O Jantar é um filme de Oren Moverman, baseado no romance de mesmo nome escrito por Herman Koch. O longa foi produzido em 2017 e, com 120 minutos de duração, recebeu uma classificação indicativa de 16 anos.

Sobre o Enredo

A narrativa de O Jantar tem como ponto de partida um evento que aconteceu no passado. Dessa forma, o espectador é levado ao passado constantemente ao longo do filme, por meio de flashbacks inseridos em um contexto onde ainda não se sabe realmente o que aconteceu.

Stan (Richard Gere), um homem charmoso e bem-sucedido, que pensa apenas em seu sucesso pessoal. Paul (Steve Coogan), seu irmão, é um professor idealista que se aposentou do ensino após um colapso nervoso.

As esposas dos dois homens também são personagens importantes do filme, que aparecem logo nos primeiros momentos. Katelyn (Rebecca Hall) é a segunda esposa de Stan, uma mulher forte, decidida e capaz. Ela conhece seu lugar e sabe que escolheu uma vida de sacrifício para acompanhar a carreira política de seu marido.

Claire (Laura Linney), por sua vez, é a rocha inquebrável que sustenta Paul e seus colapsos nervosos, que cura suas feridas e que tenta protegê-lo de todos os problemas. Esses casais têm filhos. Michael, filho de Paul e Claire e Rick, filho de Stan e Barbara, sua primeira esposa

Os meninos enfrentam diversos problemas e os desabafam em “brincadeiras”. Mas, em certo dia, eles passam dos limites e acabam se envolvendo em um crime.

É por isso que Stan organiza o jantar: para falar sobre o problema que todos conhecem. Mas ninguém parece querer falar sobre isso. A partir daí, todo um drama familiar irá se desenvolver.

Elenco e Personagens

O elenco gira em torno de quatro protagonistas: Stan, Paul, Claire e Katelyn. São dois casais. E, ao longo do filme, os personagens irão se dividir em dois grupos e “guerrear” entre si: Paul contra Claire e Stan contra Barbara.

Steve Coogan interpreta, sem dúvidas, o personagem mais complexo e denso do filme. Paul tem uma série de problemas psicológicos e deverá enfrentar os seus fantasmas ao longo da narrativa.

Muitos desses problemas foram causados pela convivência com seu irmão, interpretado brilhantemente por Richard Gere, que sempre foi mais querido, até mesmo pela mãe deles.

A dimensão interior e psicológica dos personagens é bem destacada. Enquanto tentam discutir entre o certo e o errado, os protagonistas entram em discussões com os outros mas também consigo mesmos, com o seu próprio eu.

Rebecca Hall e Laura Linney também interpretam bem os seus papeis e conseguem impor de forma firme as suas opiniões a respeito do crime cometido pelas crianças.

Direção e Fotografia

A direção de Oren Moverman realiza um bom trabalho de uma adaptação literária. Boa parte do roteiro de O Jantar se concentra em uma fuga contínua dos personagens, que tentam, a princípio, ignorar o problema.

Porém, a medida que a narrativa avança, os flashbacks, inseridos pela fotografia, com uma paleta cromática um pouco mais escura e acinzentada, mostram ao espectador o que aconteceu e porque esse problema é tão grave.

A direção também merece destaque pela maneira como dividirão o roteiro:  Enquanto a vida dos protagonistas vai por água abaixo, o ritmo do filme é marcado por percursos de alto nível, habilmente apresentados pelo maître, são Aperitivo, Prato Principal, Sobremesa, etc. Eles representam os capítulos de O Jantar.

Por ser um filme dramático, a câmera trabalha buscando sempre garantir esse elemento de dramaticidade: ela acompanha cada gesto dos personagens, dando ao espectador a possibilidade de entender as suas angústias e sentimentos.

Cenografia e Figurinos

A cenografia é o ponto forte do filme. O Jantar acontece em um único cenário (além daquele dos flashbacks) principal: o restaurante.

A narrativa se baseia em uma ambiguidade, confirmada pelo cenário: enquanto o clima fica cada vez mais sinistro e dramático, o ambiente de restaurante luxuoso permanece.

Os protagonistas discutem o que fazer diante de um homicídio enquanto desfrutam das melhores comidas da cidade.

Os figurinos são condizentes com esse ambiente luxuoso. Todos os personagens estão vestidos de acordo com a ocasião, com roupas também elegantes. Até mesmo Paul, que não gosta nem um pouco da situação, é levado a se vestir com os seus melhores trajes.

E você, o que achou de O Jantar? Conte pra gente!


Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  
Veja Também!  Onde Assistir | Filme Enola Holmes online
 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.