Sinopse: 1891. Um ano após o suicídio de Vincent Van Gogh, Armand Roulin (Douglas Booth) encontra uma carta por ele enviada ao irmão Theo, que jamais chegou ao seu destino. Após conversar com o pai, carteiro que era amigo pessoal de Van Gogh, Armand é incentivado a entregar ele mesmo a correspondência. Desta forma, ele parte para a cidade francesa de Arles na esperança de encontrar algum contato com a família do pintor falecido. Lá, inicia uma investigação junto às pessoas que conheceram Van Gogh, no intuito de decifrar se ele realmente se matou.

O filme, que foi todo pintado por um grupo de mais de 100 artistas e está indicado ao Oscar na categoria de melhor animação, é um delírio para os amantes de arte e os fãs do pintor holandês. A recriação das pinturas do artista somado aos personagens criados com base em um elenco de atores reais feitos no estilo artístico do pintor é uma homenagem impressionante e se torna um deleite de assistir e viajar junto com o filme.

O roteiro é interessante e engajante para aqueles que tem algum conhecimento prévio da vida de Van Gogh e impressiona por sempre colocar em dúvida a forma como o pintor morreu, o que muitas vezes pode soar um pouco como teoria da conspiração pela maneira como é sempre reiterado na trama.

Portanto, o filme se torna uma viagem pela vida de um artista cuja vida foi conturbada e marcada por momentos tidos como “lunáticos” e se torna um experiência interessante para o telespectador comum e uma experiência extremamente surpreendente e satisfatória para os fãs e conhecedores do artista e de seu acervo, que passam o filme procurando seus quadros preferidos e as personalidades da vida do pintor holandês.

Ainda que a “teoria da conspiração” de que o artista não se suicidou se torne um pouco repetitiva na trama, o filme é imperdível pela inovação estética de um filme todo pintado, em que você enxerga as pinceladas e os movimentos e impressiona por trazer vida e ritmo para obras antes estáticas.

Gostou do Filme? Deixa nos comentários!

Resenha de Cinéfilo Carioca

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here