Beastars: O Lobo Bom é o mais novo anime Original Netflix da plataforma. Juntando-se a vários outros títulos, a obra é uma produção inspirada no mangá de Paru Itagaki.

Sobre o enredo de Beastars: O Lobo Bom

O anime tem uma premissa bem simples. Aqui, temos um mundo em que animais com características humanoides tentam viver em harmonia, mesmo que isso signifique colocar presas e predadores no mesmo ambiente. Se parecer familiar, é porque lembra um pouco Zootopia da Pixar, mas é apenas o básico da construção narrativa, o título mostra-se bem original.

A originalidade entra no arco principal da história. Nosso protagonista, Legoshi, um lobo, tem seu melhor amigo, Tem, uma alpaca, morto de forma brutal dentro da escola frequentada por ambos. A partir daí, começamos a ver que a história toma a sua forma verdadeira: a de crítica.

Beastars: O Lobo Bom teve seu roteiro assinado por Nanami Higuchi e traz muito da reflexão quanto à sociedade real, que, assim como no anime, é repleta de desigualdades, injustiças, preconceitos, bullying, entre tanta outras coisas. Porém o pecado aqui é que a obra se perde justamente no desenvolvimento de sua problemática inicial, a morte de Tem.

Elenco e dublagem

O trabalho da reflexão e da crítica também se dá muito presente na construção dos personagens. Legoshi é um lobo cinzento, um predador nato, mas tenta reprimir isso de uma forma muito dura, o que pode ser visto até na sua expressão corporal. Já o outro destaque vai para Haru, uma personagem que constrói uma feminilidade fora do que é esperado, o que incomoda até mesmo os personagens da trama, fazendo com que ela sofra muito preconceito. Isso tudo porque a coelha é uma fêmea sexualmente ativa, porém a série se perde no desenvolvimento dela.

Além disso, a dublagem também é um ponto muito positivo para Beastars: O Lobo Bom. A Netflix acertou em cheio na encomenda das dublagens e a brasileira, em específico, foi muito bem feita.

Direção e Técnicas de Animação

Por fim, temos a direção nas mãos de Shinichi Matsumi, que trabalhou de forma excelente. A animação conta com imagens lindíssimas e o estúdio Orange, que ficou responsável pela execução da animação, conseguiu prezar pelos traços da autora do mangá, mesmo que a obra seja em 3D.

E então, o que você achou de Beastars: O Lobo Bom? Conta pra gente nos comentários!


Inscreva-se no nosso canal
 
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.