A Ocasião Faz o Ladrão, ou Henry’s Crime em inglês (O crime de Henry, em uma tradução literal), traz um protagonista de peso. Keanu Reeves interpreta um homem tímido e passivo que trabalha num pedágio. E são essas as características que o filme leva para sua direção e roteiro.

Henry é preso injustamente por uma suposta participação em um assalto. Sem conseguir provar sua inocência, ele precisa cumprir a pena. Então, ele conhece Max (James Caan) na cadeia, uma mente criminosa brilhante. Lá, eles decidem cometer o crime que o rapaz não cometeu: roubar um banco.

Para que ele consiga isso, precisa se infiltrar em uma peça de teatro, cujo local possui um túnel que leva até seu destino final. É aí que ele conhece Julie (Vera Farmiga), uma atriz que é o completo oposto de Henry, mas por quem ele acaba se apaixonando. Ela é extrovertida, expansiva e demonstra suas emoções com intensidade.

Veja Também!  Grey's Anatomy | 5 mortes mais emocionantes da série

A Ocasião Faz o Ladrão é previsível

Quando pensamos em um filme sobre a organização de um “crime perfeito”, pensamos numa narrativa tensa, interessante e que envolve o espectador. Porém, A Ocasião Faz o Ladrão é um tanto quanto confuso no seu gênero. A direção pacata de Malcolm Venville e o roteiro de Sacha Gervasi, David N. White e Stephen Hamel flutua muito entre comédia, drama e romance. Sem dúvidas não é como os filmes que geralmente vemos com o mesmo tema.

Além disso, é um longa de narrativa muito previsível. As coisas levam para um único fim e isso pode tornar a experiência um tanto quanto morna. Não é o tipo de filme que nos faz querer vê-lo novamente por dias e dias.

Veja Também!  Ficha Técnica | Democracia em Vertigem (Original Netflix)

O visual do filme transmite a mesma sensação de todos os outros elementos

O filme é calmo, lento e tímido, assim como Henry. Tudo isso é transmitido para sua fotografia, que não traz nenhum jogo de câmera que gere admiração. Ademais, figurino e cenário também são simplesmente normais.

O elenco traz dois nomes mais famosos, que são Keanu Reeves e Vera Farmiga. Ambos demonstram excelência em seus papéis. Mas Henry não é um protagonista que cativa muito, infelizmente. Afinal, o filme traz uma reflexão muito boa sobre como ocorre a construção das relações entre diferentes pessoas, de diferentes personalidades. Os dois atores passam muito bem essa dualidade.

Enfim, o filme é bom, mas se perde um pouco em sua proposta. Quando falamos em protagonistas tímidos, é sim um risco a se correr uma vez que ele pode cair no erro de ser representado de forma muito desinteressante. E isso infelizmente acontece com A Ocasião Faz o Ladrão. Existem personagens com as mesmas características de Henry que cativam completamente o espectador.

Veja Também!  Marvel | 5 personagens que foram desperdiçados

Já assistiu ao filme? O que você achou?

 
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.