Dezessete, filme espanhol, foi um dos destaques de estreias da Netflix nesta sexta-feira, 18 de outubro. Com muito drama, boas atuações e mensagens inspiradores, é um filme muito bom para ser visto anto sozinho como em família.

O filme acompanha a vida de Hector, um garoto de quinze anos que está em um centro de detenção e reintegração juvenil por ter cometido diversos crimes, incluindo invasão e roubo. Aos 17 anos, Hector já realizou 20 tentativas de fuga, mas algo está prestes a mudar em sua vida.

Dezessete, uma saga de amadurecimento

Hector foi um jovem que sofreu muito em sua vida. Criado longe dos pais e sem interesse por seu irmão mais velho, só amava a sua vó, que está em estado terminal, e tudo o que fazia era para garantir o seu bem – sem pensar nas consequências.

Mesmo no instituto, o rapaz não se abria muito para novas experiências: ele vivia isolado, evitando o bullying que sofria dos demais adolescentes, e não gostava de interagir com ninguém. A única coisa que fazia era ler e decorar o Código Penal. Seu único amigo era um livro de direito.

Veja Também!  The Witcher | 2ª temporada da série é confirmada

Sociabilidade é importante

Um raio de esperança surge em sua vida quando se aproxima de um cachorro. Virando seu amigo e cuidando dele uma vez por semana, em uma parceria entre um abrigo local e a casa de detenção. Pela primeira vez em muito tempo Hector foi realmente feliz. Entretanto, quando o cão é tirado dele, suas crises voltam mais fortes do que nunca.

Hector tem agora a missão de fugir do instituto, recuperar seu cachorro e voltar para os braços da avó, para enterrá-la de forma digna, como ela merece. Seu irmão o ajudará nessa jornada, mas nada disso será fácil – principalmente para Ismael, o irmão, que irá ter uma experiência de vida completamente diferente.

Nota extra para os cachorros

Filmes com animais sempre são emocionantes. Eles não são os protagonistas dessa narrativa, mas carregam papéis importantes que vão muito além de serem somente criaturas fofinhas que tiram “awn” e “own” do público. Ao longo do filme, diversos cachorros cruzarão o caminho de Hector, e cada qual mancará sua vida de um jeito diferente.

Assim como os personagens humanos, nós, espectadores, também nos apaixonamos pelos cachorrinhos. Se você é um amante de animais, dificilmente não criará apego por estes que passam pela trama, e em poucos minutos de filme já começará a se questionar sobre o que acontecerá com eles, emocionando-se com suas próprias narrativas, que lentamente ganham força dentro do roteiro detalhado – e muito bem escrito.

Veja Também!  Confira 5 filmes curtos para assistir na Netflix

Resenha | Dezessete (Original Netflix)

Atuações ótimas

Biel Montoro (Hector) e Nacho Sánchez (Ismael) são excelentes atores. O filmes é daqueles que necessitada de uma boa carga dramática para fazer o efeito esperado no público, e estes astros do cinema espanhol conseguiram realizar o feito com grandeza.

Em nenhum momento o filme é demais: tanto o enredo como as atuações são muito bem balanceadas, pesando para o emocional, mas sem cair em excessos que poderiam tornar a história cansativa. Muito pelo contrário, o filme até apresenta alguns momentos divertidos, com piadas naturais ou situações cômicas que tiram um pouco de seu peso e acrescentam um alívio muito bem recebido.

Mensagens para toda a vida

A trama carrega, ainda, mensagens inspiradoras que podem ser levadas para toda a vida. A história central de Dezessete é passada em cerca de três dias, o que pode parecer pouco ou deixar o longa corrido, mas cada segundo é bem utilizado para mostrar como, e em quão pouco tempo, uma pessoa pode amadurecer e se tornar alguém melhor.

Veja Também!  Disney+ | Confira as estreias da plataforma de streaming

Isso vale não só para Hector, que aprende a controlar suas crises, a amar e confiar, mas também para seu irmão, que ganha uma lição de vida da pessoa que menos esperaria que pudesse ter algo a lhe ensinar. A dupla consegue mostrar que, contra tudo o que cresceram imaginando, conseguem sim ser bons irmãos.

Resenha | Dezessete (Original Netflix)

Vale a pena assistir Dezessete

O filme é lindo. Pode parecer uma afirmação clichê, mas essa é a verdade. Não é o tipo de produção feita para te fazer chorar, mas se você se identifica com alguma das situações apresentadas na trama, provavelmente sentirá um pesinho a mais no coração – que logo se transformará em um alívio e, quem sabe, felicidade.

Dirigido por Daniel Sánchez Arévalo, Dezessete está disponível na Netflix – e você precisa assistir agora mesmo.

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

6 COMENTÁRIOS

  1. O trailer deu a entender que haveria muita interação com o cachorro (tive interesse por isso)…. maaaassss frustrante. O cachorro aparece no início depois nunca mais. Sem graça e sem sal…. mas os atores são realmente bons. Nao indico para quem quer assistir filme com cachorro.

  2. Filme incrível, muito inteligente, atores então, difícil descrever, eu simplicidade adorei, talvez quem estava acostumado com Thanos e companhia, não tenha a sutileza necessária para embarcar nessa linda história.

  3. Filme incrível, muito inteligente, atores então, difícil descrever, eu simplicidade adorei, talvez quem esteja acostumado com Thanos e companhia, não tenha a sutileza necessária para embarcar nessa linda história.
    Obs:nada contra filme de heróis, mas esse filme vai sim um pouco além do que o afegão médio pode captar.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.