Lançado em 2019, Celeste e Jesse para Sempre é um filme de drama e romance dirigido por Lee Toland Krieger e estrelado por Rashida Jones (The Office) e Andy Samberg (Brooklyn Nine-Nine).

Sobre o Enredo

Celeste está ascendendo profissionalmente e Jesse continua desempregado. Eles se casaram muito jovens, mas começam a enfrentar problemas de dessemelhança que esfria o relacionamento e os levam a um divórcio.

Jesse ainda é apaixonado por ela, mas tenta seguir em frente com a sua vida após ser dispensado tantas vezes. Com o passar do tempo, Celeste logo irá perceber que ainda o ama, mas pode ser tarde demais para voltar atrás.

Resenha | Celeste e Jesse para Sempre (2012)

Elenco e Personagens

Andy Samberg sempre interpreta personagens carismáticos, e não seria diferente com Jesse — apesar do clima mais dramático dessa narrativa. Ele é um rapaz bobo e tranquilo, que coloca suas emoções acima das obrigações, mas que se vê em uma situação em que precisará amadurecer muito rápido.

Veja Também!  Ficha Técnica | História de um Casamento (Original Netflix)

Por outro lado, Celeste, a personagem de Rashida Jones, amadureceu muito cedo e agora, aos 30 anos, está cansada do peso de suas responsabilidades, incluindo seu marido. Ela precisa relaxar, mas não sabe como e acaba tomando uma série de escolhas precipitadas das quais irá se arrepender ao longo do filme.

O longa já começa com os dois vivendo separados, mas prosseguindo com a sua amizade colorida, em respeito a todos os anos em que viveram juntos — e também pelo conformismo, acostumados com a presença um do outro. O filme gira em torno das mudanças que esse relacionamento enfrentará, seguindo por um caminho melodramático.

Resenha | Celeste e Jesse para Sempre (2012)

Humor do Filme

E o principal apelo do filme está justamente em sua mistura de humores, no contraste entre um personagem bobo com uma mal-humorada, com um fio narrativo que segue por um desfecho infeliz, mas ao mesmo tempo consegue entregar cenas brincalhonas.

Veja Também!  Ficha Técnica | Crime sem Saída (2019)

Nesta montanha-russa de emoções, o longa ganha o público por sua semelhança com a vida real. 

Cenografia e Figurinos

Seus figurinos não são extravagantes e tampouco parecem bem-pensados, entregando o típico “peguei a primeira roupa que vi no guarda-roupa” de adultos cansados e desiludidos com a vida.

Entretanto, a sensação de descaso é mera ilusão: tudo isso faz parte de um projeto muito bem elaborado para fazer com que os personagens, em cenários e situações tão típicas do cotidiano de qualquer casal, brilhem justamente por se parecerem tanto com pessoas reais.

Direção e Fotografia

O filme pode ter um enredo bastante clichê, abordando as dificuldades de um relacionamento, mas aborda tudo de forma muito realista, trabalho creditado a Rashida Jones e Will McCormack em seu adorável roteiro. Tudo fica ainda melhor com a direção de Lee Toland Krieger, uma obra de arte.

Veja Também!  Resenha | Namorado de Natal - 1ª Temporada (Original Netflix)

O filme tem uma paleta de cores bem escura e é pouco iluminado, acompanhando a dramaticidade da trama e enfatizando suas emoções. Sem exageros, tudo é trabalhado na medida certa para um filme romântico clichê, mas que não deixa de lado o apelo emocional.

Trilha Sonora

A trilha sonora é uma produção a parte, com músicas de Lily Allen e The Levines que conversam perfeitamente com a narrativa. “Às vezes eu gostaria que pudéssemos fingir / Mesmo que apenas por um fim de semana / Então vamos lá, me diga / Esse é o fim?“, canta Allen em Littlest Things, que resume todo o filme.

E você, o que achou de Celeste e Jesse para Sempre? Deixe seu comentário!

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.