Lucifer está chegando em sua reta final. Foi lançada na Netflix na última sexta-feira, 28 de maio, a segunda parte da quinta temporada, que é ainda a penúltima para essa série de grande audiência. Confira o que achamos dos novos episódios!

Mas, antes de mais nada, assista ao trailer da temporada abaixo:

Enredo

Enquanto Lucifer sofre em uma luta sem fim com seu irmão gêmeo, Miguel, Deus desce à Terra para tentar restaurar a paz entre seus filhos e colocar um novo plano em prática. Com isso em mente, essa é a temporada mais familiar de toda a série, na qual Lucifer finalmente poderá conversar frente a frente com o Pai Eterno para tentar esclarecer tudo aquilo que tem em mente desde a estreia da produção.

Menos picante e mais íntima, nesta segunda parte da quinta temporada de Lucifer temos uma pausa nas safadezas típicas do protagonista se redescobre e tem como novo foco derrotar seu irmão gêmeo e aprender a amar para poder aceitar os sentimentos da detetive. É uma nova cara de Lucifer que tem sido construída ao longo de todos os episódios anteriores, mas que aparece firme e forte nesta fase decisiva da produção.

Elenco e Personagens

Além das cada vez mais nítidas mudanças no comportamento de Lucifer, vemos outros personagens apresentando maior profundidade de si mesmo com as fraquezas de Amenadiel, a crueldade de Miguel e as novas questões levantadas por Deus eu sua visita terrena. A detetive também vive novos dilemas quanto ao seu relacionamento com Lucifer e sua profissão, o que se torna um impasse extra para o nosso casal de protagonista.

A chegada de Deus, principalmente, abala tudo o que já sabemos sobre esses personagens, e a interpretação de Dennis Haysbert como a Grande Figura Divina é icônica, trazendo um misto de autoridade e comicidade que o personagem exige.

Direção e Fotografia

Em especial, a direção dessa temporada foi muito boa, com aplausos dobrados para seu season finale, que ficou sob responsabilidade de Karen Gaviola e suas mãos divinas que executaram um episódio digno de entrar para a história.

As cenas de luta são triunfais e o espectador fica sem fôlego do começo ao fim, com takes maravilhosos que valorizam ainda mais toda a soberania presente nessa trama épica de batalha entre seres celestiais. Alguns efeitos especiais aqui e ali são um pouco toscos, sim, mas perdoáveis.

Há, ainda, o tão aguardado episódio musical de Lucifer, e embora sua necessidade seja questionável, não dá para negar que a qualidade técnica da direção dos atos foi brilhante. Riverdale sonha. 

Cenografia e Figurinos

Enquanto os figurinos seguem bastante sutis, salvo à alfaiataria cara de Lucifer e os modelitos escandalosos de Maze, a cenografia para essa temporada foi a melhor em comparação às anteriores. Na reta final da série, a Netflix investiu tudo o que tinha para criar a melhor atmosfera possível nesse momento tão decisivo para o desfecho da franquia, que acontece na próxima temporada.

Para isso, o Los Angeles Memorial Coliseum foi utilizado como cenário de sua mais importante batalha, dando um ar ainda mais épico à cena que, por si só, já seria lendária.

Resenha | Lucifer: 5ª temporada - Parte 2 (Original Netflix)

E você, o que achou do final da quinta temporada de Lucifer? Conta pra gente nos comentários!


Experimente o Telecine por 30 dias grátis! Clique e confira!
Os Livros Mais Vendidos de Hoje: https://amzn.to/3nfT3tC
Roupas com Estampas Geek: https://amzn.to/38ykhrx
Quadros e Placas Decorativas Geek: https://amzn.to/3kjL8JR
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.