A segunda parte de O Mundo Sombrio de Sabrina chega com uma trama que se perde em seu desenrolar em grande parte dos episódios. Os trailers e declarações dos atores criaram uma expectativa que sinto informar não se concretizar até metade da temporada.

É claro que, diferente do que vimos na primeira parte, Sabrina Spellman (Kiernan Shipka) agora mostra-se bem mais madura. Mas os primeiros episódios ainda tratam muito dos dramas envolvendo seu ex namorado, Harvey Kinkle (Ross Lynch). Se você está esperando um foco maior na parte bruxa da garota logo no começo, não é isso que terá.

Nesta segunda parte, Sabrina agora precisa lidar com as consequências de ter assinado seu nome no Livro da Besta. Ainda muito vinculada ao seu lado mortal, ela tenta ao máximo se afastar de seus amigos para que não os machuque.

Veja Também!  Resenha | Remédio Amargo (Original Netflix)

 O roteiro é bem desfocado na primeira metade dos episódios

Com um final de temporada tão cheio de eventos e questões a serem desenroladas, era de se esperar que elas fossem abordadas mais ativamente na segunda parte. Mas Roberto Aguirre-Sacasa desfoca muito do desenrolar dessas problemáticas durante seu roteiro. Contudo sua direção continua no mesmo ritmo da primeira parte.

No geral, a primeira parte da temporada serve para tratar dos assuntos mais pessoais de Sabrina. Porém, fica um pouco repetitivo e cansativo ver dramas adolescentes ao longo de 60 minutos de episódio. Além do fato de que os vilões, Lilith (Michelle Gomez) e Padre Blackwood (Richard Coyle) não são exatamente intrigantes e tão ardilosos quanto poderiam ardilosos.

Veja Também!  Onde Assistir | Stand Up Michael McIntyre: Showman (Original Netflix)

Contudo a segunda parte dos episódios entrega exatamente o que esperávamos com base nos trailers. São eventos que desenrolam em uma reviravolta e revelação de um segredo que mexem completamente com O Mundo Sombrio de Sabrina.

A nova fase da bruxa em O Mundo Sombrio de Sabrina é definitivamente melhor que a primeira

Sabrina, apesar de ainda um pouco ligada a seu passado, não está mais hesitando tanto em realizar o que for preciso. A nova fase da garota é refletida em seu figuro, que fica mais escuro. Porém o resto dos personagens continua com o mesmo visual. A não ser por Susie (Lachlan Watson), agora Theo, que passou a usar as roupas que lhe fazem bem: as masculinas.

Além disso, o cenário agora mostra um pouco mais da Academia de Artes Ocultas. Isso dá um feeling ainda mais ocultista à série com suas estatuetas e arquitetura antiga. Já a fotografia continua muito escura, o que incomoda um pouco.

Veja Também!  Raised by Wolves | HBO Max renovou série para 2ª temporada
CHILLING ADVENTURES OF SABRINA

Por fim, não há muito o que falar dos atores, que continuam com a mesma competência da primeira parte da série. Porém o destaque vai para Kiernan Shipka, que conseguiu passar muito bem a mudança de personalidade ao espectador.

Enfim, O Mundo Sombrio de Sabrina começa a passos lentos e desfoca muito no começo do que realmente era interessante. Porém, como é uma série teen, os episódios precisam abordar essa temática. E, junto a dois inimigos fracos como Blackwood e Lilith, a série realmente pecou nesse ponto. Mas vale a pena dar uma chance, só não é o tipo de temporada para se maratonar.


Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em "Seguir"  
 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.