Passaram-se apenas 32 dias de 2019, mas Natasha Lyonne nos presenteou como uma das séries de TV mais atraentes, inteligentes e satisfatórias de 2019: Boneca Russa.

Co-criada e co-escrita pela estrela do Orange Is The New Black com Leslye Headland, essa série é o tipo de entretenimento instigante e ambicioso que merecemos.

Confira Também! Ficha Técnica | Boneca Russa (Original Netflix)

E mesmo tendo apenas oito episódios por enquanto, o mistério central impulsiona Boneca Russa. É aquele tipo que exige ser desembrulhado, uma camada de cada vez, daí o título.

Lyonne interpreta uma mulher chamada Nadia, com voz rouca e mais do que sensual. Ela carrega muitas cicatrizes emocionais e em um ponto até convida as pessoas a adivinharem se ela é uma pessoa ruim.

Ela não é aquele tipo de personagem principal que é imediatamente uma heroína. Mas no redemoinho de neuroses, defensiva e esperta, ela é muito compreensível, mesmo que seu ex a chame de “o abismo”.

Na noite de sua festa de aniversário, Nadia é atropelada por um carro e morta. Ela fica estirada na rua, com o pescoço quebrado, toda destruída, mas então, acontece a reviravolta, se assim se pode dizer.

Boneca Russa traz questionamentos fundamentais do ser humano

Sua linha do tempo reinicia e ela se vê encarando o espelho do banheiro de Maxine (Greta Lee). É como se Nadia estivesse inserida em um loop do tempo, só que ele não reinicia no final do dia. É redefinido toda vez que ela morre. E ela morre muito.

De início, Nadia está decidida a resolver o mistério de sua prisão perpétua. Ela fica imaginando se o baseado que ela fuma está levando-a a alucinar suas repetidas mortes.

Mas, em um dado momento, ela conhece Alan (Charlie Barnett), outra alma presa no mesmo ciclo. A história realmente entra em ação quando começa a fazer perguntas existenciais sobre a relatividade do tempo e da moralidade.

Estamos sempre condenados a cometer os mesmos erros? Cada um de nós, mesmo em nossos cronogramas lineares, está revivendo uma espécie de ciclo? Isso seria graças à nossa bagagem emocional, traumas e injustiças que infligimos às nossas famílias e amigos?

Certamente não é uma coincidência que cada vez que ela reinicia, Nadia é obrigada a confrontar sua própria imagem no espelho.

Boneca Russa está interessada em tudo isso e muito mais. Está empacotada em um drama cômico agudo e mordaz com diálogos excepcionalmente bem escritos, perspicazes e muitas vezes cáusticos.

Confira Também! Ficha Técnica | Boneca Russa (Original Netflix)

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Os Livros Mais Vendidos de Hoje: https://amzn.to/3nfT3tC
Roupas com Estampas Geek: https://amzn.to/38ykhrx
Quadros e Placas Decorativas Geek: https://amzn.to/3kjL8JR
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.