As maratonas de fim de ano da Netflix já estão com tudo e, nesta segunda-feira (23), começamos a semana com pé direito com o lançamento de Natal com Dolly Parton, novo filme original da plataforma de streaming.

Confira o trailer logo abaixo:

Enredo

Também chamado de Dolly Parton: Um Natal na Praça, o novo filme conta a história da avarenta proprietária de uma pequena cidade que, às vésperas do Natal, anuncia que todos os moradores estão despejados de Fullerville, que será vendida para dar lugar a um grande shopping center. Uma experiente anjo entre em cena com sua pupila para tentar colocar um pouco da magia do Natal no coração de Regina e fazê-la mudar de ideia.

Tanto a história quanto o seu desenvolvimento é bastante clichê e não muito diferente de qualquer outro filme de Natal. É mais do mesmo, nada surpreendente ou inovador, mas ainda é um filme gostosinho para assistir nas maratonas festivas.

Elenco e Personagens

A protagonista Regina Fuller é interpretada pela grande atriz Christine Baranski, vencedora de prêmios como SAGA, Emmy, Tony e muitos outros. Ela é principalmente conhecida por seu papel como Diane Lockhart na série The Good Wife, já comprovando toda a finesse e postura de uma mulher da elite, papel que se repete em Natal com Dolly Parton. Ela nasceu para interpretar mulheres fortes.

O grande elenco possui alguns rostos conhecidos do público como Jenifer Lewis, a Tia Helen de Um Maluco no Pedaço, e Josh Segarra, o Prometheus do Arrowverse. Mas é a jovem Selah Kimbro Jones, única atriz mirim em cena, que se destaca. Já vista no filme Estrelas Além do Tempo (2016), a pequena demonstra sua iminente ascensão ao estrelado conforme cresce e seus talentos ficam cada vez mais visíveis. É um novo a se prestar atenção para a próxima geração de estrelas.

Ainda no elenco, é impossível não citar a ilustre participação de Dolly Parton, o verdadeiro fio que amarra toda a história e faz a trama se desenvolver como uma fada madrinha dos filmes animados.

Trilha Sonora

E é graças a Dolly Parton que o filme ganha seu maior diferencial quanto às outras propostas da temática. Além de interpretar uma figura glamurosa e angelical, ela empresta sua voz e suas composições para a trilha sonora deste grande musical que talvez funcionasse melhor nos teatros, mas que ainda é interessante de se ver na televisão via streaming.

Se você não gosta daquelas cantorias aleatórias e números musicais falsamente espontâneos e claramente ensaiados, passe longe de Natal com Dolly Parton: o filme é um prato cheio para as mais clichês cenas musicais coreografadas em grande estilo.

Direção e Fotografia

A direção é de Debbie Allen, conhecida tanto como atriz como diretora. Ela já trabalhou em séries de sucesso como Jane the Virgin e Grey’s Anatomy, demonstrando agora o seu talento para grandes performances natalinas com este filme Original Netflix.

As cenas mais abertas são, sem dúvida, as melhores. Quando todo o cenário é explorado em planos-sequência de uma mistura de coreografias, diálogos e canções, o filme atinge seu auge. Em contradição, a qualidade do CGI não é das melhores, e alguns enquadramentos escolhidos para tentar disfarçar a situação acabam piorando ainda mais os planos. O filme Natal com Dolly Parton tem seus altos e baixos.

Resenha | Natal com Dolly Parton (Original Netflix)

Cenografia e Figurinos

A cenografia é muito bem trabalhada, embora não tente parecer realista: a praça, principalmente, tem um ar bem de montagem teatral, mas que parece ser proposital frente à proposta mais aberta do filme. As decorações natalinas das famílias alegres em contraste com a frieza do apartamento de Regina são admiráveis.

Os figurinos, por vez, são até que bastante singelos, mas é impossível não comentar sobre os trajes de Dolly Parton. Sua performance como anjo é icônica, deixando de lado a simplicidade para apostar em visuais de diva pop que tanto combinam com ela e sua carreira. Não é a toa que ela é um dos maiores nomes da história da música mundial.

Resenha | Natal com Dolly Parton (Original Netflix)

Em resumo, o filme é uma boa obra. Poderia ter caprichado um pouco mais nos efeitos visuais e sua narrativa majoritariamente cantada pode ser um pouco enjoativa para quem não está tão acostumado com o gênero, mas compensa pela performance de Dolly Parton e sua produção tão teatral off-broadway.

E você, o que achou de Natal com Dolly Parton? Conta pra gente nos comentários!

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Experimente o Telecine por 30 dias grátis! Clique e confira!
Os Livros Mais Vendidos de Hoje: https://amzn.to/3nfT3tC
Roupas com Estampas Geek: https://amzn.to/38ykhrx
Quadros e Placas Decorativas Geek: https://amzn.to/3kjL8JR
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.