A Noviça Rebelde é, sem dúvidas, um grande clássico e um dos maiores filmes já criados. É praticamente impossível alguém não ter ouvido falar dele, pelo menos, uma vez, ou conhecer uma de suas inesquecíveis e encantadoras músicas. Campeão de bilheteria e um dos filmes mais assistidos de todos os tempos, é baseado em um musical da Broadway, criado por Howard Lindsay e Russel Crouse, o qual foi adaptado da obra cinematográfica de 1956, A Família Trapp, e do livro The Story of the Trapp Family Singers, escrito pela verdadeira Maria Von Trapp. Sim! A Noviça Rebelde foi inspirado por uma história real, o que muitos não sabem. O filme foi muito criticado pela própria família Von Trapp, por modificar e romantizar demais a história. Mas fato é: se isso não tivesse acontecido, provavelmente o musical não teria sido esse grande sucesso e não seria um dos maiores clássicos do cinema.

No filme, a noviça Maria não consegue se adaptar muito bem às regras do convento, por isso a Reverenda Madre acha melhor afasta-la por um tempo, então a manda para trabalhar como governanta na casa da família Von Trapp, para cuidar das sete crianças do viúvo Capitão Georg. Provavelmente por conta do luto pela perda da esposa (já que antes, segundo as crianças, ele era bem diferente), é um homem extremamente rígido e educa os filhos de maneira bem severa. Maria chega para mudar a vida de todos ali e trazer o amor e a música de volta àquela casa.

Para ser bem sincera, não consigo achar um único defeito nesse filme. Tudo é simplesmente sensacional, do início ao fim. A Noviça Rebelde tem uma energia maravilhosa e passa mensagens de amor, esperança, perseverança e muito otimismo. Apesar de suas quase 3 horas de duração, a obra não se torna cansativa nem arrastada, em momento algum. Na verdade, tudo parece acontecer bem rápido e fluir de uma forma muito natural. Até mesmo a forma como a personalidade do capitão Von Trapp se transforma: assim que Maria traz a música e a alegria de volta à casa, ele passa a ser um pai muito mais presente e amoroso. O roteiro é simples, mas trabalhado de forma brilhante. A questão do Nazismo e do Anschluss (anexação da Áustria à Alemanha Nazista) é retratada de uma forma simples, o suficiente para compreendermos um pouco do momento em que o filme se passa, sem tirar a leveza deste.

Veja Também!  5 filmes que se passam na natureza

A fotografia é uma das melhores partes da obra: as paisagens de Salzburg e dos Alpes austríacos são belíssimas. As cores e a iluminação naturais as realçam ainda mais e deixam a fotografia exuberante. A integração entre personagens e cenários é perfeita. Nas cenas exteriores, em que há música, por exemplo, as lindas vozes e as coreografias dão um destaque ainda maior para o cenário e vice-versa. A cena inicial, em que Maria canta, enquanto caminha pelas montanhas, é uma das mais bonitas da obra, não apenas pelo cenário belíssimo e de tirar o fôlego, mas também por conta da lindíssima voz de Julie Andrews, que é tão maravilhosa quanto a paisagem.

A direção não erra em momento algum: tudo é trabalhado de uma forma impecável, até mesmo as coreografias, e principalmente, as cenas com as crianças. A maneira como as canções são colocadas é ótima, porque, muitas vezes, acontece quando o espectador menos espera. Não é como em grande parte dos musicais, em que há música quase o tempo inteiro e de forma repetitiva. A trilha sonora é simplesmente maravilhosa, todas as músicas são lindas e muito bem cantadas. Trazem ainda mais beleza ao filme. São canções que ficaram eternizadas no cinema e no coração de quem assistiu o filme. Quem nunca assistiu ou não se lembra, provavelmente já ouviu falar ou conhece a música Dó-Ré-Mi. Ou até mesmo já a cantou sem ao menos saber sua origem! A Noviça Rebelde, certamente, não se tornaria a obra-prima que é sem essas canções incríveis e inesquecíveis.

Veja Também!  Resenha | Gantz: O (2016)

Mais ainda: não seria o que é sem as atuações maravilhosas e memoráveis. O elenco é simplesmente sensacional. Christopher Plummer (Capitão Von Trapp) consegue transmitir muito bem a grande mudança de seu personagem, que deixa seu lado sério e severo para dar lugar a um homem terno e amoroso. As crianças também estão ótimas: apesar de só Liesl ter realmente destaque, todas conseguem se destacar por conta própria e chamar a atenção, graças ao carisma que cada uma tem. Quem não acha Gretl a coisa mais fofa do mundo? E Marta? Como não rir com as travessuras que eles aprontam? São personagens muito cativantes! A Reverenda Madre, interpretada por Peggy Wood, tem um papel fundamental no filme e está muito bem também. Sua personagem passa, ao mesmo tempo, muita leveza e força. Mostra que devemos lutar pelo que queremos e nunca fugir dos nossos problemas.

Veja Também!  Cinema | Estreias da Semana (19/09)

Eleanor Parker e Richard Haydn (Baronesa e Max, respectivamente) estão muito bem em seus papéis: ele como o alívio cômico e ela como a “vilã” da história, sem deixar cair no estereótipo. E o que falar de Julie Andrews? A maior estrela do filme e uma das maiores atrizes do cinema mundial. Nem parece que A Noviça Rebelde foi um de seus primeiros filmes. Ela está simplesmente perfeita! Seu trabalho é maravilhoso, tanto atuando quanto cantando. É um trabalho encantador e inesquecível. Não tem como não se encantar pelo que ela faz. Seu carisma e talento são inegáveis. A sua voz é realmente sensacional. Além disso, Andrews tem muita química com as crianças e Plummer. O amor entre esses personagens é muito bonito e os atores passam muita veracidade.

A Noviça Rebelde é um filme inesquecível. Até hoje, é reverenciado, homenageado e serve de referência para muitas outras obras. E sempre será assim, porque é atemporal, nunca se desgasta nem envelhece. É daqueles filmes que você pode assistir muitas e muitas vezes, sempre será como se fosse a primeira vez. É um dos filmes mais belos e bem feitos já criados. Ele nos mostra que nunca devemos desistir dos nossos sonhos e objetivos, que devemos sempre lutar e acreditar. É uma obra para ficar eternizada na memória de todos que a assistem. E quem ainda não assistiu, não deveria perder mais tempo!

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.