Em Defesa de Jacob é uma minissérie de mistério lançada em 24 de abril de 2020. A direção é assinada por Morten Tyldum e seu elenco é composto por Chris Evans, Michelle Dockery, Jaeden Martell entre outros nomes.

Enredo de Em Defesa de Jacob

Em Defesa de Jacob acompanha a história de Andy Barber, um promotor de justiça que assume o caso de assassinato de um jovem de quatorze anos que estudava junto com o seu filho, Jacob (Jaeden Martell). No entanto, toda a dinâmica familiar é virada de cabeça para baixo quando todas as evidências apontam para Jacob. Consequentemente, o rapaz se torna o principal suspeito do caso.

O ritmo da minissérie varia bastante, pois, na investigação de fato, o ritmo é bastante acelerado. Contudo quando a produção mergulha no drama o ritmo naturalmente desacelera.

Veja Também!  Resenha | Alguém tem que morrer (Original Netflix)

Elenco e Personagens

Os personagens são apresentados como uma família feliz, muito próximo do ideal utópico da família perfeita. Entretanto, ao longo da obra, quando ela se aprofunda neles, vemos inúmeras rachaduras nessa família perfeita. Rachaduras essas que se agravam bastante ao longo da minissérie.

Além disso, ambos personagens são extremamente complexos, profundos e muito bem desenvolvidos, especialmente o Jacob, que tem a sua verdadeira face mostrada ao longo da obra. As atuações de todos do núcleo principal, como Chris Evans, Michelle Dockery e Jaeden Martell são muito boas. Talvez o Chris Evans fique um pouco atrás, já que o talento dele não é tão grande assim para os momentos onde o drama explode, como em cenas de choro por exemplo.

Direção e Fotografia de Em Defesa de Jacob

A direção é muito habilidosa aqui, porque ela dá preferência a planos mais próximos aos rostos dos personagens, valorizando e muito as suas expressões faciais. Isso funciona muito bem já que, por ser uma produção com um foco muito voltado para o drama, acaba ajudando muito na carga dramática proposta pela obra. Outro elemento que chama bastante a atenção é a trilha sonora, que acentua muito bem o suspense e o drama da produção.

Veja Também!  Sherlock Holmes | 15 filmes e séries inspirados nos livros

A fotografia ajuda muito no clima que a série propõe, que é uma coisa mais melancólica e dramática. Ademais, ela ajuda com tons frios como o azul principalmente. E, mais para o meio da produção, ela usa tons mais quentes para mostrar como eles se sentem felizes, criando esse contraste.

Cenografia e Figurinos

A direção de arte traz pontos bem interessantes para se comentar. Nos cenários, por exemplo, podemos ver que boa parte dos empasses e dos conflitos se passam na casa deles, o que reforça a ideia de que não só se trada de um thriller de suspense e mistério, mas sim de um drama familiar. Nos figurinos podemos ver por exemplo as roupas de Jacob, que geralmente são bem discretas, o que mostra um pouco de como o personagem é, sempre tentando passar despercebido.

Veja Também!  Confira as novidades da semana na Netflix (18/10 - 24/10)

E você? O que acho? Conta pra gente nos comentários.

Confira nossa Ficha Técnica aqui.

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.