O que talvez tenha sido mais surpreendente na 6ª temporada de American Horror Story foi sua simplicidade.

É verdade que as complicações tendem a acumular-se à medida que as temporadas vão acontecendo, mas a premissa, desta vez, casou-se com experimentações formais com um tipo de emoção visceral (talvez literal) que seria difícil de confundir.

O episódio inicial de “My Roanoke Nightmare”, com Lily Rabe (Shelby) e Andre Holland (Matt), começa com o casal falando diretamente para a câmera sobre sua vida antes e depois da compra de uma minúscula casa de fazenda nos bosques.

Antes, eles estavam correndo para escapar do trauma de um ataque aleatório na rua que fez Shelby abortar. Depois, vieram outros tipos de “ataques”. A história deles é recontada como uma espécie de documentário do Discovery Investigation, o que dá um ar “criminal” e obscuro ao enredo.

Veja Também!  Resenha | A Lenda de Tarzan (2016)

Um dos problemas da abordagem do estilo documentário é que ela automaticamente suga a tensão do que estamos assistindo. Mas esse nem é um problema tão sério aqui.

American Horror Story traz inovação e ainda consegue manter o ritmo

O que vendeu a 6ª temporada de American Horror Story não foi o dispositivo de enquadramento ou os detalhes do “tema” – o que parece estar relacionado aos eventos na “colônia perdida” Roanoke.

O lento aumento do perigo enfrentado por Matt e Shelby é algo fora de qualquer “tema”. É também mais importante do que a notícia do elenco. Elenco que, nos últimos anos, tem sido a principal reivindicação do programa.

A introdução de um terceiro personagem, a irmã viciada em recuperação de Matt, adicionou um novo tom. Agora se tem uma maneira diferente de reagir ao terror sem muitas subtramas.

Veja Também!  Dia do Palhaço | 10 filmes protagonizados por palhaços

American Horror Story consegue ser despojada e focada mesmo depois de anos. Sempre com novos personagens, configurações e temas introduzidos de maneira suave. Tem intensidade criativa, tem rigidez na narrativa.

 

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.