Filme francês de 2019 que chegou ontem ao catálogo da Netflix, A Prima Sofia tem classificação indicativa para maiores de 16 anos e conta com 1h30 de duração. O filme já se encontra no top 10 de títulos da plataforma.

Enredo de A Prima Sofia

O filme conta a história de Naïma (Mina Farid), uma jovem de Cannes que acabou de completar 16 anos e entrar no seu período de férias de verão. Férias essas que ficam marcadas pela chegada de sua prima Sofia (Zahia Dehar), que está morando em Paris e acabou de perder sua mãe.

Ambas saem para se divertir, ir à praia e fazer outros tipos de programas, quando Sofia conhece dois homens em um iate, levando Naïma consigo para os encontros com o misterioso André (Nuno Lopes) e seu amigo Philippe (Benoît Magimel). Dessa forma, a jovem logo percebe como Sofia banca seu estilo de vida com roupas e acessórios caros. Porém, começa a se atrair pela forma como a prima vive.

Veja Também!  Raya e O Último Dragão | Assista ao trailer dublado da animação!

O filme começa sem contexto e termina sem ir a lugar nenhum, assim como Sofia, que aparece de repente na casa de Naïma e some sem deixar explicações. Porém, não há história de fato a ser contada, não há contexto, não há drama real e é, na verdade, um completo tédio.

Vemos 1h30 do envolvimento de Sofia com Andre, a forma como Naïma fica confusa com tudo, até mesmo uma insinuação de uma atração sexual da garota por sua própria prima após vê-la tendo relações com André, uma insinuação de envolvimento romântico da garota com Philippe e a brecha de que ela escolheria seguir os passos de Sofia. Porém, não tem dinâmica na história e muitos diálogos e cenas são muito desnecessários.

Elenco e Personagens

Sofia (Zahia Dehar), com todo o seu charme, deveria ser uma personagem mais envolvente, carismática. No entanto, parece que o filme fica restrito apenas à sua sexualização, mostrando pouco da sua personalidade. Naïma (Mina Farid) por sua vez também parece estar apenas como espectadora. Ela não possui carisma algum e não cativa o público a querer saber mais sobre ela ou sobre seus desejos e medos.

Veja Também!  Resenha | Rebecca - A Mulher Inesquecível (Original Netflix)

Não é culpa das atrizes, pois parece que fizeram apenas o que foi pedido para ser feito dentro do roteiro e pela direção. Mas a sensação é de que realmente não há sequer a possibilidade do público de criar vínculo com as personagens.

Direção e Fotografia de A Prima Sofia

A direção do filme é de Rebecca Zlotowski, que conseguiu sim trazer um ótimo enquadramento de câmera, apesar de ainda vermos a insistência de planos detalhes desajeitados e focados principalmente na sexualização de Sofia.

Por fim, a fotografia é bem opaca e soturna, auxiliando na sensação de lentidão que o filme tem. Arrisco dizer até que estimula uma certa sonolência.

Cenografia e Figurinos

A cenografia mostra as belas praias e orlas de Cannes, na França, além dos locais caros frequentados por Sofia. Já os figurinos trazem roupas mais reveladoras para a jovem, que revelam uma confiança da mesma quanto ao seu corpo, e, para Naïma, roupas que seriam usadas por uma garota de 16 anos qualquer.

Veja Também!  Ficha Técnica | The Alienist - 2ª Temporada (Original Netflix)

E então, o que você achou do filme? Conta pra gente nos comentários!

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

5 COMENTÁRIOS

  1. Uma porcaria. Um componente (por falta de um nome melhor) pornográfico muito proeminente, que pega muito tempo do filme, e uma história sem pé nem cabeça. Naima é uma personagem de fisionomia inexpressiva, e no geral o “drama” é desinteressante.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.