Duelo no Asfalto é um filme norueguês de ação/comédia, dirigido por Hallvard Bræin e protagonizado por Anders Baasmo. É a continuação dos filmes Rápidos e Perigosos (Børning) e Rápidos e Perigosos 2 (Børning 2). Estreou na Netflix no dia 02 de janeiro e tem classificação de 12 anos.

Enredo

Roy é uma lenda das pistas de corrida norueguesas e está a prestes a se casar com sua noiva, Sylvia. Tudo parece perfeito, mas a chegada de Robin, uma antiga amiga da mulher, pode botar tudo a perder. Ela o desafia para uma corrida e quem ganhar, ficará com Sylvia. Como diz seu amigo, Roy deverá pilotar com muito amor para conseguir recuperar sua amada. 

O roteiro é muito simples e bem escrito, tem um bom desenvolvimento. Mesmo que a história não chame tanto a atenção, o roteiro ainda consegue prender o espectador, com a ajuda de personagens irreverentes e bem divertidos. A narrativa é fluida e bem dinâmica, do começo ao fim. É realmente difícil desgrudar os olhos da tela.

Elenco e Personagens

Este é um dos pontos mais interessantes do filme. As atuações não são tão boas, mas os personagens são cativantes e muito engraçados. Roy (Anders Baasmo) é um homem corajoso e determinado, que não desistirá tão facilmente de reconquistar sua noiva — mesmo que tudo tenha acontecido após um próprio vacilo seu. Apesar de Baasmo fazer um bom trabalho, Roy não é um personagem muito interessante, tampouco cativante. Ele conquista a torcida do espectador mais por conta de sua boa química com os outros atores. Quando eles estão juntos, rendem cenas simplesmente hilárias. 

Nybakken (Otto Jespersen) e Doffen (Sven Nordin) são, sem dúvida, os maiores destaques do filme. Ambos têm boas atuações e uma ótima química. Suas cenas juntos são super engraçadas e as mais divertidas do longa.

Direção e Fotografia

A direção faz um bom trabalho, tanto com os atores quanto nas cenas de corrida, que são muito bem feitas. Aliás, o filme já deixa claro, desde o início, que as corridas são feitas por pilotos profissionais. Apesar disso, a cena da perseguição policial ao carro de Roy não é nem um pouco realista, beira o ridículo. Mas não se sabe se isso foi realmente escolha do diretor, afinal o filme é recheado de exageros. Estes que são bem divertidos, na maior parte do longa. A cena com a senhora no restaurante é absurda e incrivelmente hilária.

A fotografia é outro destaque: colorida e em tons bem quentes, utilizando-se muito de luz natural também, é realmente muito bonita. Essa beleza fica ainda mais evidente durante as corridas, nas quais o espectador é apresentado a paisagens belíssimas. 

Cenografia e Figurino

Grande parte das cenas acontece na estrada, já que Roy e seus amigos viajam da Noruega à Alemanha, para a corrida. O espectador é “presenteado” com muitas paisagens diferentes e muito bonitas. Há algumas cenas em uma oficina e a cena final na pista de corrida. O figurino é composto, principalmente, por jaquetas. Quase todos os personagens usam essa peça de roupa o filme inteiro. Há, também, o uniforme da polícia e as roupas do casamento.

 

E você? Já assistiu Duelo no Asfalto? Conte pra gente o que achou!!

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Experimente o Telecine por 30 dias grátis! Clique e confira!
Os Livros Mais Vendidos de Hoje: https://amzn.to/3nfT3tC
Roupas com Estampas Geek: https://amzn.to/38ykhrx
Quadros e Placas Decorativas Geek: https://amzn.to/3kjL8JR
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.