Califado é uma série sueca da Netflix, dos gêneros drama e suspense, dirigido por Goran Kapetanovic. Tem classificação de 16 anos e estreou dia 18 de março.

Enredo

A produção se passa na Síria, aonde conhecemos a corajosa Pervin, e na Suécia, aonde estão a policial Fatima e a adolescente Sulle. A ameaça de um ataque terrorista no país europeu conecta os caminhos dessas três mulheres, e muda completamente suas vidas. Com o único objetivo de fugir da Síria e retornar à Suécia, Pervin aceitar dar informações sobre o ISIS a Fátima, para que a polícia sueca consiga impedir um ataque terrorista no país. Enquanto isso, alguém está recrutando garotas suecas para serem enviadas ao Estado Islâmico.

Elenco e Personagens

Sem dúvidas, as atuações são a melhor parte da série, seu ponto mais forte. Os atores trabalham muito bem e elevam bastante a qualidade da produção. Apesar de grande parte ter uma importância enorme para o desenvolvimento da história, a série se concentra nas três protagonistas. Pervin é uma mulher muito corajosa e determinada. Vive com o marido e a filha pequena na Síria, mas tudo que ela deseja é escapar e retornar ao seu país: a Suécia. Para isso, ela pede ajuda a uma conhecida, Dolores Costa, que a apresenta à policial Fatima, a única pessoa que pode ajudá-la a fugir. Mas há uma condição: a oficial a pressiona para receber informações acerca do Estado Islâmico e do iminente ataque terrorista que eles estavam planejando. Pervin se arrisca a todo momento, enganando o marido e diversos homens muito perigosos. A atriz faz um excelente trabalho, sua interpretação é absolutamente crível. Faz uma construção de personagem muito bem feita. Pervin consegue conquistar o espectador, que torce até o final pela sua fuga.

Fatima é uma agente da cidade de Estocolmo, capital da Suécia. Ao saber do possível ataque do Estado Islâmico, ela fará de tudo para impedi-lo. Muito ambiciosa e corajosa (até demais), ela enfrentará pessoas poderosas e perigosas para conseguir seu objetivo. Sua grande coragem, algumas vezes, a atrapalha mais do que ajuda. A atriz manda muito bem e cria uma personagem muito realista e crível.

Sulle é uma adolescente comum, que tem a vida transformada ao conhecer o novo monitor da escola, Ibrahim Haddad. Ela vem de uma família de refugiados e se interessa bastante pelo Islamismo. É uma menina determinada e de muita coragem, que enfrenta a todos, inclusive o próprio pai, para conseguir o que quer. As mudanças que a personagem sofre são intensas e muito críveis. A atriz faz uma grande atuação e, mesmo tão nova, consegue segurar muito bem um papel tão pesado e difícil. As três atrizes têm as melhores atuações da série e conseguem sustentar muito bem a carga dramática dessas personagens. Com muito pouco, elas conseguem passar muito e emocionar demais.

Direção e Fotografia

No geral, a direção vai bem, apesar de alguns erros que, por sorte, não incomodam muito e, sem prestar atenção, podem até passar despercebidos. A fotografia não é tão boa, mas funciona bem e colabora bastante para o clima de suspense e tensão contínuo. Está sempre em tons frios e escuros. O roteiro, apesar de ser um pouco confuso, em alguns momentos (mas nada que incomode), é muito bem construído. A história é muito crível e as tramas das personagens chamam bastante a atenção. Foram muito bem pensadas e escritas. A narrativa é fluida e muito dinâmica. O ritmo é muito acelerado, o que é perfeito para uma série desse gênero. A atmosfera de suspense é muito bem trabalhada, há tensão todo o tempo, parece que algo ruim pode acontecer a qualquer momento. Califado consegue prender o espectador e deixá-lo apreensivo, do início ao fim.

Cenografia e Figurino

Os cenários variam entre Estocolmo (Suécia) e Ar-Raqqah (Síria). A maior parte das cenas acontece na casa de Pervin e Husam (seu marido), na delegacia aonde Fátima trabalha e na casa de Sulle. Também mostram bastante as ruas de Estocolmo e Raqqah. Os figurinos variam entre roupas de frio (como casacos, calças e jaquetas) e hijabs, niqabs e burcas.

Sobre a série

Apesar de alguns pequenos erros, Califado é uma excelente série, com grandes atuações e um ótimo roteiro. É uma obra pesada, com temas muito polêmicos, e que, por isso, deve ser assistida com cuidado. Fala sobre fé, religião, extremismo, abuso físico e verbal, estupro e muitos outros assuntos que geram debates calorosos. Apesar de não ter cenas gore e de violência gráfica, é uma série que choca demais e pesa bastante emocional e psicologicamente. Não sabemos se terá uma segunda temporada, mas esperamos que sim, até porque seu final deixou algumas brechas para uma possível continuação.


Inscreva-se no nosso canal
 
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

9 COMENTÁRIOS

    • Nem me fale… to chorando até agora… ;–; a única personagem com quem realmente estava meu <3… A mais corajosa, honrada e compassiva de todas, que abdicou da primeira chance de salvar a si e seu anjinho para ajudar uma adolescente egoísta e fútil! de partir o coração em mil pedaços…

  1. Serie muito boa que relata bem a questão do recrutamento de jovens para o islã.
    Impressionante como entram na cabeça das pessoas. A Pervin deu um show, queria que ela tivesse tido um final melhor. Assistiria novamente.

    • Pelo que entendi, ele queria que os terroristas fossem preso em flagrante, pois assim teriam uma pena maior. Caso eles fossem preso ainda no trâmite dos atentados seria encaixado como “tentativa de terrorismo” o que daria poucos anos de prisão, logo eles estariam soltos e dariam ainda mais trabalho para polícia.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.