Doentes de Amor é um filme de comédia romântica lançado em 2017 e que conta com um relacionamento interracial, não muito comum no gênero. A direção é de Michael Showalter e o longa é estrelado por Kumail Nanjiani e Zoe Kazan.

Enredo de Doentes de Amor

O filme conta a história de Kumail, interpretado pelo Kumail Nanjiani, que é um comediante paquistanês morando no ocidente e tentando levar uma mais perto da cultura onde está morando agora. Portanto, ele acaba se envolvendo uma universitária branca, a Emily (Zoe Kazan). Eles passam a ter um relacionamento do tipo amor intenso e a se descobrirem como pessoas dentro de sua relação.

No entanto, a diferença cultural acaba sendo um problema uma vez que a família de Kumail não aceita o relacionamento. Porém, quando Emily é acometida por uma doença grave e precisa ficar em coma induzido, o rapaz passa a desenvolver-se individualmente a aprender com os pais da própria garota que certas diferenças podem não ser um empecilho tão grande assim.

Veja Também!  Resenha | Alguém tem que morrer (Original Netflix)

O roteiro é do próprio Kumail e parece uma autobiografia, porque ele interpreta a si mesmo. E é legal ver a forma como o filme, mesmo estando dentro de um gênero completamente saturado, conseguiu se reinventar. Ele traz situações diferentes, mais reais e consegue aplicar a comédia muito bem, principalmente nos dois primeiros atos do filme.

Elenco e Personagens

Kumail é um personagem que lembra a Devi de “Eu nunca...” da Netflix. E digo isso pelo fato de ambos serem de culturas de povos marrons e compartilharem do mesmo sentimento: o de afastamento da própria cultura. É claro que é sempre bom buscar as próprias experiências, mas com ambos o que acontece é um certo repúdio em alguns momentos. Por fim, é bem interessante ver como o personagem tem um crescimento nesse ponto.

Veja Também!  Resenha | Em Defesa de Jacob - 1ª Temporada (Original Apple TV+)

Emily é bem calorosa, intensa e engraçada, e a atuação de Zoe foi uma das mais naturais de sua carreira. É fácil nos ligarmos a ela e sentirmos empatia, ela é a parte romântica e clichê do filme.

Dois personagens um pouco desnecessários ao meu ver foram os amigos de Kumail, mas foi o único erro nesse ponto. Isso porque inclusive os pais dele e os de Emily tiveram uma participação extremamente significativa e bem desenvolvida na trama.

Direção e Fotografia de Doentes de Amor

A direção é de Michael Showalter e é bem simples para falar a verdade. Não tinha muito o que fazer em um filme que traz a comédia como principal. A montagem das cenas é simples e o enquadramento também.

Por fim, a fotografia é clara, vibrante e quente como em qualquer filme do gênero. Isso ajuda a manter o clima leve na obra.

Veja Também!  Ficha Técnica | Star Wars: Episódio IV - Uma Nova Esperança (1977)

Cenografia e Figurinos

A cenografia é bem simples, temos a casa de Kumail, o hospital, a casa dos pais do comediante e outros locais comuns. E, assim como os cenários, os figurinos seguem essa linha bem moderna, com as roupas usadas pelos jovens hoje. Porém, um adendo é que as roupas da cultura de Kumail também são mostradas, então vemos os belos tecidos, vestidos, saias e blusas usadas por seu povo.

E então, o que você achou de Doentes de Amor? Conta pra gente nos comentários!

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.