O Diabo Veste Prada é um filme de 2006, produzido por David Frankel. O longa se baseia no romance homônimo de Lauren Weisberger e possui classificação indicativa livre.

Sobre o Enredo

Em uma Nova Iorque cada vez mais agitada, Andy (Anne Hathaway), uma jovem recém-saída da universidade sonha com uma carreira como jornalista em um grande jornal. Porém, a única oportunidade que aparece é um trabalho como assistente em uma revista de moda: RunWay.

Andy, que nunca se interessou por moda, vai em busca da oportunidade sem se dar conta do quão cobiçado é o cargo.

À frente da RunWay, a revista que decide o que está na moda e o que não está, Miranda Priestly (Meryl Streep), a mulher mais poderosa do mundo da moda, com um enorme sentido de estética e perfeição e, sobretudo, precisa e dura com seus colaboradores, que perdem seus empregos ao menor erro.

Andy consegue o emprego mas é, de fato, como um peixe fora d’água na redação de RunWay: mal vestida e desleixada, bem diferente de seus colegas de trabalho.

Miranda a persegue, sobrecarregando-a com exigências absurdas, ligando para ela a qualquer hora do dia e da noite, afastando-a de sua família, de suas amizades, de seus afetos.

A narrativa traz então uma transformação de Andy em uma mulher muito elegante, graças a ajuda do amigo mais próximo de Miranda, Nigel (Stanley Tucci).

A partir desse ponto, Andy vai se comportar como o resto dos seus colegas de trabalho, deixando de lado antigos amigos e, até mesmo, seu namorado. Será que a moça irá suportar as pressões do mundo da moda e abrir mão de seu sonho de ser uma jornalista famosa?

Elenco e Personagens

O Diabo Veste Prada possui um elenco repleto de atores e atrizes muito conhecidos e muito respeitados. Porém, os personagens do filme são muito superficiais. Os seus papeis são extremamente clichês e os seus comportamentos são previsíveis.

Os protagonistas não conseguem surpreender o público, já que seguem uma espécie de narrativa clichê do começo ao fim.

A jovem Anne Hathaway está aqui, no longa, interpretando Andy. A sua interpretação é boa e mostra como uma pessoa pode abandonar os seus sonhos por algo maior mas, ao mesmo tempo, mais superficial.

Meryl Streep também está no filme com todo o seu talento de interpretação. A sua personagem, Miranda, é, na verdade, uma crítica àqueles que vivem somente para o trabalho e de trabalho e que estão dispostos a sacrificar qualquer coisa em nome do emprego.

Para além das duas protagonistas, Nigel, interpretado por Stanley Tucci, também é um personagem chave para o desenrolar da narrativa. Ele mostra um homem cheio de talentos e ambições mas que acaba sendo deixado em segundo plano por sua chefe.

Direção e Fotografia

David Frankel é o responsável pela direção de O Diabo Veste Prada. O diretor quis construir um filme que passasse uma mensagem sobre sucesso e carreira.

O filme acaba caindo muito no aspecto previsível, mas, apesar disso, a direção sabe trabalhar bem com recortes da câmera que prendem a atenção do espectador.

A câmera acompanha de perto os passos de Miranda, mostrando todo o seu ar de superioridade perante os seus funcionários.

Também acontece um recorte em torno das muitas expressões faciais dos personagens, demostrando que eles também têm muitos sentimentos, apesar de não poderem contá-los para a chefe.

A fotografia realiza um excelente trabalho. A iluminação é abundante no longa, especialmente dentro do prédio onde a RunWay é editada.

A paleta cromática é muito variada, o que é um dos pontos mais positivos e mais bem pensados do filme. As diversas cores prendem a atenção do público durante toda a narrativa.

Cenografia e Figurinos

A cenografia de O Diabo Veste Prada trabalha com diversos espaços da cidade de Nova Iorque. O principal deles é o prédio onde é dirigida a RunWay.

O prédio é muito espaçoso e conta com muitas salas muito bem construídas. Os cenários buscam mostrar todo o poder da revista e de sua líder, Miranda.

Os figurinos, porém, são o ponto forte do filme e o que fez a crítica o apreciar tanto. Se tratando de um filme que traz a moda como assunto principal, era de se esperar que muitas roupas estivessem no centro do filme.

A estrela do filme acaba sendo a moda. Os figurinos conseguem refletir isso com uma variedade impressionante. Diversas marcas muito famosas são mencionadas ao longo do filme. Uma delas, Jimmy Choo, marca a entrada de Andy no mundo da moda, quando ela veste um par de seus sapatos, recomendados por Nigel.

Roupas e acessórios de grife são o centro da narrativa, cercada por muito glamour e elegância. Os figurinos são também utilizados para criar um contraste entre a nova Andy e seus antigos amigos.

E você, o que achou do filme? Conte pra gente!

Na UOL Play você pode assistir aos melhores filmes e séries sob demanda, além de vários canais de TV por assinatura. Tudo isso no mesmo lugar. Gostou? Experimente por 7 dias grátis! Clique e confira!
Veja Também!  Resenha | Apostando Alto (Original Netflix) - Primeiras Impressões

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.