel de Solomon Northup, nossa vítima em questão. Enquanto tentava ganhar dinheiro e ajudar dois colegas artistas, o homem acaba sendo engado. Isso porque é embebedado e entregado a contrabandistas como um escravo. Dessa forma, ele segue uma jornada de 12 Anos de Escravidão longe de sua família e sem ter a justiça ao seu lado.

O que posso dizer do nosso protagonista é que ele foi simplesmente uma estrela. Vemos o tempo todo a angústia e a esperança esvaindo-se das feições de Chiwetel. Além dele, Lupita Nyong’o também nos entrega outra face da escravidão. A das negras que eram submetidas aos caprichos de seus senhores. Ambos trabalham de forma brilhante no filme.

Veja Também!  Hailee Steinfeld | Os melhores filmes da estrela em ascensão

12 Anos de Escravidão mostra um fato cruel

O roteiro é uma adaptação feita por John Ridley do livro homônimo do verdadeiro Solomon Northup. Apesar de ser uma história muito interessante, a disposição dos fatos mostra-se um pouco confusa no início do filme. Acredito que isso tenha se dado em razão da mistura entre passado, presente e futuro.

Já sobre a direção de Steve McQueen não há o que reclamar. A mentoria sobre os atores os cortes de cena, enquadramentos de câmera, tudo é muito bem feito.

12 Anos de Escravidão teve um trabalho de cenografia excepcional

Quando estamos vendo filmes que remetem a uma época passada, o trabalho de cenografia é algo muito importante. E, felizmente, somos transportados aos Estados Unidos do século 19 através do cenário e figurino tão bem trabalhados em 12 Anos de Escravidão. Realmente não há o que reclamar.

Veja Também!  Ficha Técnica | Uma Mulher Alta (2019)

Além desses dois elementos, a fotografia nos permite avaliá-los bem. Isso porque ela nos traz a visão do longa através de um enquadramento aberto. Ademais, a utilização de uma película de cores mais vivas dá um toque especial. É um trabalho lindo.

Sem dúvidas os Oscar’s de Melhor Filme, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Roteiro adaptado foram merecidos. 12 Anos de Escravidão é um filme muito bom e muito necessário.

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.