A quarta e última temporada da série brasileira Original Netflix 3% foi lançada em Agosto de 2020. O público vai encontrar 7 novos episódios. A série recebeu classificação indicativa de 16 anos.

Sobre o Enredo

A quarta temporada da série se inicia onde parou, continuando a terceira temporada. O público vai encontrar Michele (Bianca Comparato) de perseguir o sonho de um dos três fundadores de de Maralto e conceber a Concha ou uma terceira aglomeração utópica, tecnológica e super avançada, centrada na colaboração, mas sobretudo direccionada para remover o Processo.

Michele lidera o movimento de restabelecimento da paz e se instala dentro da Concha, estrutura que fica longe dos lugares dos episódios anteriores.

À frente da facção oposta, encontramos Marcela (Laila Garin), membro da família Alvarez, que lidera o Processo.

No final da 3ª temporada, Marcela é presa e trancada na Concha. As duas facções entram em confronto e o mesmo acontece com seus respectivos líderes. De um lado estão Michele, Marco (Rafael Lozano), Joana (Vaneza Oliveira), Glória (Cynthia Senek) e Rafael (Rodolfo Valente) e, do outro, Marcela e as tropas do Julgamento.

Esta temporada final será, portanto, cheia de reviravoltas, de ações agitadas para derrubar o poder e confrontos violentos para garantir um futuro pacífico.

Apesar de não poder contar mais com André (Bruno Fagundes), seu braço direito do exército do Maralto e um homem que estava sendo por ela manipulado, Marcela ainda tem alguém dentro da Concha que acredita nela: Glória, que tentará libertá-la na nova temporada.

Na parte oposta, o público irá encontrar, finalmente reunidos e de acordo, a Causa, que estabelece o plano de lançar o primeiro ataque para destruir o Maralto de uma vez por todas, usando um pulso eletromagnético, a mesma técnica que o Casal Fundador utilizou no Continente.

André, por sua vez, vai tentar comandar o Processo, ao mesmo tempo que entra em um conflito com sua irmã Michele. Durante a temporada, os irmãos irão seguir caminhos opostos, cegos por suas respectivas ideologias.

Elenco e Personagens

Na quarta e última temporada, pode-se notar que Michele se afasta como personagem principal. Em vez disso, Joana é o foco central de grande parte dos episódios.

Embora isso seja ótimo para o público e para a trama, porque a atuação de Vaneza Oliveira é excelente, o seu personagem parece acabar se perdendo em uma sub-trama, que envolve descobrir quem é sua mãe, mas isso  também nunca é resolvido.

Além disso, outro problema são os outros personagens que têm motivações oscilantes e acabam perdendo o foco da narrativa. Um exemplo disso é Glória, interpretada por Cynthia Senek, que parece não conseguir manter uma opinião firme.

O público irá poder conhecer melhor o aspecto psicológico de Marcela, André e Marco, interpretados respectivamente por Laila Garin, Bruno Fagundes e Rafael Lozano, que irão enfrentar os seus fantasmas do passado.

Direção e Fotografia

A direção da série é confiada a Cesar Charlone e Pedro Aguilera. Os dois trabalham em conjunto com a produção da Netflix Brasil.

O roteiro da última temporada refletem os conflitos crescentes, as tensões e as questões a serem resolvidas. Os episódios giram em torno disso.

Estilisticamente, a fotografia realiza um bom trabalho. 3% continua usando flashbacks para cada um dos diferentes personagens, visando contar um pouco ao público o passado de cada um deles e mostrar como eles chegaram até onde chegaram.

Os flashbacks já eram utilizados nas temporadas anteriores e continuar com eles na quarta temporada foi uma ótima escolha da direção.

As diferenças são perceptíveis na paleta cromática nessa quarta temporada. Como agora os episódios se concentram na Concha, percebe-se uma predominância de tons amarelados.

Cenografia e Figurinos

Os cenários de 3% foram sempre caracterizados, nas três primeiras temporadas, por serem bem pensados e construídos, sendo, por si só, um “personagem” da narrativa. Aqui, na última temporada, esse alto padrão se mantém.

Mas o público encontra, aqui, uma diferença: um cenário predomina sobre os demais: a Concha.

Na temporadas anteriores, acontecia uma alternância de cenários muito maior, o que não acontece aqui, na última.

Quanto aos figurinos, eles não sofrem grandes mudanças. Aqueles do exército do Maralto, como André, continuam com os seus trajes oficias e aqueles que eram mais pobres antes de chegarem à concha, como Joana, continuam com seus trajes simples.

E você, o que achou da quarta temporada de 3%? Conte pra gente!

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Veja Também!  American Gods | Data de estreia da 3ª temporada é divulgada

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.