A série A Misteriosa Sociedade Benedict estreou nesta sexta-feira, 25 de junho, no Disney+. Confira o que achamos de seus dois episódios iniciais e se vale a pena dar uma chance para essa nova produção infantil/juvenil da plataforma de streaming!

Enredo

A Misteriosa Sociedade Benedict conta a história de quatro jovens prodígios e órfãos que passam por um processo seletivo que acreditam valer uma vaga na mais prestigiada escola local, mas na verdade descobrem que estão sendo convocados para uma missão perigosa e possivelmente mortal, mas que pode salvar o mundo.

O planeta está passando pela chamada Emergência, qual o estudioso Benedict acredita ser uma ficção criada e disseminada para assustar e controlar massivamente a população. No entanto, para comprovar sua teoria, ele precisa de quatro crianças inteligentes e corajosas que possam se infiltrar na escola da ilha, possível origem das transmissões manipuladoras.

A produção tem um tom levemente sombrio que a permite ser apreciada tanto por crianças quanto por adultos, apresentando um quê de mistério ao estilo Desventuras de Série ou Enola Holmes. A comédia também não falta, embora bem dosada para não perder o foco.

Resenha | A Misteriosa Sociedade Benedict – 1ª Temporada (Primeiras Impressões)

Elenco e Personagens

O elenco mirim é formado por atores pouco conhecidos, mas muito talentosos. Seus personagens são crianças prodígios de personalidades distintas, mas que funcionam bem como um grupo e conseguem empatizar um com o outro por algo em comum: os quatro são órfãos e compartilham algum tipo de história triste, apesar da pouca idade. Foram apenas dois episódios até agora, mas o suficiente para começarmos a destrinchar alguns deles, com destaque para Sticky (Seth Carr) e seu misto de carisma tímido com uma aura encantadora.

Veja Também!  Resenha | Everybody's Talking About Jamie (Original Prime Video)

Reynie (Mystic Inscho) é o típico protagonista-líder-com-síndrome-de-Harry-Potter, que acaba sendo tão plano a ponto de destacar seus colegas de cena, embora isso não seja lá uma característica tão negativa assim: roubar a cena para si seria pior. Kate (Emmy DeOliveira) chega com os dois pés na porta, mas logo mostra que sua casca grossa é só uma proteção, revelando-se uma personagem bastante clichê, sim, mas anda complexa.

A personalidade de Constance (Marta Timofeeva) é odiável, embora compreensível: com três personagens introvertidos, era necessário uma figura que viesse provocá-los a sair de sua zona de conforto, e parece ser justamente esse o intuito de Benedict ao adicioná-la ao grupo de forma não-convencional.

Veja Também!  Resenha | BAC Nord: Sob Pressão (Original Netflix)

Resenha | A Misteriosa Sociedade Benedict – 1ª Temporada (Primeiras Impressões)

No entanto, a série tem uma grande jogada: mais do que a inteligência, as provas testam a capacidade de empatia e de percepção dos personagens, sendo essa a verdadeira chave para salvar o mundo. De fato, nossa sociedade precisa de mais empatia, e quanto mais cedo as pessoas perceberem isso, mais chances temos de um futuro melhor para todos.

O time de adultos é liderado pelo Sr. Benedict (Tony Hale), que dá nome a série. Ele é um rapaz excêntrico e com narcolepsia, mas aparentemente de bom coração, embora ainda um pouco misterioso. A série deve se aprofundar um pouco mais nele em seus próximos episódios, e aguardamos ansiosos por isso.

Direção e Fotografia

Se o roteiro de A Misteriosa Sociedade Benedict já lembra Desventuras de Série, a direção lembra muito mais: há um toque bastante próprio nessa produção, mas que ao mesmo tempo se envolve em referências muito bem-vindas aos espectadores. Aliás, esta também é inspirada em uma série literária — embora eu não a tenha lido e, portanto, não posso julgar semelhanças e diferenças com o texto original.

Sua fotografia exala “Disney”, como se o estúdio tivesse uma aura própria que se faz presente em todas as suas produções: ainda que ela possa lembrar o título da Netflix, ainda consegue ser extremamente original e individual.

Veja Também!  Resenha | Sex Education - 3ª Temporada (Original Netflix)

Resenha | A Misteriosa Sociedade Benedict – 1ª Temporada (Primeiras Impressões)

Cenografia e Figurinos

Aliás, a fotografia e a cenografia aqui andam juntos: a câmera constantemente segue os passos dos personagens de forma bastante intimista, nos convidando para acompanha-los em um passeio pelas mansões/escolas que mais parecem labirintos de tantas salas, esconderijos e mistérios que escodem. Uma nova descoberta é feita a cada passo.

E ainda que não tenhamos gostado da personalidade de Constance, é inegável que seus figurinos são os melhores: suas peças são sempre bonitas e coloridas, embora pareçam mais roupas de vó do que de criança, o que explana a sua personalidade forte que não combina com sua idade, tornando-a um pouco cômica, mas ainda estilosa.

Resenha | A Misteriosa Sociedade Benedict – 1ª Temporada (Primeiras Impressões)

E você, o que achou de A Misteriosa Sociedade Benedict? Conta pra gente nos comentários!


Experimente o Telecine por 30 dias grátis! Clique e confira!
Os Livros Mais Vendidos de Hoje: https://amzn.to/3nfT3tC
Roupas com Estampas Geek: https://amzn.to/38ykhrx
Quadros e Placas Decorativas Geek: https://amzn.to/3kjL8JR
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.