O diretor Robert Rodriguez chega aos cinemas com Alita: Anjo de Combate, uma adaptação do mangá Battle Angel Alita. Porém, o grande nome atrelado ao filme, que o marketing divulga e reforça, é de James Cameron. Dispensando apresentações, diretor que, simplesmente, tem em seu currículo as duas maiores bilheterias de todos os tempos, Avatar e Titanic, está como produtor e um dos roteiristas. Essa união entre cineastas de mundos diferentes traz uma boa surpresa para os cinemas em 2019.

Alita: Anjo de Combate marca a maturidade de Robert Rodriguez na direção.

O enredo se passa em 2563, onde acompanhamos a jornada da ciborgue Alita (Rosa Salazar), encontrada no ferro velho por Dyson Ido (Christoph Waltz), um médico cibernético que consegue reativá-la e adota como filha.  Ao acordar, a protagonista não se lembra de seu passado.  Durante essa jornada, ela se descobre uma máquina de combate que necessita entender seu propósito. Os outros nomes que compõem o elenco se alternam entre atores menos conhecidos como Keean Johnson, que na trama vive o humano Hugo, e estrelas como Mahershala Ali (ganhador do Oscar por Moonlight), que interpreta o empresário Vector.

O filme marca a Maturidade do Robert Rodriguez na direção e uma sintonia visual entre o estilo e a visão do diretor com uma adaptação de um mangá. Alita é um projeto antigo de Cameron que, devido ao primeiro Avatar e a sequência, ele foi obrigado a dispor de outro diretor. Rodriguez possui uma origem cinematográfica muito diferente de Cameron. Ficou conhecido pelos seus filmes de orçamento pequeno e, de certa forma, trash, como Machete kills. Também entre os destaques de sua carreira estão os filmes da série Pequenos Espiões, que lida muito bem com publico infantil, e os dois filmes da adaptação da história em quadrinhos “Sin City” de Frank Miller.

A escolha para dirigir Alita: Anjo de Combate se deve aos filmes da obra de Frank Miller. O próprio Cameron já teceu elogios sobre Sin City de como foram utilizados os cenários digitais de maneiras organizada e estilizada. Devido sua mão estilística e o próprio visual preto em branco, luz estilizada, em seus dois filmes, na época do lançamento, se discutiu sobre o próprio ato de adaptar uma história em quadrinhos. O estilo de Rodriguez é ideal para o visual de uma adaptação de mangá feita por hollywood. Mesmo que, em relação a Sin CityAlita: Anjo de Combate não seja tão estilizado, podemos notar elementos inerentes ao visual cyberpunk e do gênero do mangá presentes nos cenários, alguns planos quase estáticos que lembram uma ilustração, bem evidente na personagem principal.

As feições de Alita e principalmente seus olhos remetem ao traço dos mangás.  Um dos grandes atrativos é as cenas de ação, que junto com os efeitos especiais são, tecnicamente, bem elaborados. Pela direção de Rodriguez e pelo envolvimento da equipe de Cameron. Além da parte técnica, a própria construção das cenas de luta é como uma adaptação das dinâmicas presentes e um anime. Pelos personagens envolvidos, na maioria das vezes, serem quase completamente digitais há uma total liberdade de criação.

Essa jornada, da protagonista, em busca de se descobrir e ao novo mundo de 2563 também são realizadas pelo público. Acompanhar as reações da ciborgue a sabores de alimentos é tão interessante quanto o aprendizado da ciborgue durante as suas batalhas. Isso só é possível, devido o carisma da personagem e pela caracterização. Todos os efeitos sobre o rosto da atriz Rosa Salazar, principalmente sobre os olhos, que dão um estilo muito semelhante aos traços característicos dos mangás. No primeiro momento, parece que Alita sofre do mesmo problema de outros personagens muito fortes em relações a seus adversários, como o que ocorre em algumas adaptações do herói Superman. Entretanto, a protagonista é levada a situações de risco real e as batalhas em que, claramente, ela está mais favorável do que seus inimigos, servem mais para a sua descoberta do que para um perigo para a Alita. Outro ponto bem desenvolvido é o emprego de personagens próximos a Alita colocados em situações de perigo, gerando uma ameaça mais palpável. O filme perde um pouco na história de romance, por se desenvolver de maneira que vire algo incondicional rapidamente.  Apesar de não ser um grande problema, por ser coerente com a personagem, inocente e se entrega de maneira única pelos outros e no que faz, e com a trajetória de amadurecimento que ela enfrenta.

Pela sua perda de memoria, Alita faz a ponte entre esse novo mundo e o público, um recurso não inovador mais bem aplicado. O filme é bem sucedido em estabelecer em poucos minutos os principais personagens e o universo em que a ciborgue está inserida. O inicio do filme leva o espectador a desenvolver expectativas sobre o enredo e alguns personagens. Essas expectativas são rapidamente quebradas, tornando esse mundo mais interessante, violento e não tão dicotômico.

Próximo do fim do filme, o numero de acontecimentos aparenta ser maior e talvez um pouco corrido. O que não chega a ser um problema, por causar mais cenas de ações e situações em que a protagonista tem que se provar mais. É pouco provável que haja uma sequência pelo desempenho nas bilheterias (mesmo estando na liderança, os números não são tão expressivos em relação aos outros anos no mesmo período, e para o custo da produção. Além que o filme está com dificuldades para estrear no mercado chinês). O final, apesar de ficar aberto a uma sequência, é eficaz. Há o fechamento do principal arco da protagonista de se descobrir e ter um proposito, mesmo que isso não seja o caminho mais fácil.

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Os Livros Mais Vendidos de Hoje: https://amzn.to/3nfT3tC
Roupas com Estampas Geek: https://amzn.to/38ykhrx
Quadros e Placas Decorativas Geek: https://amzn.to/3kjL8JR
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.