O Divino Baggio é uma cinebiografia que conta a história de Roberto Baggio, importante jogador de futebol italiano. A produção chega na Netflix em maio de 2021.

Sobre o Enredo

O enredo do filme O Divino Baggio é baseado na vida de Roberto Baggio, icônico jogar da seleção italiana e que recebeu diversos prêmios pela sua atuação em campo.

Os dois principais marcos temporais da narrativa são a copa de 1990 e a copa de 1994. Principalmente, o campeonato de 94 recebe grande destaque, devido ao erro de Baggio que fez com que o Brasil ganhasse a copa.

Porém, para além desses dois acontecimentos, o filme procura explorar também a vida pessoal do jogador e a sua trajetória no futebol.

Baggio (Andrea Arcangeli) possui uma relação ruim com o seu pai Florindo Baggio (Andrea Pennacchi), que não reconhece o talento do filho e mantém uma relação distante com ele.

A narrativa cria importantes diálogos entre os dois e mostra que a todo momento o filho busca a aprovação de seu pai.

Além disso, o enredo foca também nos problemas que Baggio teve que enfrentar para chegar ao topo de sua carreira, como as três lesões muito sérias que sofreu, principalmente a que rendeu a ele 220 pontos no joelho.

Elenco e Personagens

O elenco do filme O Divino Baggio é composto por atores não muito conhecidos, mas que conseguem fornecer uma boa atuação no filme.

O personagem principal do longa é Roberto Baggio, interpretado por Andrea Arcangeli. Arcangeli consegue se encaixar bem no papel do jogador e representa com maestria todos os seus conflitos internos e a sua vida tortuosa.

Porém, em alguns momentos, o seu personagem acaba se perdendo em uma exagerada densidade psicológica, deixando de lado os seus feitos no futebol.

Ainda, estão presentes também no elenco Valentina Bellè, que interpreta Andreina Fabbri, esposa do jogador.

Outro personagem importante é Florindo Baggio, pai do jogador, interpretado por Andrea Pennacchi. Pennacchi se dá muito bem com o papel de pai distante e que ignora as conquistas do filho.

Direção e Fotografia

A direção de O Divino Baggio é feita por Letizia Lamartire, que já realizou importantes parcerias com a Netflix, como a produção da série Baby.

Lamartire trabalha em conjunto com os roteiristas Stefano Sardo e Ludovica Rampoldi para criar cenas que se utilizam de dados biográficos do jogador.

A câmera poderia ter sido utilizada de uma maneira um pouco mais diversa, visto que o zoom é pouco usado e o foco é quase sempre o mesmo em todo o filme.

A fotografia de O Divino Baggio trabalha muito bem na criação das cenas, principalmente devido ao uso de uma paleta cromática variada.

Ainda, a iluminação também é usada em quantidades variadas ao longo da produção, o que acaba contribuindo para prender a atenção do espectador.

Cenografia e Figurinos

Os cenários são criados conforme a biografia de Roberto Baggio, ou seja, se baseiam em lugares em que ele passou a sua vida.

Porém, sem dúvidas o principal cenário é o campo de futebol, local em que Baggio passou grande parte da sua trajetória.

Os figurinos são criados de forma verossímil, principalmente com o uso dos uniformes de diferente times dos quais Baggio participou.

Ainda, o rabo de cavalo característico de Baggio é também retratado no longa.

E você, o que achou do filme? Conte pra gente!



Experimente o Telecine por 30 dias grátis! Clique e confira!
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

Veja Também!  Ficha Técnica | A Batalha Esquecida (Original Netflix)

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.