Encrencão (Dog Gone Trouble) é o mais novo filme de animação infantil lançado pela Netflix, mas será que vale a pena assistir?

Confira o trailer de Encrencão:

Enredo

O filme conta a história de Encrenca, o cachorrinho de uma idosa rica que foi criado com tudo de bom e de melhor. No entanto, quando sua dona falece, ele fica sob os cuidados dos parentes desnaturados dela que só querem saber de sua herança. Encrenca acaba se perdendo e, agora que seus dias de luxo acabaram, precisa aprender a se virar nas ruas.

Uma jovem entregadora de pizza encontra o cãozinho e decide adotá-lo, ainda que ela não tenha muitas condições financeiras. Enquanto os dois viram amigos, as encrencas continuam a perseguir o pequeno cachorro e seus novos amigos, mas desistir é uma palavra que não existe em seu vocabulário.

Apesar de um roteiro bastante clichê e de saídas nada inovadoras, o filme cumpre com sua missão de entreter e, com certeza, de emocionar aqueles que são apaixonados por cãezinhos.

Nos créditos finais, descobrimos que o filme é dedicado em memória a Linus, o cachorro do produtor executivo Conrad Vernon, que faleceu em 2017. Impossível não se emocionar!

Resenha | Encrencão (Original Netflix)

Personagens e Dubladores

Os personagens são mais do mesmo: cachorros fofos e arteiros, humanos malvados, uma humana fofa e amorosa que se prova diferente. Nada que você não tenha visto anteriormente. No entanto, algumas coisas se sobressaltam negativamente.

Os vilões são bastante caricatos: Claire é a malvada de voz irritante, um clichê bastante passado, e divide a vilania com seu irmão gêmeo, Norbert, que é um bocó. Já vimos isso várias vezes antes, não? Chega a ser um pouco cansativo esse modelo.

Na versão em inglês, a dublagem ganha um extra pela participação de Lucy Hale (Pretty Little Liars) na voz de Zoe Bell, a entregadora de pizza que adota Encrenca.

Resenha | Encrencão (Original Netflix)

Direção e Técnicas de Animação

A direção é de Kevin Johnson, que já trabalhou no departamento de arte de filmes como O Gigante de Ferro (1999) e O Bicho Vai Pegar (2006), garantindo anos de experiência que são colocadas à prova nesta nova animação.

No entanto, um dos pontos fracos de Encrencão é a sua animação: vinda de um estúdio mediano, não é nenhuma qualidade Disney/Pixar, mas ainda serve ao propósito e consegue apresentar uns personagens até que bem fofinhos.

Resenha | Encrencão (Original Netflix)

Trilha Sonora

O filme ganha pontos em algo inesperado: sua trilha sonora.

Encrencão não é nenhum musical, mas a produção ganha algumas músicas inéditas graças a personagem Zoe, cujo emprego como entregadora de pizza é apenas uma forma de ganhar dinheiro enquanto não consegue realizar seu sonho de ser uma cantora.

As letras são clichês ao nível de animações da Barbie, mas são bem divertidinhas para dar um diferencial ao filme que, até então, seria apenas mais um filme de cachorro fofinho sem nada inovador.

Resenha | Encrencão (Original Netflix)

E você, o que achou de Encrencão? Conta pra gente nos comentários!



Experimente o Telecine por 30 dias grátis! Clique e confira!
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.