Lançado em 1965, o livro Duna, escrito por Frank Herbert, já havia rendido uma adaptação para os cinemas em 1984 e, agora, um remake foi lançado nos cinemas. Mas será que vale a pena conferir a nova versão do clássico? 

Confira o trailer logo abaixo:

Enredo

Duna conta a história de um jovem brilhante que ainda está descobrindo seu lugar no mundo, mas cujo destino está além de sua compreensão. Para garantir o futuro de seu povo, ele viaja até o planeta mais perigoso do universo e arriscará sua vida em terras distantes enquanto aprende sobre as culturas de outros povos.

Inspirado no livro de Frank Herbert, Duna terá dois filmes para contar todos os eventos da obra literária. O problema é que isso fez com que o primeiro longa, que tem 2h30 de duração, fosse muito parado e, quando você acha que as coisas vão começar a ficar mais animadas, acaba. A promessa é de que a continuação seja mais empolgante, embora ainda sem previsão de estreia.

Duna - Trailer

Elenco e Personagens

O filme é protagonizado por Timothée Chalamet (Me Chame Pelo Seu Nome), que tem o maior tempo de tela do longa-metragem e, de fato, carrega a história nas costas ao interpretar Paul Atreides, um personagem bem mito do herói, mas que ainda consegue cativar apesar dos clichês.

No entanto, se você está pensando em ver o filme por Zendaya (Euphoria), talvez seja melhor ficar em casa: a diva tem uma participação minúscula no filme, apesar do longa ter deixado margem para a personagem dela, Chani, se tornar muito mais importante no segundo filme da franquia.

Outros nomes de peso complementam o elenco, com o carisma de Jason Momoa, o talento de Rebecca Ferguson e a força de Oscar Isaac, dentre mais nomes.

Resenha | Duna (2021)
Duna (Divulgação/Warner Bros,)

Direção e Fotografia

A direção é de Denis Villeneuve, que já fez ótimos filmes como A Chegada (2016) e Blade Runner 2049 (2017) e, de fato, entregou mais um excelente trabalho em Duna, que conta com efeitos especiais incríveis e muita inteligência para lidar com as inúmeras cenas cheias de areia.

A única crítica fica para as cenas noturnas. Algumas são tão escuras que chega a ser difícil de enxergar o que está acontecendo no filme, bem ao estilo do que rolou na temporada final de Game of Thrones.

Resenha | Duna (2021)

Cenografia e Figurinos

Para um filme de ficção científica a cenografia sempre é muito importante, e Duna tem grande êxito em sua missão de passar para as telas todo um universo literário. Seja nas cenas desérticas ou nas grandes e rústicas construções que, ao mesmo tempo, esbanjam luxúria, o cenário é todo bem pensado e executado.

Os figurinos poderiam passar despercebidos neste longa, mas ganham destaque conforme uma das peças mais vestidas pelos personagens é um traje extremamente tecnológico com funções úteis para seu desempenho, embora a lógica por trás de seu funcionamento não seja esclarecida no longa. Os trajes de gala também são muito belos.

Resenha | Duna (2021)

O que achou de Duna? Conta pra gente nos comentários!



Experimente o Telecine por 30 dias grátis! Clique e confira!
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.