O lançamento finlandês, Deadwind, está na Netflix há quase uma semana e já ocupa seu lugar entre as séries de drama criminal, chegando a ser comparado com a produção de 4 temporadas The Killing. Começando do começo, falemos das personagens.

A detetive Sofia Karppi (Pihla Viitala), protagonista, perdeu o marido há dois meses, e com uma enteada adolescente e um filho pequeno, decide voltar a trabalhar. O novo parceiro designado a ela é Sakari Nurmi (Lauri Tilkanen), um homem de comportamento refinado e mulherengo. Eles recebem o caso de Anna Bergdahl (Pamela Tola), cujo corpo foi encontrado enterrado na orla de uma propriedade da construtora Tempo, para a qual ela prestava consultoria.

Com a sobrecarga familiar e conflitos pessoais, Sofia lida com a rigidez de seu superior e sua própria cobrança para fazer justiça, chegando a quebrar regras e arriscar muito por seguir sua intuição.

Veja Também!  Onde Assistir | Reality Show Hyperdrive online

Em acordo com a temperatura do país, várias cenas filmadas no espaço externo apresentam neve e um céu nublado. Talvez por essa tonalidade cinzenta e também pelas músicas de fundo marcantes é que se dê a semelhança da série iniciante com o drama policial de 2011, protagonizado por Mireille Enos, que interpretava também uma detetive ao lado de seu parceiro investigando o assassinato de uma garota.

Para além de qualquer comparação, Deadwind é sem dúvidas uma boa estreia para a representação finlandesa na Netflix.

Gostou da série? Deixe seu comentário!

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
Veja Também!  Saiba tudo sobre a 3ª temporada 13 Reasons Why
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.