Carta ao Rei é a mais nova série com cenário medieval da Netflix. Já foi disponibilizada em seu catálogo em 20 de março de 2020 e tem Wiliam Davies como showrunner. Além disso, seu elenco principal é composto por Amir Wilson, Ruby Serkis, Gijs Blom, Jonah Lees, Islam Boaukkaz, Thaddea Graham, Nsthnael Saleh, Jack Barton entre outros nomes, ademais, há a participação curta de Andy Serkis.

Enredo de Carta ao Rei

Após o sucesso de The Witcher e o vácuo deixado por Game of  Thrones, a Netflix decidiu investir em uma série para outra faixa etária, mas será que a série conseguiu cumprir a sua proposta?

O show conta a historia de Tiuri (Amir Wilson), que está prestes a se tornar um cavaleiro. Porém, acaba recebendo a missão de um guerreiro a beira de sua morte de entregar uma carta ao rei de Unauwen. Em sua jornada, acaba parando em um vilarejo onde encontra Lavinia (Ruby Serk). É nessa sequência em que a participação de Andy Serkis acontece. Além disso, a série é baseada em um livro holandês chamado Tonke Dragt.

Príncipe Viridian (Gijs Blom) é o filho do rei de Unauwen que, além de ser obcecado por uma profecia, sabe o conteúdo da carta e acaba não querendo que ela chegue ao seu pai. Com isso ele tenta impedir Tiuri a todo custo. Incumbido por Viridian, Sir Fantumar, manda o grupo de jovens, que estava prestes a se tornar cavaleiros juntos com Tiuri (Amir Wilson), para caçá-lo.

A série não perde tempo com histórias que não somam a narrativa. Devido a isso, ela possui um ritmo rápido e objetivo, o que acaba sendo um ponto positivo.

Elenco e Personagens

A construção dos personagens é boa. Isso porque não sabemos o passado dos personagens além de Tiuri e Lavinia. Mas o seu tempo de tela é suficiente para sabermos suas personalidades e suas funções, mesmo não sendo lá muito originais. Além disso, o antagonista, apesar de não ser muito incomum, ainda é um tipo bem interessante, o tipo de vilão que acha que é herói, porém, diferentemente de Thanos por exemplo, o ator mantém um rosto frio e sem emoção. Enquanto isso, Thanos, expressa emoções como dor, amor, felicidade, mesmo que talvez não sejam verdadeiras. Mas Viridian (Gijs Blom) não. Em geral, o elenco possui atuações razoáveis, sem destaques, mas sem atuações realmente ruins.

Direção e Fotografia de Carta ao Rei

A direção, na maior parte da série, é executada corretamente, por exemplo, nas cenas de ação e na coerência das suas cenas. Entretanto, os efeitos visuais acabam chamando atenção infelizmente do jeito ruim. Mas o grande defeito da série é sua luta final extremamente anti-climática.

A fotografia, quando se trata de planos gerais mostrando paisagens, colinas e até mesmo castelos, acaba sendo impecável. A coloração, na maior parte da série, tende para o verde, isso por causa dos campos, da grama, as árvores, e, em ambiente fechados, as cores tendem mais ao amarelo e ao laranja.

Cenografia e Figurinos

A cenografia mostra muito bem a época a ser retratada, que é a medieval, e a série faz muito bem isso com seus castelos, fortalezas, vilarejos entre outros cenários. Os figurinos, assim como a cenografia, mostram bem sua época com armaduras, algibeiras, botas, casacos entre outros.

E você? O que achou da nova série da Netflix? Conta pra gente nos comentários.


Inscreva-se no nosso canal
 
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.