Após pouco mais de um ano de espera, chegou à Netflix nesta sexta-feira, 13 de março, a tão aguardada segunda temporada de Kingdom, drama sul-coreano original da plataforma que conquistou o mundo com sua irreverente mistura de zumbis e narrativas históricas.

Confira o trailer da segunda temporada de Kingdom logo abaixo:

Enredo

Dando continuidade aos acontecimentos da temporada anterior, os seis novos episódios de Kingdom abordam como a doença tem se proliferado rapidamente, causando ainda mais vítimas. Cabe a Seobi, uma habilidosa médica, entender o que há por trás dessa doença e descobrir sua cura antes que seja tarde demais. Enquanto isso, o príncipe herdeiro e seus seguidores seguem com o objetivo de desmascarar a rainha vigarista.

Assim como a temporada de estreia, os novos episódios foram escritos por Kim Eunhee, já conhecida dos fãs de dramas por seu trabalho em Signal, obra televisionada em 2016 na Coreia do Sul. Seu dom de misturar drama, ação e terror em um cenário épico está ainda mais visível nessa segunda fase de Kingdom.

Elenco e Personagens

Os personagens estão com as emoções à flor da pele, tentando não se render ao medo, mas ainda tomando medidas desesperadas pelo bem de toda a nação. O príncipe herdeiro Lee Chang, interpretado por Ju Jihoon, segue a frente da revolução. Seobi, personagem de Bae Doona (Sense8), cresce ainda mais nos novos episódios, revelando-se como uma figura de grande importância com suas habilidades medicinais aliadas à pureza de seu coração.

Do outro lado da trama, a rainha Cho demonstra-se como a mais odiável das vilãs, o que só é possível graças a perfeita junção do bem-sucedido roteiro de Kim Eunhee com os talentos da atriz Kim Hyejun, que se destaca também no filme de terror As Faces do Demônio, com estreia aguardada para os cinemas brasileiros em 26 de março.

Direção e Fotografia

Kim Seonghun dirige o primeiro episódio da temporada, enquanto os outros cinco ficam sob responsabilidade de Park Inje. Ambos apresentam trabalhos incríveis que, unidos à fotografia e efeitos especiais mais do que espetaculares, resulta em um trabalho visualmente impecável.

A maquiagem dos zumbis é um show a parte e, nas cenas de mais violência, chega a incomodar os espectadores de estômago mais fraco. Se houver algum prêmio semelhante ao Oscar de Melhor Maquiagem para a categoria dos dramas sul-coreanos, a vitória de Kingdom é mais do que merecida.

Cenografia e Figurinos

Toda a cenografia é muito bem trabalhada para replicar a arquitetura, cultura e inclusive as vestimentas do povo da Dinastia Joseon, período estatal de monarquia absoluta que reinou a Coreia durante os anos de 1392 e 1897, ainda hoje muito utilizado para ambientar narrativas sageuk, como são chamadas as produções épicas/históricas do audiovisual coreano.

A diferença de classes é muito nítida nas vestimentas, com os nobres exibindo os melhores tecidos e cortes, enquanto os plebeus se resumem a trapos sujos e surrados. Entretanto, em meio a uma epidemia como tal, nem mesmo os mais endinheirados escapam da doença que não vê status social.

Vai ter terceira temporada?

A Netflix ainda não se pronunciou oficialmente, mas tudo indica que sim — principalmente com as cenas finais, que sugerem que a doença ainda está longe de acabar e, ainda, antecipa a introdução de Ju Jihyun, popular atriz sul-coreana, ao elenco da possível próxima temporada.

Kingdom é uma produção muito bem-sucedida e, portanto, não corre o risco de ser cancelada devido a falta de público. Entretanto, embora as teorias sejam bem positivas quanto a uma renovação, ainda devemos aguardar um anúncio oficial.

E você, o que achou da segunda temporada de Kingdom? Conta para a gente nos comentários!Resenha | Kingdom - 2ª Temporada (Original Netflix)


Inscreva-se no nosso canal
 
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

6 COMENTÁRIOS

  1. Melhor série de zumbi disparado!

    A cultura zumbi não morreu, só precisa ir para novos horizontes como tempos antigos de nossa história como Kingdom. Achei isso genial, e tão simples de como ninguém ter pensado nisso? Kingdom é muito bom e recomendo a todos que curtem séries zumbis a assistir.

    • A mulher do guarda pessoal do Principe herdeiro que morreu…. e no final mostra os “vermes” indo para a cabeça do pequeno rei. Ou seja a mulher do guarda é na verdade quem controla esses “vermes” e criou a planta pra espalhar no mundo, ou então ela seria a hospedeira original.

  2. A mulher que aparece no final é mãe e mulher do guarda que morreu. Mas lembro que ele não é filho legítimo do guarda. Deu a entender que ele assumiria o filho de um outro cara. Talvez tenha algum segredo por trás desse pai verdadeiro tbm.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.