“Kōtetsujō no Kabaneri: Unato Kessen” (ou o seu título alternativo “Kabaneri of the iron fortress”) teve sua estreia ontem (13/09) na plataforma de stream Netflix.

A animação dirigida por Tetsuro Araki é uma continuação da série que estreou em 2016 com 12 episódios intitulada “Kōtetsujō no Kabaneri”. Dessa vez, o filme tem como foco Mumei, a lutadora ágil que junto com Ikoma derrota todos os Kabanes (mortos-vivos).

Ilustração promocional

Contexto

Em meio a uma revolução industrial, surgem monstros que são protegidos por uma camada de ferro e apenas vencidos se atingidos por um golpe em seus corações. Esses monstros são como mortos-vivos, mais conhecidos como “Kabanes” e com uma só mordida ele consegue infectar um humano e transformá-lo em outro Kabane.

Para se protegerem, as pessoas da ilha de Hinomoto construíram estações para se abrigarem. O deslocamento entre essas estações era feita através de locomotivas chamadas “Hayajiro”, da qual Ikoma, um dos protagonistas da história, trabalhava na construção dessas grandes máquinas. Além disso, ele estava criando uma arma para acabar com as criaturas, até que um dia se encontra com Mumei, uma garota que fica ao seu lado quando uma das estações começa a sofrer ataques de Kabanes.

Veja Também!  Onde Assistir | Filme Jack Whitehall: Christmas with My Father online

O filme

Sendo uma sequência da série de 2016, o filme se passa seis meses após os acontecimentos e tem o foco em Mumei.

Quando a garota começa a sentir sintomas estranhos e a ter maus pressentimentos, uma onda de Kabanes voltam a atacar em massa a cidade de Unato.

Assim como ela, Ikoma também começa a sentir certos sintomas. Os dois só não contavam que esses sintomas fossem  tão fortes e que o garoto, em certos momentos de pico de raiva, passasse até a quase virar uma das criaturas.

Por conta do imenso medo e desconfiança que a população sentia por Ikoma, o garoto se oferece para ficar em uma prisão em observação para provar que não era uns dos Kabanes, até que a situação piora dentro de ilha e, sozinha, Mumei tenta ajudar a acabar com os mortos-vivos para retomar a cidade.

Veja Também!  Taylor Swift | Confira 5 filmes com a diva pop

Sendo um pouco mais técnica…

O filme em si é dividido em três partes, sendo a parte 1 e a parte 2 com 26 minutos e a parte 3 com 31 minutos. Parece até uma minissérie!

O diferencial desse filme é o seu visual que difere totalmente do adotado em 2016, sem contar com as impecáveis imagens e perfeitas cenas de batalha. Os frames entre uma cena e outra possuem fluidez e a palheta de cores combinam totalmente com o sentimento “steampunk” que a história busca passar.

O mais legal da animação, ainda falando sobre sua arte, é como há personagens que nos remete muito a estética do RPG, assim como o mundo em que a animação se passa.

Mesmo sendo original Netflix, ainda sim é uma animação produzida pelo WiT Studio, o que torna ainda mais clássico e icônico, já que é um estúdio de animação conhecido por grandes obras já criadas.

Veja Também!  Resenha | Blame! (Original Netflix)

 

Você sabia?

Se por acaso você assistiu ou pensa em assistir tanto o filme novo, quanto o anime de 12 episódios e pensou que algo ali não lhe era estranho, eu tenho a resposta! Toda a franquia de “Kōtetsujō no Kabaneri” é do mesmo estúdio e equipe do famoso e renomado “Attack on Titan”, anime de 2013 que está disponível na Netflix.

E aí? O que achou dessa nova sequência?

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.