Em Objetos Cortantes

“A vida da solitária Camille Preaker em Chicago resume-se a escrever matérias para a editoria de polícia do jornal Daily Post, beber vodca além da conta e torturar-se pelo passado que deixou para trás na pequena Wind Gap, sua cidade natal. É para lá que seu editor a envia em busca de um furo de reportagem. Naquela comunidade ao sul do Missouri, um serial killer faz de crianças suas vítimas. Recebido com entusiasmo pelo público e pela crítica dos Estados Unidos, Na própria carne, romance de estréia de Gillian Flynn, descreve o tumultuado reencontro da protagonista Camille Preaker com os fantasmas de sua própria história.”

Amo livros sobre assassinatos ou um grande mistério para ser desvendado. Esse livro trás um pouco dos dois. Não posso negar que é uma história gostosa, porem como sua narrativa é um pouco lenta, demorei um bom tempo para me envolver de fato com a história.

LEIA MAIS RESENHAS DE LIVROS AQUI!

Você fica torcendo para uma coisa bombástica acontecer e dar uma mexida na narrativa, mas o melhor vai ficando mesmo para o final. Uma garotinha de 9 anos foi assassinada de uma forma misteriosa e outra está desaparecida em Wind Gap no Missouri, lugar onde Camille Preaker nasceu, uma repórter de um jornal não muito famoso de Chicago, que saiu recentemente de um hospital psiquiátrico, onde foi internada para se tratar de sua tendencia a auto mutilação.

Fonte da imagem: https://conjuntodaobra.blogspot.com/2018/03/objetos-cortantes-gillian-flynn.html

Desde a morte de sua irmã Marian, ela passou a marcar palavras que a marcam por dentro, em sua pele, carregando-as por todo o seu corpo, isso de alguma forma lhe trazia algum alivio.

Seu chefe Frank Curry, manda Camille voltar para Wind Gap e cobrir essa matéria que tem certeza que será muito importante para seu jornal. Sem muitos recursos, ela é obrigada a ficar na casa de sua mãe Adora com seu padrasto Alan e meia irmã adolescente mimada Amma, a qual mal conhece.

Adora sua mãe, é uma personagem chata e misteriosa, difícil de engolir. Por algum motivo tratava Camille com indiferença e claramente se sente incomodada com sua presença em sua casa.

Elas nunca se deram muito bem, algumas lacunas em seu passado não foram fechadas, ela sabia pouca coisa sobre seu pai ou o que aconteceu entre seus pais, o que torna sua passagem por la uma cutucada na ferida…CONTINUA

CONTINUE LENDO A RESENHA AQUI

Gostou do livro? Deixe seu comentário!

 
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

Veja Também!  Resumo | Game of Thrones – 8ª Temporada – 6º Episódio

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.