Ama-me é um filme turco de drama, dirigido e roteirizado por Mehmet Ada Öztekin e estrelado por Sarp Akkaya, Songül Öden, Ercan Kesal. O filme é uma produção original Netflix e foi lançado na plataforma dia 19 de novembro de 2021.

Enredo de Ama-me

Em Ama-me, Sedat é um guarda penitenciário em Konya, que recebe a tarefa de levar um dos prisioneiros, Musa, para sua cidade natal. O presidiário, atormentado por tudo aquilo que precisou deixar para trás, buscava reatar os laços com sua filha. Todavia, uma tragédia acontece com a jovem e Musa não descansará até descobrir porque sua filha foi morta.

A narrativa segue uma estrutura tradicional, onde mescla passado e presente através do depoimento de Sedat à polícia turca, sobre o desenrolar da visita de Musa. Ainda assim, a história consegue ser pouco previsível e conta com uma reviravolta bastante interessante. No final das contas, o filme prende a atenção, do seu jeito, mas prende.

No embalo para diversificar o catálogo, a Netflix continua fazendo grandes produções estrangeiras, a da vez foi um tanto inesperada pois tem tudo para ser um drama batido e sem graça, mas surpreende dentro da proposta e apresenta uma atmosfera envolvente o suficiente para fazer o público assistir até o fim.

O problema é que o filme tem duas horas de duração e pouca história para contar, então acaba demorando para desenvolver algo interessante, acaba ficando um tanto quanto maçante e cansativo, mas vale a pena o público dar uma chance.

Elenco e personagens

O destaque do elenco é Sarp Akkaya, o ator que ficou conhecido por interpretar um pai autista no polêmico O Milagre da Cela 7, muito popular no Brasil. Estrelando esse filme, ele teve a oportunidade de mostrar mais ainda seu talento para o drama, entregando algo que o público fã do gênero tanto deseja que é a boa condução da trama.

Os outros personagens são extremamente monótonos, o arco não é bem desenvolvido e na verdade o público sente que nem tem o que se desenvolver, deixando um buraco na trama.

Direção e fotografia

A direção apostou em um jogo de câmera que deixasse mais ainda dramático, com um foco maior no rosto e nas expressões dos personagens.

A fotografia é até um pouco granulada, predominando cores como marrom claro e baixo contraste.

Cenografia e figurino

A cenografia foi bem trabalhada, com um bom leque de cenários mesclando externos e internos.

Os figurinos não tem grande destaque.

E você já assistiu Ama-me? Conta para mim nos comentários!



Experimente o Telecine por 30 dias grátis! Clique e confira!
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.