I’m No Longer Here é um filme mexicano da Netflix lançado em 27 de maio de 2020. A direção é assinada por Fernando Frias e o elenco é composto por Juan Daniel García, Angelina Chen, Jonathan Espinoza, Coral Puente, Tania Alvarado, Fanny Tovar, Luis Leonardo Zapata, Yahir Alday, Leonardo Garza, entre outros nomes.

Enredo de I’m No Longer Here

I’m No Longer Here se passa em Monterrey, México, e conta a história de Ulises (Juan Daniel García), um jovem que ama a cumbia, um ritmo colombiano que ele dançava desde muito pequeno. Além disso, ele é líder de uma gangue chamada Terkos, porém tudo muda quando ele se desentende com um cartel e sofre um atentado, o que lhe obriga a fugir do local de onde nasceu.

O filme, por ter uma carga dramática grande e por ser uma história simples sem muitos eventos, acaba possuindo uma cadência lenta, o que pode com certeza entediar bastante gente.

Elenco e Personagens

A construção e o desenvolvimento do protagonista aqui é realmente muito bem feita. São mostrados as motivações, as peculiaridades e os gostos dele, mas esse desenvolvimento não acontece com os todos personagens, já que os coadjuvantes ficam muito rasos. Portanto, temos personagens com um potencial desperdiçado como os próprios integrantes dos Terkos. As atuações realmente surpreendem, principalmente o trabalho do Juan Daniel García, que faz uma atuação sutil, mas é possível ver uma mudança tanto no olhar quanto na postura do personagem, é um ator que consegue levar a produção sozinho mesmo sendo iniciante.

Direção e Fotografia de I’m No Longer Here

A direção faz um trabalho realmente muito bom no filme e entrega um resultado melhor ainda. Começando pela linearidade do roteiro, que mistura o passado com o futuro. As transições entre as linhas temporais são muito bem feitas. Além disso, é um diretor que possui um domínio grande da linguagem cinematográfica, transformando o filme esteticamente impressionante. Ademais, o diretor adora aqui colocar a câmera em ângulo específico e mante-la lá enquanto a cena rola em esse espaço delimitado, como um palco de teatro.

A fotografia aqui é feita de forma primorosa, onde é possível ver uma preocupação grande com ela. É possível ver que a imagem, principalmente quando ele está no México, mais amarelada, que pode representar o calor ou até mesmo a sujeira e a poluição, e, quando ele está em Nova York, é evidente cores frias, que mostram a solidão dele a saudade que tem de voltar para sua terra.

Cenografia e Figurinos

Os cenários denunciam a pobreza e desigualdade social, isso fica evidente nas panorâmicas feitas pelo diretor, que e flutua de um cenário desenvolvido para a periferia. Os figurinos são importantes, já que os Terkos possuem um estilo próprio tanto no cabelo quanto nas roupas.

E você o que achou do filme? Conta pra gente nos comentários!

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Os Livros Mais Vendidos de Hoje: https://amzn.to/3nfT3tC
Roupas com Estampas Geek: https://amzn.to/38ykhrx
Quadros e Placas Decorativas Geek: https://amzn.to/3kjL8JR
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.