A segunda parte da aclamada série Lupin chega na plataforma da Netflix no dia 11 de junho de 2021.

Sobre o Enredo

O primeira episódio da segunda parte de Lupin se inicia exatamente onde a primeira havia acabado, ou seja, com o sequestro do filho de Assane (Omar Sy): Raoul (Etan Simon).

O policial Youssef Guedira (Soufiane Guerrabe) adquire um importante papel logo no primeiro episódio, uma vez que ele é o único que conseguiu enxergar uma semelhança entre as atitudes de Assane e aquelas de Arsène Lupin, personagem de um livro.

Porém, uma grande diferença em relação à narrativa da primeira e da segunda parte é que, nessa última, Assane vai precisar agir sabendo que as pessoas conhecem a sua identidade e sabem que foi ele que cometeu os crimes.

Ainda, o protagonista irá enfrentar um grande desafio: concluir o seu plano de vingança ou continuar negligenciando a sua família?

Elenco e Personagens

Assane Diop continua sendo, na segunda parte, o protagonista da série. O personagem é brilhantemente interpretado por Omar Sy.

Veja Também!  Criando Dion | Quando a 2ª temporada chega na Netflix?

É justamente a atuação de Sy que faz com que o espectador se identifique com Assane e queira continuar assistindo a série. Os seus gestos, suas expressões e seus movimentos criam um personagem incrível e misterioso.

Na segunda parte da série, Youssef Guedira, policial, irá adquirir um papel muito mais importante. O personagem é interpretado por Soufiane Guerrabe.

Ainda, o filho de Assane, Raoul, estará presente em grande parte das cenas, entrando em um dilema que envolve seu pai e sua mãe. O jovem é interpretado por Etan Simon.

Por fim, estão presentes no elenco também Ludivine Sagnier, Vincent Garanger, Johann Dionnet, Clotilde Hesme, Nicole Garcia e Hervé Pierre.

Direção e Fotografia

A direção da segunda parte de Lupin opta por se preocupar com questões mais complexas e profundas, deixando as cenas de maior mistério em segundo plano.

Porém, o movimento das cenas ainda continua com uma velocidade considerável. Os flashbacks da infância de Assane, por sua vez, passam a ser utilizados somente em momentos importantes e não de maneira excessiva, como ocorria na primeira temporada.

A fotografia realiza um bom trabalho também na segunda parte da série. A paleta cromática continua muito variada, com exceção do primeiro episódio, em que predominam tons cinzentos e escuros.

A iluminação é usada de forma muito variada ao longo dos episódios, mas, em geral, não é excessiva.

Cenografia e Figurinos

A cenografia realiza um excelente trabalho na segunda parte de Lupin. Nos novos episódios, a cidade de Paris é muito mais explorada, o que acaba sendo um ponto extremamente positivo da parte 2.

Algumas das principais atrações da capital francesa serão utilizadas como cenário dos mistérios, entre elas o famoso Museu de Orsay.

Ainda, a cenografia irá trabalhar também para mostrar o contraste entre as diferentes regiões da cidade de Paris e as desigualdades sociais presentes nas mesmas.

Os figurinos foram também pensados com o objetivo de mostrar as diferenças entre as classes mais altas e as mais baixas. A família Pellegrini, por exemplo, se veste somente com roupas de luxo. Enquanto isso, os funcionários da família se vestem de maneira simples.

E você, o que achou da segunda parte de Lupin? Conte pra gente!



Experimente o Telecine por 30 dias grátis! Clique e confira!
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  
Veja Também!  Top Boy | Quando a 4ª temporada chega na Netflix?


Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.