O Fotógrafo de Mauthausen nos transporta direto para dentro de um campo de concentração. Dessa forma, acompanhamos o dia a dia daqueles que foram capturados e confinados no local.

Lá, para que se aproveitassem as habilidades destes prisioneiros de guerra, cada um era designado para uma tarefa. Foi assim que Francesc Boix conseguiu adquirir o cargo de fotógrafo e é a sua história que acompanhamos. A história de um homem que se arriscou para conseguir salvar provas das atrocidades que eram cometidas pelos nazistas.

Uma vez designado a documentar o que acontecia dentro de Mauthausen, Francesc presenciava cenas horrendas. E é desta forma que nós vemos tudo: sem censura. Vemos o mesmo que o verdadeiro Boix viu. Porque sim, este filme trata da história de um verdadeiro herói.

O Fotógrafo de Mauthausen é incrível de todas as formas

A direção de Mar Targarona conseguiu trazer expressão ao filme de uma forma que não consigo nem explicar. Toda a aclimação foi perfeita. Desde angústia, até alegria absoluta são provocadas no expectador. Isso porque, com um trabalho tão bem feito, a história nos envolve e cada elemento dela nos comove.

Veja Também!  Onde Assistir | Reality Show Mágica para a Humanidade online

Além disso, cenário e figurino são simplesmente perfeitos. Garanto que eles lhes causarão tanta angústia quanto as cenas de tortura em O Fotógrafo de Mauthausen. O longa é um espetáculo visualmente.

Já a fotografia faz um trabalho excepcional na transmissão do sentimento da cena em questão. Enquanto vemos um local frio, ou uma cena triste, a película está também nesta paleta de cores. Mas, quando estamos em alguma cena feliz, toda a imagem fica mais quente, alegre e viva.

A narrativa de O Fotógrafo de Mauthausen não nos permite tirar os olhos da tela

O roteiro de O Fotógrafo de Mauthausen é assinado por Alfred Pérez FargasRoger Danès. E, como uma grande amante de ficções históricas e adaptações, posso dizer com propriedade que, muitas das vezes, acontece de o roteiro tornar-se pedante. Mas, definitivamente, esse não é o caso aqui.

Ambos os roteiristas conseguiram fazer a adaptação do fato de uma forma que não quis tirar os olhos da tela uma vez sequer. Todas as cenas e diálogos são incríveis e a narração de Boix durante o filme dá um toque especial. Senti como se estivesse realmente escutando a história vindo do próprio fotógrafo.

Veja Também!  Ficha Técnica | Filme Dead Kids (Original Netflix)

O Fotógrafo de Mauthausen é um filme sobre heróis

“Existem 35 maneiras de morrer em Mauthausen. Câmara de gás, injeção letal, ser despedaçado por cães, banhos gelados no inverno. Mas a pior é morrer de exaustão na Escada da Morte”.

Durante o filme, conhecemos um grupo de comunistas espanhóis que fez de tudo para salvar negativos que comprovariam as atrocidades sofridas por eles enquanto estiveram em Mauthausen. E eles tentaram de todas as formas concluir o plano. Utilizaram de todos os meios e de todos os aliados. Tudo isso para procurar por justiça.

Mario Casas, que deu vida a Boix é um destaque. Porém isso não é apenas porque ele é o protagonista do filme, é porque sua atuação foi um show de todas as formas. A fala, as expressões, os gestos, tudo nos faz ter empatia pelo personagem.

Veja Também!  Cinema | Estreias da Semana (05/12)

Além de Mario, Alain Hernández (Valbuena) também é outro show de atuação. A loucura do personagem foi perfeitamente transmitida pelo ator. E o mesmo, procurando provar que é um aliado, transforma-se em um herói.

Mas, já que estou falando de heróis, não poderia deixar de falar da incrível Marta Holler com sua personagem Anna Pointner. Por mais que a senhora não apareça muito no filme, ela foi uma daquelas alemãs antinazistas e uma peça crucial para o plano de Boix.

O Fotógrafo de Mauthausen é um filme incrível que nos traz uma narrativa parecida com a de Até o Último Homem. Definitivamente é um filme que deve estar na sua lista, mesmo que não seja um grande fã de cinema europeu.

Já assistiu? Qual foi a sua opinião? Conta para a gente!

 

Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"   
 

ARTIGOS RELACIONADOS

2 COMENTÁRIOS

  1. É um Filme muito Lindo porém quanta angústia vivenciamos ao assistir.
    Com um filme desses nós devemos agradecer nos dias de hoje, agradecer pela Liberdade que nos foi concedida, essa tal Liberdade que temos porque alguém lutou pelos nossos direitos, na maioria das vezes pago com gotas de sangue.

    • Com certeza, Gisele. Chorei diversas vezes ao ver o filme, principalmente no final. É realmente muito importante darmos valor à liberdade que temos nos tempos atuais!

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.