Após várias críticas positivas em sua primeira temporada, a série de comédia e romance francesa Amor Ocasional estreia sua segunda temporada, trazendo ao público seis episódios de aproximadamente 25 minutos. Apesar da curta duração, ela consegue contar uma história com algumas subtramas.

Sobre a Série

Elsa está vivendo um romance, porém vem escondendo isto de suas amigas. Com a desculpa de que viajou para Buenos Aires, passa quatro meses ao lado de seu amado. Após este tempo, é contratada por uma empresa e volta a conviver com os amigos. As mentiras continuam a rondar o relacionamento de amizade e o relacionamento amoroso em que ela se encontra, culminando com muitos problemas para ela e quem está ao seu redor.

Ao começar um novo empreendimento, Elsa acaba trabalhando com Max, seu ex-namorado, que ainda é apaixonado por ela. Vendo uma oportunidade de unir os dois, Charlotte e Emilie tentam ajudar ele e decidem que o empreendimento será feito para ajudar a empresa de Charlotte.

Enquanto isso, o relacionamento de Emilie e Antoine não tem sido muito bom, apesar de o casamento estar próximo e o bebê estar bem. Os dois acabam se questionando se vale a pena continuar um relacionamento que aparentemente não tem salvação. Já Charlotte, também está com azar no amor e nas finanças, temendo perder seu empreendimento.

Veja Também!  Onde Assistir | Filme Klaus online

Entre o medo de assumir um novo relacionamento e precisando conviver com seu ex, Elsa fica constantemente perdida em seus sentimentos. Julio (ou Jules), assim como a protagonista, está tentando uma nova carreira, mas o passado pode assombrar sua vida, tornando difícil seu relacionamento com sua amada.

Sobre a Temática

Acredito que a série equilibra bem a questão dos relacionamentos da protagonista, tanto amoroso quanto amizade. De uma forma divertida e com um roteiro de certa forma acelerado, visto que a série é bem curta, ela consegue mostrar a que veio e desenvolver algumas tramas e subtramas, como o relacionamento de Emilie e Antoine, que tem um bom destaque.

Como já é de praxe nas produções de comédia romântica, pessoas e situações para atrapalhar o casal feliz surgirão aos montes, mas a pessoa que mais deixará o relacionamento difícil é a própria Elsa. Se na primeira temporada as mentirosas da série eram Emilie e Charlotte, nesta temporada, Elsa mostrará que também é boa no assunto.

Um detalhe que me incomodou bastante foi como ela conduzia suas mentiras e como desdenhava da amizade com suas amigas. Primeiro, por esconder que ainda estava em Paris e segundo por dizer em certo momento que não iria mais vê-las. Porém, quando estão juntas, percebemos que o carinho entre elas é grande… E as confusões também.

Veja Também!  Ficha Técnica | Go! Festa Inesquecível (Original Netflix)

É claro que se formos pensar, faltaram vários detalhes e as tramas ficaram bastante rasas, mas dado o tempo que a série tem, seria difícil não ser diferente. Algumas questões ficaram sem respostas, então pode até ser que uma terceira temporada seja feita, porém se não for o caso, acredito que a série teve um bom final.

Sobre o Elenco

Jules (Marc Ruchmann) está um pouco apagado nesta segunda temporada. A mesma coisa acontece com a maioria dos homens desta série. Os que têm maior destaque são Antoine (Syrus Shahidi) e Max (Guillaume Labbé), que conseguem desenvolver alguns conflitos durante os episódios. Quanto ao elenco feminino, as três tem grande destaque. Confesso que simpatizo muito com a personalidade e o jeito de ser de Charlotte (Sabrina Ouazani), que é divertida e atrapalhada. Elsa (Zita Hanrot) é bastante confusa em seus sentimentos, porém a atriz consegue atrair o público e se destaca pelo carisma, enquanto Emilie (Joséphine Draï) parece mais séria. As três atrizes, Zita, Sabrina e Joséphine, conseguem conduzir a série bem e encantar o público.

Veja Também!  Netflix | Mo'Nique, atriz comediante, está processando a plataforma por discriminação

Cenografia, Fotografia e Figurino

Um detalhe desta produção criada por Noémie Saglio, Julien Teisseire e Chris Lang me chama bastante a atenção, eles conseguem mostrar uma Paris mais real, que foge do imaginário do expectador, que quando pensa na cidade da luz, logo vem a cabeça a Torre Eiffel, Museu do Louvre, entre outros. Porém, não deixam de mostrar lugares lindos. É tão bonito ver Julio andando de bicicleta pelas ruas, ver a marina onde se encontra um belo barco e até mesmo um bar em que os personagens cantam em um Karaokê.

A fotografia traz belas paisagens, com uma imagem bastante agradável e viva, apesar de em alguns momentos ficar meio escura. O figurino apresentado pelos personagens é algo normal, porém bonito e jovial.

Já assistiu a segunda temporada de Amor Ocasional? Conta pra gente o que achou!

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.