Este drama original da Netflix é, na verdade, a adaptação de uma série de livros. Seguindo a vida da jovem Anne Shirley (Amybeth McNulty), Anne with an E faz um ótimo trabalho ao retratar a história de Lucy Maud Montgomery.

Anne é uma pré-adolescente órfã que já passou por algumas famílias e encontra-se atualmente em um orfanato. Isso porque sua antiga tutora, que a mantinha em casa apenas para ajudar a cuidar de seus filhos, precisou devolvê-la uma vez que seu marido faleceu.

Na outra ponta, temos Marilla e Matthew Cuthbert (Geraldine James e R. H. Thomson, respectivamente), dois irmãos já idosos que pensam em adotar um menino para ajudar nos afazeres da fazenda de Green Gables. Decididos a fazer tal ato, eles pedem que o orfanato lhes envie um garoto, mas, por conta de um mal entendido, Anne vem em seu lugar.

Veja Também!  Resenha | Barra Bravas (Original Netflix)

Após muita relutância e lutas por conta da permanência de Anne, a garota acaba ficando com os Cuthbert, que contratam um menino francês para ajudar na fazenda.

Anne with an E traz críticas, mas, ao mesmo tempo, a temática teen

Anne with an E traz a história de uma menina sonhadora, que encontrou nos livros e nas ficções uma fuga para os terrores que vivia nos orfanatos e casas por onde passou. Além de retratar a adaptação dos Cuthbert para com Anne, a série também retrata como a garota se comporta na nova sociedade em que está inserida.

Sociedade esta que repudia completamente sua tendência visionária e seus diálogos muito extensos. Além de trazer os problemas comuns da adolescência, como a menarca e o primeiro amor da garota.

Com criação de Moira Walley-Beckett, o show traz a amizade à tona constantemente. A importância que Anne dá a ela e como se comporta diante disso.

Veja Também!  Resenha | Crianças Lobo (2012)

Apesar de ser falado em “temática teen”, Anne with an E é completamente diferente do que vemos em outras séries do mesmo tipo. O roteiro de Kathryn Borel é bem construído e traz diálogos e reviravoltas complexas.

Sobre o visual da série

A fotografia do seriado é um espetáculo. Os campos abertos da Ilha do Príncipe Eduardo, local onde se passa a história e onde é filmada, são muito bonitos. Com uma película clara e vívida junto à um enquadramento aberto, tal paisagem é muito bem aproveitada. Já no quesito cenário e figurino, ambos também merecem elogios. Retratam muito bem a época.

O elenco de Anne with na E é extremamente competente

Apesar de ser um elenco bem novo em sua grande maioria, o trabalho é muito competente. Amybeth McNulty nos entrega uma Anne intensa. A garota que fala pelos cotovelos e age com total emoção em grande parte do tempo. Definitivamente o papel lhe caiu bem.

Veja Também!  Ultras | Veja o trailer do novo filme brasileiro da Netflix

Para admirar tais ações, temos Lucas Jade Zumann no papel de Gilbert Blythe, “ineteresse” amoroso de Anne. O garoto trabalha muito bem pois realmente consegue passar em suas expressões a sensação de estar apaixonado por Anne.

Geraldine James e R. H. Thomson também fazem um ótimo trabalho com Marilla e Matthew. Todo o elenco conseguiu trazer para a telinha as essências dos personagens dos livros.

A série é um verdadeiro espetáculo visual. Além disso, traz um time muito eficiente nas atuações. O roteiro é repleto de lições morais e críticas à sociedade. Definitivamente você precisa colocar ela em sua lista.

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.