O documentário/curta-metragem E pluribus unum: O Sonho Americano relata sobre um tema bem recorrente nos últimos tempos: a imigração nos Estados Unidos.

Em geral, 1 a cada 5 imigrantes optam por tentar melhorar suas expectativas de vida em solo americano; no solo governado por Donald Trump.  São 34 minutos de emoção que nos envolve de uma maneira ímpar, ao mostrar quem são as pessoas que largam tudo para trás para viver o sonho de crescerem financeiramente e pessoalmente.

Não é segredo que a visão que a população mundial tem dos EUA é de que o país oferta as melhores oportunidades financeiras. E não é mentira. A questão é que ninguém imagina a obscuridade que se pode encontrar do outro lado da fronteira.

Veja Também!  Netflix | Descubra 5 dramas sobre culinária asiática

E pluribus unum: O Sonho Americano mostra que não é só por dinheiro que as pessoas escolhem esse país para viver. Os motivos são inúmeros e vão desde perseguição política, até sonhos de casamento.

Essas emocionantes histórias são contadas “por alto” através do documentário. Mas, também, pudera, pois são apenas 32 minutos disponíveis. No entanto, a produção atentou para os detalhes mais importantes. Isso não deixou lacunas nem falhas, pelo contrário. Talvez uma extensão pudesse deixar tudo muito maçante.

E pluribus unum: O Sonho Americano é um documentário emocionante, mas que só mostra um lado da moeda

Podemos notar certa predileção por mostrar o lado receptivo e hospitaleiro dessa, que é uma das maiores potências do país. É quase como se moldassem o curso das coisas para mostrar somente o lado bom. Ponto negativo, uma vez que sabemos que não é bem assim.

Veja Também!  Resenha | Cities of Last Things (Original Netflix)

E pluribus unum: O Sonho Americano em si é bom, instigante e nos entretém de uma forma bacana. O problema é que percebemos, pelos relatos daqueles que conseguiram alcançar seus objetivos, que muita coisa é mascarada e não temos noção, não temos dimensão de quantos sofrem vivendo em um país estranho, às custas de um governo que contradiz sua Constituição.

 

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.