Em um mês tão importante como setembro, em que todas as atenções são voltadas para a valorização da vida e para a preservação da saúde mental, a escolha da Netflix com seu novo original foi muito válida. O documentário conta a história de como um trio de irmãos lida com a morte de Evelyn, um deles.

É um assunto extremamente delicado mas que precisa ser comentado. E o roteiro de Orlando von Einsiedel conseguiu trazer muito bem isso para a tela. Isso porque traz na medida certa o peso do assunto, talvez por ser uma história pessoal. E é importante que longas com assuntos como esse mostrem a angústia da pessoa que pensa em cometer suicídio e a angústia da família que precisa lidar com o fato caso ele venha a acontecer.

Veja Também!  Onde Assistir | Documentário Fantasmas de Sugar Land

Por ser uma história pessoal, Evelyn é carregado de sentimentos

Além disso, o fato do diretor Orlando von Einsiedel ter tido a audácia de transformar um fato tão delicado de sua vida em um documentário o torna ainda mais importante. Os irmãos decidem caminham pelo Reino Unido por todos os locais onde Evelyn gostava de passar quando ainda estava vivo.

Por ser um documentário e trazer a dor real da família, chega até a ser angustiante de ser visto. Isso levando em conta o fato de que a morte de Evelyn foi a treze anos atrás. Então, é não só um documentário audacioso e, de certa forma invasivo, mas é também um alerta. É uma forma de nos avisar sobre como devemos estar atentos aos sinais que uma pessoa que está cogitando o suicídio dá. Isso porque, assim como é mostrado no documentário, ele pode chegar a abalar toda a estrutura da família.

Veja Também!  Resenha | Aggretsuko - 2ª temporada (Original Netflix)

A direção de Orlando foi excelente, trazendo de forma bem explícita como cada fato aconteceu e organizando a apresentação de cada um de forma bem fácil de ser absorvida. Além disso, a fotografia, junto à cenografia, também merecem destaque.

A fotografia e enquadramento dos cenários trazidos no documentário também foram parte de como a mensagem foi passada e de como o clima de luto foi criado. Todos os elementos conversaram entre si.

Enfim, não há muito o que ser dito da história em si contada no documentário. É o tipo de arte que precisa ser vista e sentida para ser entendida. Recomendo a todos que assistam o novo original da Netflix. De forma alguma será perda de tempo.

Veja Também!  Onde Assistir | Filme Eli online
 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.