Já finalizado na Coreia do Sul, está em lançamento agora pela Netflix Brasil o k-drama O Mito de Sísifo (Sisyphus: The Myth), produção da JTBC que mistura ação, ficção científica e romance para criar um grande sucesso. Mas será que essa mistura deu certo?

Conferimos os primeiros episódios e, abaixo, você descobre nossas primeiras impressões!

Enredo

Na trama, o CEO da maior empresa de tecnologia da Coreia do Sul está determinado a descobrir o que aconteceu com o seu irmão, que morreu misteriosamente, mas que ele acredita ainda estar vivo. A história se complica ainda mais quando uma mulher destemida aparece em sua vida afirmando ter vindo do futuro para ajudá-lo a escapar de seu destino cruel: a morte.

Neste primeiro momento, tem muita coisa confusa acontecendo, principalmente em relação a como se dão as viagens temporais — ou seja lá o que permite que pessoas transitem entre o passado e o futuro.

Tanto o espectador quanto os personagens não entendem muito bem a ciência por trás dos eventos que estão presenciando, mas ainda estamos apenas no começo do drama e, até o seu final, é esperado que essas problemáticas se resolvam. Por enquanto, tem sido interessante acompanhar cada nova passo e teorizar sobre O Mito de Sísifo.

Resenha | O Mito de Sísifo (Primeiras Impressões)

Elenco e Personagens

Park Shinhye é uma das atrizes mais populares da Coreia do Sul e, nos últimos anos, tem mostrado sua versatilidade ao deixar de lado os típicos papéis de mocinha de comédias românticas para dar vida a personagens fortes e destemidas. Se você gostou de vê-la em Memórias de Alhambra, vai adorar conhecer essa nova face ainda mais girl power da diva.

Ao lado dela temos Cho Seungwoo, que também tem uma série de dramas e filmes de sucesso em seu currículo, incluindo Stranger e Life. Seu personagem, um magnata dos negócios, é completamente diferente do estereótipo de CEO de dez anos atrás, trocando a obsessão por dinheiro e a arrogância por um coração puro e cativante.

Como todo bom drama coreano, mesmo que seja uma história de ação e/ou de ficção científica, ainda sobra um espacinho para o romance, e ver o casal principal se desenvolver aos poucos, apesar de suas diferentes personalidades, torna-se um dos pontos positivos da trama.

Resenha | O Mito de Sísifo (Primeiras Impressões)

Direção e Fotografia

Quem assina a direção de O Mito de Sísifo é o mestre Jin Hyeok, já conhecido por inúmeros dramas de sucesso, passando por City Hunter (2011) até The Legend of the Blue Sea (2016). Sua capacidade de aumentar a tensão das cenas com a câmera é incrível e fica novamente nítida em seu mais recente trabalho.

Como um longa de ação e ficção científico, cenas que exigem dublês ou CGI acabam se tornando frequentes, mas não são perceptíveis graças ao excelente jogo de câmeras e edição ímpar — tal como a atuação impecável dos personagens, que coopera bastante neste sentido.

Resenha | O Mito de Sísifo (Primeiras Impressões)

Cenografia e Figurinos

Passando da empresa mais endinheirada da Coreia do Sul para o submundo de pesquisadores que se escondem do governo, O Mito de Sísifo consegue mostrar bem os dois mundos através de sua cenografia, que usa ainda a iluminação a seu favor para cooperar com as diferenças entre seus ambientes.

Quanto ao figurino, a produção faz bastante jus ao seu roteiro ao não deixar a protagonista cair naquele estereótipo das guerreiras que se vestem inadequadamente para situações tão perigosas: não espere exposição de pele, mas ainda haverá um toque de fanservice cômico quando Park Shinhye empunha uma arma ao mesmo tempo em que usa uma tiara de orelhas de gatinho.

E você, o que achou de O Mito de Sísifo? Conta pra gente nos comentários!


Experimente o Telecine por 30 dias grátis! Clique e confira!
Os Livros Mais Vendidos de Hoje: https://amzn.to/3nfT3tC
Roupas com Estampas Geek: https://amzn.to/38ykhrx
Quadros e Placas Decorativas Geek: https://amzn.to/3kjL8JR
Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.